ESPACIALIZAÇÃO DA PRECIPITAÇÃO E ANÁLISES DE TENDÊNCIAS OBTIDAS ATRAVÉS DO SATÉLITE GPCC PARA O ESTADO DO ACRE

David Figueiredo Ferreira Filho, Diego Lima Crispim, Francisco Carlos Lira Pessoa, Lindemberg Lima Fernandes

Abstract


Este estudo teve como objetivo analisar a distribuição espacial, o comportamento e a tendência da precipitação mensal e anual no estado do Acre, Brasil. Assim, os dados de precipitações totais anuais e mensais obtidos pelo Global Precipitation Climatology Centre (GPCC) no período de 36 anos (1982 – 2018) serviram de base para esta pesquisa. A variação pluviométrica foi estudada com ênfase na definição das classes de precipitação nas escalas anuais e mensais. Foi realizado uma análise estatística descritiva dos dados das séries temporais de precipitação, assim como foi empregado os testes de significância não-paramétricos de Mann-Kendall e Spearman. Na análise no tocante a escala mensal, os resultados indicaram que ocorre sazonalidade na precipitação, existindo duas estações climáticas bem definidas, uma menos chuvosa que ocorre de maio a outubro, e uma estação chuvosa que inicia no mês de novembro e vai até abril. Ainda, em relação à análise mensal, constatou-se que o mês com maior precipitação é março e o com menor é julho. Os testes não paramétricos evidenciaram um aumento no volume de precipitação na escala anual, sendo assim, ainda precisando de estudos mais profundos acerca do assunto.


Keywords


Amazônia; Distribuição Espacial; Testes não-paramétricos.



DOI: https://doi.org/10.29150/jhrs.v9.2.p68-79

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Indexadores / Base de Dados:

 

Google Scholar

 

Journal of Hyperspectral Remote Sensing - eISSN: 2237-2202