CARACTERIZAÇÃO RADIOMÉTRICA E VARIABILIDADE ESPAÇO TEMPORAL DO ALGODOEIRO EM AGROECOSSISTEMA DE MATO GROSSO.

Jefferson Francisco Soares, Marcelo de Carvalho Alves

Abstract


A cultura do algodoeiro possui variações fenológicas importantes que influenciam no comportamento espectral e que podem auxiliar no dinâmico processo de manejo. O objetivo deste trabalho foi avaliar as aplicações das bandas multiespectrais do sensor Landsat-5TM, e a caracterização espectrotemporal da fenologia da cultura do algodoeiro sobre o cultivar 966 Bayer Fiber Max®. Foram calculados os índices de vegetação (IV) para auxiliar na descriminação da fenologia do algodoeiro. O monitoramento temporal revelou que o melhor IV para caracterização temporal foi EVI (0,939-maio/09-0,704 agosto/09) que apresentou resultados condizentes com as fases fenológicas da cultura.  As transformações Tasseled Cap (Wetness, Greenness e Brightness) foram associados a parâmetros físicos da área de estudo e correlacionadas  estatisticamente com os dados dos IV propostos, os índices NDWI, NDVI e SAVI com maiores valores de correlações com os componentes Wetness (r=0,869;p<0,05), Greenness (r=0,878;p<0,05), Brightness (r=0,761;p<0,05), respectivamente. Pela banda termal (B6) foi estimado a temperatura de superfície, validada por dados de laboratórios virtuais e pela estação meteorológica do INMET. Assim, foi possível identificar e relacionar as alterações na reflectância espectral do algodoeiro no espaço e no tempo, possibilitando interpretar os estágios vegetativos da cultura remotamente.


Keywords


Sensoriamento Remoto, Algodoeiro, Índice de Vegetação, Tasseled Cap.

References


ABRAPA – Associação Brasileira dos produtores de algodão. Sistema de Informações de Negócios com Algodão em Pluma, resumo de vendas realizadas pelo produtor, 2018.

BORATTO, I. M. P. Espacialização da evapotranspiração na região norte de Minas Gerais. 1. ed. Saarbrücken: Novas Edições Acadêmicas, v. 1. 149p, 2014.

COHEN, W. B.; SPIES, T. A.; FIORELLA, M. Estimating the age and struture of forests in a multi-ownership landscape of western Oregon, U.S.A. International Journal of Remote Sensing. v.16, n.4, p.721-746, 1995.

CRIST, E. P.; CICONE, R. C. A physically-based transformation of Thematic Mapper data – the TM tasseled cap, IEEE Transactions on Geoscience and Remote Sensing, v. GE-22, n.3, p. 256-263, 1984b.

DANCEY, C.; REIDY, J. Estatística Sem Matemática para Psicologia: Usando SPSS para Windows. Porto Alegre: Artmed, 2006.

Fialho, E. S. (2012). Estudos Climaticos em Sitios Urbanos e Rurais, (Orgs.) SILVA, Charlei Aparecido da e FIALHO Edson Soares, Concepcoes e Ensaios da Climatologia Geografica e-book. ED. UFGD, PP-83-112.

FRITZ, S., SEE, L., YOU, L., JUSTICE, C., BECKER-Reshef, I., BYDEKERKE, L., CUMANI, R., DEFOURNY, P., ERB, K., FOLEY, J., GILLIAMS, S., Gong, P., HANSEN, M., HERTEL, T. The need for improved maps of global cropland. Eos Trans. (3), 31–32, AGU 2013

INPE, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Imagens LANDSAT TM e ETM+. Disponível em:. Acesso: jan. 2018.

INPE, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Imagens LANDSAT TM e ETM+. Disponível em:. Acesso: jan. 2018.

INPE, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Series View. Disponível em: Acesso: jan. 2018.

INPE, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Series View. Disponível em: Acesso: jan. 2018.

KAUTH, R. J.; THOMAS, G. S. The tasseled cap – a graphic description of the spectral-temporal development of agricultural crops as seen in Landsat. In: Symposium on Machine Processing of Remotely Sensed Data. West Lafayette, jun, 1976. Proceedings. West Lafayete, Indiana, p.41-51, 1976.

KUEMMERLE, T., ERB, K., MEYFROIDT, P., MÜLLER, D., VERBURG, P.H., ESTEL, S., HABERL, H., HOSTERT, P., Jepsen, M.R., KASTNER, T., LEVERS, C., LINDNER, M., PLUTZAR, C., VERKERK. Challenges and opportunities in mapping land use intensity globally. Curr. Opin. Environ. Sustain. 5 (1), 1–10, 2013.

LIU, W. T. H. (2006). Aplicacoes de Sensoriamento Remoto. Editora Uniderp, Campo Grande – MS.

MARUR, C. J, RUANO O. Crescimento e desenvolvimento do algodoeiro. In: INSTITUTO AGRONÔMICO DO PARANÁ. Recomendações para cultura do algodoeiro no Paraná. Londrina. p.2-7. (Circular, 107), 2010.

MASSEY, Richard, Temuulen T. Sankey , Russell G. Congalton , Kamini Yadav , Prasad S. Thenkabail, Mutlu Ozdogan, Andrew J. Sánchez Meador. MODIS phenology-derived, multi-year distribution of conterminous U.S. crop types. Remote Sensing of Environment 198 (2017) 490–503.

NASCIMENTO, D. T. F. (2011). Emprego de tecnicas de sensoriamento remoto e de geoprocessamento na análise multitemporal do fenomeno de ilhas de calor no municipio de Goiania-GO (1986/2010). Dissertacao (Mestrado em Geografia) – Instituto de Estudos Sociais - Universidade Federal de Goias, Goiania, 96f.

OOSTERHIUIS, D. M. Growth and development of cotton plant. In: CIA, E.; FREIRE, E.C.; SANTOS, W.J. dos. (Ed.). Cultura do algodoeiro. Piracicaba: POTAFOS, p. 35-55, 1999.

QIN Z, KARNIELI A.; BERLINER P. A mono-window algorithm for retrieving land surface temperature from Landsat TM data and its application to the Israel-Egypt border region. International Journal of Remote Sensing, 22(18): 3719–3746, 2001.

RAO, P. K. (1972). Remote sensing of urban "heat islands" from an environmental satellite. Bulletin of the American Meteorological Society, Boston, v. 53, p.647-648.

RICHARDS, J. A.; JIA, X. Remote sensing digital image analysis – an introduction. Germany, Springer, 363p, 2000.

ROSOLEM, C. A. Ecofisiologia e manejo da cultura do algodoeiro. POTAFOS: Informações Agronômicas N° 95, 9p, 2010.

SHIMAKURA, S. E. "Estatística II-Regressão." Laboratório de Estatística e Geoinformação. Departamento de Estatística da UFPR , 2006.

SOUZA, S. B. DE; FERREIRA JUNIOR, L. G. (2012), Relação entre temperatura de superfície terrestre, índices espectrais e classes de cobertura da terra no município de Goiânia (GO). Revista Espaço Geografico em Análise. Vol. 26. Parana, p. 75 – 99.

TATSUMI, Kenichi; Yosuke Yamashiki, Miguel Angel Canales Torres, Cayo Leonidas Ramos Taipe. Crop classification of upland fields using Random forest of time-series Landsat 7 ETM+ data. Computers and Electronics in Agriculture, Volume 115, July 2015, Pages 171-179

VALLEJOS, M., VOLANTE, J. N., MOSCIARO, M. J., VALE, L. M., BUSTAMANTE, M. L., PARUELO, J. M. Transformation dynamics of the natural cover in the Dry Chaco ecoregion: a plot level geo-database from 1976 to 2012. J. Arid Environ. 123, 3–11, 2015.

WENG, Q. Remote Sensing and GIS Integration: Theories, Methods, and Applications. New York: McGraw-Hill, 397p, 2010.




DOI: https://doi.org/10.29150/jhrs.v9.4.p240-253

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexadores / Base de Dados:

 

Google Scholar

 

Journal of Hyperspectral Remote Sensing - eISSN: 2237-2202