Avaliação de Latossolo pelo método de Proctor

Thamires Carolayne Cavalcanti Moura, Victor Rafael Dantas Caetano, Krystal de Alcantara Notaro

Abstract


Na resolução de muitos problemas de engenharia é necessário melhorar as características do solo, de maneira a assegurar que seja capaz de suportar as cargas aplicadas sem deformação excessiva, mantendo a sua resistência e estabilidade, dessa forma é fundamental gerar informações técnicas para auxiliar os engenheiros na tomada de decisão. Realizado através do ensaio de Proctor, este trabalho tem como objetivo a determinação da relação entre o teor de umidade e a massa especifica aparente seca do latossolo, mediante estudo bibliográfico e ensaio laboratorial.  Os procedimentos laboratoriais foram realizados obedecendo as normativas NBR-7182, que especifica o Ensaio de compactação, e a NBR-6457, que determina o método para preparação de amostras de solos. Esses permitem a obtenção do valor do peso específico seco, que com o aumento do teor de umidade atinge um valor máximo correspondente à umidade ótima, esta é localizada na ordenada máxima da curva de compactação. Sendo assim, para o ensaio realizado com o Latossolo Amarelo, foi verificado a massa especifica aparente seca máxima correspondendo a 3,02 g/cm³ e umidade ótima corresponde a 11,20%.

Palavras-chave: Ensaio de Proctor, Latossolo Amarelo, Compactação.

 


Keywords


Solos

References


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT), 1986: NBR 6457:

Amostras de solos - Preparação para Ensaios de Compactação e Ensaios de

Caracterização. Rio de Janeiro.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT), 1986: NBR 7182:

Ensaio de Compactação. Rio de Janeiro.

EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos, 2006. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 2 ed. Rio de Janeiro: Embrapa Solos.

GIL, A. C., 2004. Como elaborar projetos de pesquisa. 4.ed. São Paulo: Atlas.

GRANDE, F. M., 2003. Fabricação de tijolos modulares de solo-cimento por prensagem manual com e sem adição de sílica ativa. Dissertação (Mestrado) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade São Paulo, SP.

PINTO, C. S., 2006. Curso Básico de Mecânica dos Solos, 3. ed. São Paulo: Editora Oficina de Textos.

PROCTOR, R.R.,1933. Fundamental Principles of Soil Compaction, Engineering News Record.

RAMOS, Fabricio T. et al., 2013. Curvas de Compactação de um Latossolo Vermelho-Amarelo: Com e Sem Reuso de Amostras. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbeaa/v17n2/v17n02a03.pdf. Acesso em: 19 de agosto de 2018.

SANTOS, José C.P., 1999. Zoneamento Agroecológico do Estado de Pernambuco. Embrapa.

SANTOS, R. F.; KOURI, J.; SANTOS, J. W. O agronegócio do algodão. In: BELTRÃO, N., 2008. E. M.; 4 AZEVEDO, D. M. P. (Ed.). O Agronegócio do Algodão no Brasil. 2. ed. v. 1 Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica.




DOI: https://doi.org/10.29150/jhrs.v9.5.p283-287

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexadores / Base de Dados:

 

Google Scholar

 

Journal of Hyperspectral Remote Sensing - eISSN: 2237-2202