Análise espacial de uma pequena bacia hidrográfica na Amazônia

Layse Rafaele Furtado Lima, Rodrigo Fernandes Moraes, Rodrigo Silvano Silva Rodrigues

Abstract


O estudo das bacias hidrográficas é de suma importância para o uso consciente e sustentável dos recursos naturais, assim a análise de uma bacia é de grande valor científico, por ser um ponto de partida para entender a rede hidrológica e toda a dinâmica ligada a ela. O presente trabalho tem por objetivo estudar as características morfométricas, o uso e cobertura do solo e os índices de escoamento superficial das áreas compreendidas na bacia hidrográfica do rio Arienga, localizado entre os municípios de Barcarena e Abaetetuba, no estado do Pará. Para isso, foram utilizadas técnicas de processamento no aplicativo ArcMap 10.5, com auxílio do TerraClass e imagens do satélite Sentinel-2. Na análise morfométrica, foram verificados parâmetros como área, perímetro e características de relevo. Utilizando a classificação do TerraClass, foram analisados o uso e cobertura do solo para os anos de 2004 e 2014 e, para o ano de 2017, essa análise foi verificada com auxílio de imagens do Sentinel-2. Em seguida, foi aferido o coeficiente de escoamento para os três anos em estudo, 2004, 2014 e 2017. Dessa forma, a análise espacial mostrou-se vantajosa no entendimento do uso e das interferências antrópicas atuantes na bacia hidrográfica.

Keywords


Hidrologia; Gestão de recursos hídricos; Geoprocessamento; Amazônia.

References


Barbosa, A.H.S., Carvalho, R.G, Camacho, R.G.V., 2017. Aplicação do NDVI para a análise da distribuição espacial da cobertura vegetal na região serrana de Martins e Portalegre- Estado do Rio Grande do Norte. Revista do Departamento de Geografia 33, 128-143.

Bezerra G.D.C, Sousa M.S., 2019. Classificação do uso e cobertura da terra na sub-bacia do rio Indua- Capitão Poço- PA. Capitão Poço. 51 f. Dissertação (Graduação em Engenharia Florestal) – Universidade Federal do Pará, Belém.

Castro, D.C.C., Rodrigues, R.S.S., Filho, D.F.F., 2020. Escoamento superficial na área convergente aos lagos Bolonha e Água Preta em Belém e Ananindeua, Pará. Research, Society and Devolopment 9(3), 1-30.

Coliado, P.H.S., Simonetti, V.C., Silva, D.C.C., 2020. Avaliação das características físicas da bacia hidrográfica do Rio Pariquera-Açu no baixo Ribeira de Igarapé (SP). Holos Environment 20(3), 320-334.

Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará – CODEC, 2018. Governo do Estado do Pará. InvestPará, Barcarena.

Costa, H.F., Sacramento, B.H., Sousa, J.A.P., Lourenço, R.W., 2020. Conflitos ambientais em áreas de preservação permanente na bacia hidrográfica do rio Paiol, Ibiúna, SP. Revista Gestão e Sustentabilidade Ambiental 9(esp), 403-418.

Cruz, M.A.S., Rocha, R.O.F., Silva, A.A.G., Amorim, J.R.A., Aragão, R., 2017. GeoTab: Clima, recursos hídricos e bacias hidrográficas na região de atuação da Embrapa Tabuleiros Costeiros. Scientia Plena 13(10), 1-11.

Cury, L.D., Lima, A.A., Barros, A.C., Souza, T.L., Campos, S., 2019. Caracterização morfométrica da microbacia hidrográfica Córrego Água do Brejão-Anhembi-SP. Energia na Agricultura, Botucatu 34(1), 113-123.

Dias, N.O., Machado, V.S., Junior, J.M., Osco, L.P., Ramos A.P.M., 2019. Análise morfométrica de bacia hidrográfica utilizando dados de diferentes modelos digitais de superfície. Colloquium Exactarum 11(4), 23-35.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA, 1979. Serviço Nacional de Levantamento e Conservação de Solos (Rio de Janeiro, RJ). Reunião Técnica de Levantamento de Solos 10, 1-83.

Gerber D., Pertille, C.T., Vieira, F.S., Correa, B.J.S., Souza, C.F., 2018. Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do rio Itajaí- Santa Catarina. ACTA- Biológica Catarinense, 72-83.

Gonçalves, A.K., Barros, Z.X., Silveira, G.R.P., Garcia, Y.M., 2019. Avaliação morfométrica e do uso e ocupação da terra da bacia hidrográfica do Córrego Santo Antônio- São Francisco Xavier (SP). Energia na Agricultura 34(1), 105-112.

Governo do Estado do Pará, 2011. Estatística Municipal - Abaetetuba: Orçamento e Finanças, Documento Municipal, 48 p.

Governo do Estado do Pará, 2011. Estatística Municipal - Barcarena: Orçamento e Finanças, Documento Municipal, 48 p.

Horton, R.E., 1932. Drainage basin characteristics. Trans. Am. Geophys 13, 350–361.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, 2017a. Produto interno bruto dos municípios, Barcarena (https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/barcarena/panorama.)

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, 2017b. Produto interno bruto dos municípios, Abaetetuba (https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/abaetetuba/panorama.).

Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE, 2019. Projetos e Pesquisa- TerraClass, Pará (http://www.inpe.br/cra/projetos_pesquisas/dados_terraclass.php).

Lacerda, G.L.B., Firmino, L.Q., SÁ, A.C.N., Neto, O.N., Silva, V.F., 2019. Caracterização morfométrica: estudo de caso da bacia hidrográfica do Riacho dos Grossos, Paraíba, Brasil. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais 10(2), 362-376.

Lima, W. de P., 1969. Manejo de Bacias Hidrográficas. Piracicaba:ESALQ. 242 p.

Medeiros, R.B., Berezuk, A.G., Pinto, A.L., 2019. Análise morfométrica do relevo da bacia hidrográfica do rio Mimoso, Mato Grosso do Sul/Brasil. ACTA Geográfica 13(32), 113-135.

Miller, V.C.A., 1953. Quantitative geomorphic study of drainage basin characteristics in the Clinch Mountain area, Virginia and Tennessee. Project NR, Technical Report 3, Columbia Univ: Department of Geology, 389–042.

Nascimento, T.V., Fernandes, L.T., 2017. Mapeamento de uso e ocupação do solo em uma pequena bacia hidrográfica da Amazônia. Ciência e Natura 29(1), 169-177.

Neto, J.B.S., Oliveira, G.F., Souza, L.R., Silva, M.R., Conceição, I.M., Panta, D.L.S., 2019. Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do rio Ipanema-PE/AL. Cadernos de Ciência e Tecnologia 1(3), 257-269.

NRCS, 1997. Department of Agriculture, Soil Conservation Service, Soil Survey Staff. National Soil Survey Handbook, title 430-VI. Washington. DC: Goverrnment Printing Office.

Oliveira, W.N., Miziara, F., Ferreira, N.C., 2019. Mapeamento do uso e cobertura do solo de Moçambique utilizando a plataforma Google Earth Engine. Anuário do Instituto de Geociências 42(1), 336-345.

Pereira, L.C.F., Brito, G.H.M., Vespucci, I.L., Rocha, I.J.F., 2019. Análise morfométrica da bacia hidrográfica do rio Patos, GO. Ipê Agronomic Journal 3(1), 5-13.

Pereira, P.S.P.M.L., Mendes, L.D., 2018. Morfometria de bacia hidrográfica urbanizada: Uma análise do rio Iguaçu-Sarapuí, na baixada fluminense (RJ), para avaliação de parâmetros de suscetibilidade à ocorrência de enchente e inundação. Revista Continentes 13, 1-15.

Quesada, H.B., Redondo, G., Vernasqui, L.G., Magnoni, P.H.J., Arantes, E.J., 2017. Análise da vegetação ripária em bacia hidrográfica utilizando índice de vegetação normalizada (NDVI) no município de Maringá-PR. GEO UERJ 31, 439-455.

Ribeiro, M.F., 2018. Caracterização morfométrica das bacias hidrográficas da Apa Lago de Palmas, município de Porto Nacional – TO. 35 f. Dissertação (Especialização em Engenharia Ambiental) – Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia, Fortaleza.

Rodrigues, R.S.S., Bittencourt, G.M., Fernandes, L.L., 2017. Escoamento Superficial em uma pequena bacia hidrográfica rural da Amazônia. Revista Brasileira de Cartografia 70( 2 ), 605-628.

Rodrigues, R.S.S., Fernandes, L.L., Crispim, D.L., Vieira, A.S.A., Pessoa, F.C.L., 2016. Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do Igarapé da Prata, Capitão Poço–Pará–Brasil. Revista Verde 11(3), 143-150.

Santos, L.B., Coelho, A.S., Barros, M.N.R., Fenzl, N., Canto, O., Vieira, I.C.G., Adami, M., 2019. Usos da terra e conservação da biodiversidade na bacia hidrográfica do rio Marapanim, Pará. Revista Brasileira de Geografia Física 12(3), 929-943.

Schumm, S.A., 1956. Evolution of drainage system and slope in badlands of Perth Amboy. Geological Society of America Bulletin 67, 597-46.

Senado Federal, 2011. Áreas de preservação permanente. Brasília. (https://www.senado.gov.br/noticias/Jornal/emdiscussao/codigo-florestal/areas-de-preservacao-permanente.aspx)

Silva, L.A., 2020. Uma revisão de literatura sobre o índice de vegetação por diferença normalizada (NDVI) no monitoramento de áreas degradadas por empreendimentos minerários. Holos Environment 20(2), 198-213.

Silva, J.B.A., Duarte, S.M.A., 2020. Caracterização morfométrica da sub-bacia do rio Espinharas no estado da Paraíba-PB. Revista Tecno-Lógica 24(1), 112-116.

TerraClass. Organização, acesso e transparência: Classes climáticas, 2018(https://www.terraclass.gov.br/.). Pará.

Serviço Geológico dos Estados Unidos. New York – USGS, 2020 (http://www.usgs.go/.).

Vendruscolo, J., Pacheco, F.M.P., Rodrigues, A.A.M., Ramos, H.F., Rosa, D.M., Cavalheiro, W.C.S., 2020. Características morfométricas da microbacia do Médio Rio Escondido, Amazônia Ocidental, Brasil. Brazilian Journal of Development 6, 565-585.

Vieira, D.M.S., Torres, J.L.R., Barreto, A.C., 2018. Avaliação morfométrica e vazão da microbacia do Córrego do Inhame, em Uberaba-MG. Revista Brasileira de Ciência, Tecnologia e Inovação 3(2), 105-114.




DOI: https://doi.org/10.29150/jhrs.v10.2.p95-107

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexadores / Base de Dados:

 

Google Scholar

 

Journal of Hyperspectral Remote Sensing - eISSN: 2237-2202