Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica costeira do Rio Curuçá (Curuçá/Pará) e demarcação de nascentes fluviais como subsídio à gestão

Yago Yguara Parente, Amilcar Carvalho Mendes, Artur Gustavo Oliveira de Miranda, Octavio Cascaes Dourado Junior

Abstract


O conhecimento das características da bacia hidrográfica tem elevada importância no gerenciamento do uso dos recursos naturais, planejamento urbano e em diagnósticos ambientais. Uma das formas de estudo das bacias hidrográficas é através dos parâmetros morfométricos, os quais dão o suporte ao entendimento de processos geodinâmicos. Este trabalho visou estudar a morfometria da bacia do rio Curuçá (Curuçá/PA), além de determinar os prováveis pontos das nascentes do rio principal.  Para isso, foi utilizado o banco de dados cartográficos da Diretoria de Serviço Geográfico do Exército, tendo como referência a Folha SA. 23-V-A-IV. O processamento e análise dos dados foram realizados em ambiente de Sistema de Informações Geográficas. Foram mensurados um total de quinze parâmetros morfométricos, sendo divididos em hierarquia fluvial, análise linear da rede de drenagem, análise areal das bacias hidrográficas e análise hipsométrica. A área da drenagem foi de 303,34 km2, extensão de 37,97 km, perímetro igual a 122,70 km e orientação NE-SW. A bacia hidrográfica do rio Curuçá apresentou altitude máxima de 60 m, coeficiente de compacidade de 14,56, fator de forma de 0,39 e índice de circularidade de 0,25. A densidade de drenagem obtida foi de 1,04 km km-2. A bacia estudada é do tipo exorreica, com padrão de drenagem dendrítico multidirecional, apresenta grandeza de quinta ordem e formato alongado que possibilita maior escoamento superficial e, consequentemente, menor susceptibilidade e vulnerabilidade a ocorrência de enchentes em condições normais de precipitação. Este estudo poderá ser usado como instrumento de apoio à tomada de decisão, a fim de minimizar os impactos negativos ao município e à população por meio da adoção de estratégias que sejam compatíveis com os aspectos ambientais, sociais e econômicos da região.

Keywords


Bacia hidrográfica; Parâmetros morfométricos; Nascentes fluviais

References


Barsi, J. A.; Lee, K.; Kvaran, G.; Markham, B. L.; Pedelty, J. A., 2014. The Spectral Response of the Landsat-8 Operational Land Imager. Remote Sensing 6 (10), 10230-10251. DOI: 10.3390/rs61010232.

Beltrame, A. de V., 1994. Diagnóstico do meio físico de bacias hidrográficas: modelo e aplicação. 111P., Editora da UFSC, Florianópolis, SC. ISBN: 8532800092.

Boulhosa, M. B. M.; Sousa Filho, P. W. M., 2008. Reconhecimento e mapeamento dos ambientes costeiros para geração de mapas de ISA ao derramamento de óleo, Amazônia oriental. Revista brasileira de geofísica 27 (1), 23-27. DOI: 10.1590/S0102-261X2009000500003.

Brasil - Agência Nacional de Águas – ANA., 2004. Resolução nº 399, de 22 de julho de 2004. Altera a Portaria nº 707, de 17 de outubro de 1994, do Departamento Nacional de Águas e Energia Elétrica - DNAEE, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, Seção 1, p. 48.

Carelli, L.; Lopes, P. P., 2011. Caracterização fisiográfica da bacia Olhos D’água em Feira de Santana/BA: Geoprocessamento aplicado à análise ambiental. Boletim Goiano de Geografia 31 (2), 43-54. DOI: 10.5216/bgg.V31i2.16844.

Cherem, L. T. S., 2008. Análise Morfométrica da Bacia do Alto Rio das Velhas – MG. 111p., Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil.

Christofoletti, A., 1980. Geomorfologia. 188p., Edgard Blücher, São Paulo, SP. ISBN: 9788521201304.

Christofoletti, A., 1999. Modelagem de sistemas ambientais. 256p., Edgard Blücher, São Paulo, SP. ISBN: 9788521201779.

Corrêa, A. B.; Martinelli, J. M., 2009. Composição da População do Camarão-Rosa Farfantepenaeus subtilis (Pérez-Farfante, 1936) no Estuário do Rio Curuçá, Pará, Brasil. Revista Científica da UFPA 7 (1), 1-18.

DSG – Diretoria do Serviço Geográfico Brasileiro., 1982. Carta Marapanim, Folha SA. 23-V-A-IV, Escala 1:100.000, Ministério do Exército, Região Norte do Brasil. Carta.

ESRI – Environmental Systems Research Institute., 2015. ArcGIS Professional GIS for the desktop, version 10.4. Software.

Ferreira, R. G.; Moura, M. C. O.; Castro, F. S., 2012. Caracterização morfométrica da sub-bacia do ribeirão Panquinhas, ES. Enciclopédia Biosfera 8 (15), 2247-2256.

França, G.V., 1968. Interpretação fotográfica de bacias e de redes de drenagem aplicada a solos da região de Piracicaba. 151p., Tese de Doutorado, Universidade de São Paulo, Piracicaba, SP, Brasil.

Golden Software., 2017. Surfer Free Trial, Surface Mapping System for the desktop, version 15.1. Software.

Gonçalves, N.; Santos, A. Dos; Aguirre, J., 2016. Identificação da nascente que dá origem aos rios Grande e Pinheiros. Arquitextos 188 (07), 01-20.

Horton, R. E., 1945. Erosional development of streams and their drainage basins: hydrophysical aproach to quantitative morphology. Bulletin of the Geological Society of America 56 (3), 275-370. DOI: 10.1130/0016-7606(1945)56[275:EDOSAT]2.0.CO;2.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico 2015: Cidades. Brasília, Brasil. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/v4/brasil/pa/curuca/panorama.

Leite, N. R.; Pereira, L. C. C.; Abrunhosa, F.; Pires, M. A. B.; Costa, R. M., 2010. Occurrence of Cymbasoma longispinosum Bourne, 1890 (Copepoda: Monstrilloida) in the Curuçá River estuary (Amazon Littoral). Anais da Academia Brasileira de Ciências 82 (3), 577-583. DOI: 10.1590/S0001-37652010000300005.

Lima, A.S.; Fontes, A.L., 2015. Estudo de parâmetros morfométricos da sub-bacia hidrográfica do rio Jacarecica (SE). Interespaço 1 (3), 203-221. DOI: 10.18766/2446-6549/interespaco.v1n3p203-221.

Melton, M. A., 1957. An analysis of the relations among elements of climate, surface properties and geomorphology. Technical Report, (11), Dept. Geology, Universidade Columbia, Nova York, Estados Unidos.

Mendes, C. A. B., Cirilo, J. A., 2001. Geoprocessamento em Recursos Hídricos: Princípios, Integração e Aplicação. 533p., ABRH, Porto Alegre, RS. ISBN:8588686031 9788588686038.

Miller, V. C., 1953. A quantitative geomorphic study of drainage basins characteristic in the Clinch Mountain área, Virginia and Tennessee. Technical Report, New York: Dept. Geology, Columbia University.

Oliveira, R. D., 1999. Estudo morfométrico da bacia de drenagem do rio Marapanim. 37p., Trabalho de conclusão de curso, Universidade Federal do Pará, Belém, PA, Brasil.

Planet Labs., 2016. Planet Imagery Product Specification: Planetscope & Rapideye. p. 56, October. https://www.planet.com/products/satelliteimagery/files/1611.09_Spec_Sheet_Combined_Imagery_Product_Letter_DraftV3.pdf.

Schumm, S. A., 1956. Evolution of drainage systems and slopes in badlands of Pertlj Amboy. Bulletin of the Geological Society of America 67 (5), 597-646. DOI: 10.1130/0016-7606(1956)67[597:EODSAS]2.0.CO;2

Silva, J. F. B. R. S., 2006. Geoquímica dos sedimentos de manguezais do nordeste do Estado do Pará: um exemplo do estuário do rio Marapanim. 198p., Dissertação de Doutorado, Universidade Federal do Pará, Belém, PA, Brasil.

Strahler, A. N., 1952. Hypsometric (area-altitude) analysis of erosional topography. Bulletin of the Geological Society of America 63 (11), 1117-1142. DOI: 10.1130/0016-7606(1952)63[1117:HAAOET]2.0.CO;2.

Strahler, A. N., 1986. Geografia Física. 767p., Omega, Barcelona, Espanha. ISBN: 842820351-2

Summerfield, M. A., 1991. Global geomorphology: an introduction to the study of landforms. 537p., Longan Scientific & Technical, Essex, Inglaterra. ISBN: 9780582301566.

Tucci, C. E. M., 2001 Hidrologia: ciência e aplicação. 943p., ABRH, Porto Alegre, RS, Brasil. ISBN: 8570259247.

Valeriano, M De M., 2002. Modelos digitais de elevação de microbacias elaborados com krigagem. 56p., Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência e Tecnologia, São José dos Campos, SP, Brasil.

Villela, S. M.; Mattos, A., 1975. Hidrologia aplicada. 245p., McGRAWHill do Brasil, São Paulo, SP, Brasil.




DOI: https://doi.org/10.29150/jhrs.v10.3.p138-152

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexadores / Base de Dados:

 

Google Scholar

 

Journal of Hyperspectral Remote Sensing - eISSN: 2237-2202