Filosofia da mente de Wittgenstein: parâmetros gramaticais e conceitos psicológicos

Marcus José Alves de Souza

Resumo


O presente artigo tem a pretensão de expor elementos conceituais e metodológicos da filosofia da mente de Wittgenstein. Tal exposição está focada, aqui, em parâmetros gramaticais dos conceitos mentais. Padrões pragmáticos de determinação dos conceitos mentais. Inicia-se com os §§ 63 e 148 da Bemerkungen über die Philosophie der Psychologie II, em que o filósofo tenta elaborar uma certa sistematização, uma visão ampla dos conceitos mentais. Dessas referências e ampliando com outras obras do filósofo, passa-se a apresentar e comentar alguns desses parâmetros gramaticais por alguns conceitos mentais. São comentados parâmetros gramaticais como: assimetria pronominal, assimetria epistêmica, duração, ensinar sobre o mundo exterior, dentre outros.

Palavras-chave


Wittgenstein, filosofia da mente, parâmetro gramatical, conceito mental.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.51359/2357-9986.2014.230254

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

Esta é uma revista de acesso aberto. Isto significa que todo o conteúdo está disponível de maneira livre e gratuita para o usuário (a) ou para sua instituição. Aos usuários (as) é permitido ler, fazer download, copiar, distribuir, imprimir, fazer buscas e usar o link para os textos completos de artigos ou usá-lo para qualquer outra finalidade legal, sem ter que pedir permissão para editores ou autores. 

Licença Creative Commons
Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva Filosófica está indexada atualmente pelo DIADORIM, pelo Sumário.org, pelo Google Scholar, pela REDIB e pelo LATINDEX.