Política Externa como Política Pública: uma análise da atuação diplomática brasileira durante o governo Lula

Bruno Vicente Lippe Pasquarelli

Resumo


O artigo tem, como principal objetivo, demonstrar o funcionamento da política externa como política pública no Brasil a partir da inclusão dos mais variados atores em processos relativos às questões internacionais. Para consecução de tal objetivo, o artigo analisará como a política externa pode ser entendida como uma política pública através da observação do papel dos governos brasileiros pós-1985 na dinâmica dos assuntos do plano externo, fornecendo especial atenção às administrações de Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) e Luis Inácio Lula da Silva (2003-2010), às mudanças de paradigmas e à diplomacia presidencial. Por fim, o artigo analisará qualitativamente um caso empírico onde a diplomacia presidencial do governo Lula foi de extrema importância: a questão da nacionalização do gás boliviano ocorrida em 2006, após a eleição do presidente Evo Morales. Com isso, o artigo busca colaborar com a aproximação dos campos da Ciência Política com as Relações Internacionais, manifestando, assim, novos pressupostos de análise para compreensão de assuntos relativos ao panorama interno e externo.

Palavras-chave


Autonomia; Cooperação; Diplomacia Presidencial; Política Externa; Política Pública

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Política Hoje - ISSN: 0104-7094

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

I S S N   0 1 0 4  –  7 0 9 4