RELAÇÕES ENTRE DESEMPENHO NO ENADE, TIPO DE ESCOLA E FORMAS DE INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR: ESTUDO DE CASO NA UFPE

Alba Maria Aguiar Marinho Melo, Marcela de Souza Santiago

Resumo


Este artigo tem como objetivo descrever e comparar o desempenho médio dos estudantes no ENADE 2017, nos cursos de Engenharia Civil Campus do Agreste, Licenciatura em Ciências Biológicas e Licenciatura em Educação Física do Campus de Vitória do Santo Antão, da Universidade Federal de Pernambuco, fazendo um parâmetro da nota no ENADE ao tipo de escola, particular ou pública, que o estudante frequentou no Ensino Médio e a forma de ingresso ao curso sem ou por cota. Tendo em vista que as maiores notas do ENEM estão para as escolas particulares, como hipótese alternativa, os oriundos de escolas particulares tem melhor desempenho no ENADE. A pesquisa busca responder se o tipo de escola que o estudante frequentou no Ensino Médio e a forma de ingresso interferem no desempenho do ENADE. A pesquisa se caracteriza como descritiva, comparativa e exploratória com o uso de dados secundários extraídos dos Relatórios de Curso do ENADE disponibilizados pelo INEP. Nos cursos avaliados observou que os estudantes oriundos de escolas particulares que em sua maioria são classificadas com melhores notas no ENEM, não necessariamente refletem o mesmo desempenho nas provas do ENADE. Comparando os três cursos, apesar de estarem em cidades diferentes e serem de áreas de conhecimento diferentes, os resultados mostram que os cotistas obtêm médias acima da concorrência geral.

Palavras-chave


ENADE, ENEM, Escola pública, Escola privada

Texto completo:

PDF

Referências


ARAGÃO, J. E. de O. S.; BERTAGNA, R. H. Políticas Públicas de Avaliação do Ensino Superior: tateando um conceito de qualidade da educação. Revista NUPEM, Campo Mourão, v. 4, n.7, p. 237- 248, ago./dez. 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Lei Nº 10.861, de 14 de abril de 2004. Diário Oficial da União nº 72, Brasília, 15 de abril de 2004, Seção p 1, P. 4686). Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES, e dá outras providências. Disponível em: http://download.inep.gov.br/educacao_superior/avaliação _institucional/legislacaonormas/2017/decreto_N_9235_15122017.pdf. Acesso em: 06 set 2019.

______. Lei Nº 12.711, de 29 de agosto de 2012. Dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências. Brasília, DF: 2012. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12711.htm. Acesso em: 04 jun. 2019.

BRUYNE, P.; HERMAN, J.; SHOUTHEETE, M. Dinâmica da pesquisa em ciências sociais: os pólos da prática metodológica. Rio de Janeiro: F. Alves, 1977.

CARMO, E. F.; CHAGAS, J. A. S.; FIGUEIREDO FILHO, D. B.; ROCHA, E. C. Políticas públicas de democratização do acesso ao ensino superior e estrutura básica de formação no ensino médio regular. Rev. Bras. Estud. Pedagog. [online]. 2014, vol.95, n.240, pp.304-327. ISSN 2176- 6681. http://dx.doi.org/10.1590/S2176-66812014000200004. Acesso: 10 jun 2019.

CHIZZOTTI, A. Pesquisa em Ciências Humanas e Sociais. 10ª ed. São Paulo: Cortez, 2009. GRIBOSKI, C. M. O ENADE como indutor da qualidade da Educação Superior. Est. Aval. Educ. São Paulo. V.23, n.53, p.178-195, set./dez. 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores: