Florestan Fernandes e Theotônio dos Santos: apontamentos sobre o capitalismo dependente e o fascismo na América Latina

Itamá Winicius do Nascimento Silva

Resumo


Diante do centenário do sociólogo Florestan Fernandes, busco instigar uma discussão de como suas ideias se aproximam da chamada Teoria Marxista da Dependência. Apesar da oposição entre esses marxistas e algumas figuras da Sociologia Uspiana, como Fernando Henrique Cardoso, defendo uma aproximação entre Florestan e esses autores no tocante à análise do desenvolvimento capitalista na América Latina e no Brasil. Sendo assim, busco analisar as aproximações entre Florestan e Theotônio dos Santos no tocante a origem, desenvolvimento, expressão e superação do fascismo na realidade latino-americana. O diálogo entre esses dois autores, traz consigo fecundas e atuais discussões sobre conceitos caros ao Pensamento Social Brasileiro como capitalismo dependente, imperialismo, socialismo e, claro, fascismo.


Palavras-chave


Pensamento Social Brasileiro; Florestan Fernandes; Theotônio dos Santos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Itamá Winicius do Nascimento Silva