Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Revista Brasileira de Geografia Física é um periódico bimestral de divulgação científica, iniciada em 2008 da Universidade Federal de Pernambuco. Artigos técnico-científicos, Revisões de literatura e Notas científicas a serem publicados na Revista devem ser originais, e de relevância para a Geografia Física e meio ambiente. A Comissão Editorial abre exceção apenas para trabalhos apresentados em Congressos sob a forma de resumos simples.

 

Políticas de Seção

Climatologia e Meteorologia

Publica artigos, revisões de literatura e notas na área de climatologia e meteorologia.

Editores
  • Zilurdes Lopes
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Estudos Ambientais

Publica artigos, revisões de literatura e notas na área de estudos desenvolvidos em diferentes ambientes.

Editores
  • Marcelo Moura-Fé
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Ciências Sociais e Ambiente

Publica artigos, revisões de literatura e notas na área de Ciências Sociais e o ambiente.

Editores
  • Joelmir Marques da Silva
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto

Publica artigos, revisões de literatura e notas na área de geoprocessamento e sensoriamento remoto.

Editores
  • Emanuel Silva
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Hidrogeografia e Recursos Hídricos

Publica artigos, revisões de literatura e notas na área de hidrogeografia e recursos hídricos.

Editores
  • Josiclêda Galvíncio
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Notas Científicas

Editores
  • Weronica Souza
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Biogeografia e Geoecologia da Paisagem

Editores
  • Diógenes Costa
  • Eduardo Lima
  • Bartolomeu Souza
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os trabalhos enviados ao site da Revista devem seguir rigorosamente as normas de publicação. Se estiverem adequados a estas normas serão encaminhados aos revisores que atuem na mesma área de especialização. Para isso, o site da Revista possui um software que cadastra informações sobre todos os sócios e gerencia a tramitação dos trabalhos. Após receber de volta os pareceres dos Revisores, a secretaria da RBGF envia o artigo a um Editor Assistente com o perfil adequado ao conteúdo do material. A ele cabe também avaliar o artigo,  aceitando-o como foi apresentado pelos autores, o que raramente acontece, ou devolvendo-o para que as correções sugeridas sejam efetuadas, o que pode ocorrer mais de uma vez. A Comissão Editorial pode ainda recusar a publicação quando o trabalho não apresentar os méritos necessários. Os artigos científicos aceitos para publicação, depois de editorados, são enviados aos autores na forma de prova tipográfica para avaliação, via internet. A última versão apresentada deve ser devolvida à secretaria para publicação.

 

Periodicidade

A periodicidade  é bimestral Os itens da revista são publicados individualmente, adicionando-se os mesmos ao sumário atual quando prontos. 

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público, proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. This journal uses the LOCKSS system to create a distributed file system between participating libraries and allows them to create permanent journal files for preservation and restoration.

Edições preservadas:

https://periodicos.ufpe.br/revistas/rbgfe/gateway/lockss

 

Princípios de transparência e boas práticas na publicação

Indexada ao Directory of Open Access Journals (DOAJ, http://www.doaj.org/) A RBGF está empenhada em cumprir altos padrões de comportamento ético em todas as etapas da publicação, que segue os princípios de transparência e de boas práticas na publicação de acordo com o COPE (Committee on Publication Ethics). Uma organização que fornece conselhos e recursos sobre todos os aspectos da ética de publicação de conteúdo científico, como impasses autorais, conflitos de interesse, diretrizes para lidar com más condutas e demais questões que garantem a boa relação de produção e publicação da informação. Portanto, com o intuito de manter os padrões morais de uma revista científica ascendente, a RBGF recomenda aos leitores, autores, avaliadores e editores de área a leitura do documento sobre Boas Práticas na Publicação Científica (https://publicationethics.org/files/u7141/1999pdf13.pdf). Além disso espera-se que os mesmos verifiquem as Instruções para contribuintes da revista antes da submissão e quaisquer recursos relativos aos padrões éticos mencionados.

 

Critérios Éticos sobre Plágio e Retratação

A Revista Brasileira de Geografia Física possui o compromisso de contribuir, através da publicação ampla e gratuita de artigos científicos de pesquisas em Climatologia, Ciências sociais, Geoprocessamento, Sensoriamento remoto entre outros, oferecendo conteúdo em português e inglês, promovendo difusão a nível mundial. Para tal a revista adota uma posição neutra, com relação às publicações, fazendo da mesma um veículo de divulgação de pesquisas e incentivo à discussão de tópicos pertinentes respectivos às ciências ambientais, sem ater-se a questões políticas, religiosas ou quaisquer outros tópicos potencialmente controversos.

O ato de publicar um artigo científico demanda grande dedicação, responsabilidade e envolvimento da equipe multidisciplinar de editores especializados. Cada membro tem um papel importante no processo de avaliação e correção, com diversas obrigações para atender os padrões éticos esperados em todas as etapas, desde a submissão até a publicação do artigo.

O autor, por sua vez, tem a responsabilidade de creditar os indivíduos que significativamente contribuíram para a concepção do trabalho. Logo cada autor, deve ter a capacidade e a competencia de defender publicamente o trabalho submetido. Os casos de Plágio ocorrem quando um indivíduo utiliza o trabalho de um outro sem seu consentimento ou sem creditá-lo corretamente. O plágio pode ocorrer de forma literal, onde é feita a cópia direta palavra por palavra do conteúdo alheio, ou pode também ocorrer quando o texto é parafraseado, logo não são utilizadas as mesmas palavras, mas o conteúdo geral é o mesmo.

1. Questões Éticas

Responsabilidades dos editores

Lidar com as submissões de forma equilibrada, objetiva e justa, levando em conta apenas o mérito acadêmico. Desconsiderando por completo questões discriminatórias referentes a gênero, religião, política, etnia, geográfia, ou de qualquer outra natureza.

Adotar e seguir rigorosamente procedimentos apropriados no caso de queixas com relação a ética. Dar sempre aos autores a oportunidade de responder a qualquer tipo de reclamação e desentendimento.

Todas as queixas devem ser minunciosamente investigadas, independente da data de publicação, assim como toda documentação associada ao caso deve ser preservada, para elucidação de qualquer impasse.

Responsabilidades dos autores

Garantir que todo conteúdo do artigo seja original e de sua autoria. Manter registros fieis dos dados associados aos artigos submetidos e prover acesso a esse conteúdo, caso requisitado.

Deixar a revista ciente no caso de o artigo já ter sido publicado anteriormente, parcialmente ou na íntegra. Mais informações verificar Diretrizes para Autores.

Declarar eventuais conflitos de interesse, como por exemplo num caso de concorrência real ou aparente que exerça influência sobre suas funções no processo de publicação.

Prontamente notificar o editor da revista no caso da verificação de um erro, cooperando com uma errata, adenda, retificação ou alguma outra forma de correção.

 

2. Procedimentos para lidar com comportamento antiético

Identificação

Caso sejam identificados, má conduta e comportamentos antiéticos, podem ser apontados ao editor da revista a qualquer momento e por qualquer pessoa. Verificar queixas dos autores.

No caso da denuncia de comportamento antiético se faz necessário fornecer provas da mesma, com informação suficiente que evidencie a má conduta, para que se inicie uma investigação. Todas as alegações são consideradas, até que uma decisão ou conclusão bem-sucedida seja alcançada.

Investigação

O editor da revista vai reunir as evidências fornecidas, consultar seus associados, caso julgue necessário, e realizar uma análise do caso, evitando espalhar alegações além daqueles que precisam saber.

Violações

Em um caso leve de má conduta, o autor será notificado e será discutida uma solução.  Se tratando de um caso grave, o editor, em consulta com sua equipe, deve tomar a decisão de envolver ou outros indivíduos, examinando os próprios elementos de prova disponíveis para chegar a uma solução.

Resultados

Informar o autor ou editor onde parece haver um mal-entendido ou má aplicação das normas (podendo tornar-se mais enfática, caso recorrente).

Publicação de um aviso formal detalhando de falta de conduta.

Remoção formal da publicação da revista, em conjunto com resumo, informações de autoria, departamento, serviços, etc.

Imposição de um embargo formal às contribuições de um indivíduo por um período definido.

Comunicação do caso e resultado para uma organização profissional ou autoridade superior para maior investigação e ação.

 

Digital Object Identifier (DOI)

O Digital Object Identifier (DOI) é um número aplicado a qualquer forma de propriedade intelectual (livro, periódico, artigo, resenha, capítulo de livro, imagem, anais, autor entidade, autor individual...) publicada em versão impressa ou eletrônica, comercial ou não. É um sistema para localizar e acessar materiais na web, sobretudo publicações em periódicos e obras protegidas por copyright, muitas das quais localizadas em bibliotecas virtuais.

 

Administração da Universidade Federal de Pernambuco

A instituição Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) é uma das melhores universidades do País, em ensino (graduação e pós-graduação) e pesquisa científica, sendo a melhor do Norte-Nordeste, segundo avaliações dos Ministérios da Educação (MEC) e de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). As avaliações levam em consideração, para a graduação, os índices de desempenho dos alunos no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), a estrutura das instituições e o investimento em professores e nos cursos, reunidos agora no Índice Geral de Cursos (IGC), e da titulação e produção científica dos professores da pós-graduação – pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), estas duas avaliações do MEC. Nos últimos anos, com apoio do Governo Federal, a UFPE expandiu a sua atuação – hoje são três campi, localizados no Recife, em Vitória de Santo Antão e em Caruaru – e ampliou sua interação com a sociedade, criando novos cursos em atendimento a demandas sociais e econômicas, aumentando vagas em cursos tradicionais e oferecendo oportunidades focadas no novo cenário econômico do Estado. A UFPE reúne mais de 40 mil pessoas, entre professores, servidores técnico-administrativos e alunos de graduação e pós-graduação, distribuídos em três campi: Recife, Caruaru e Vitória de Santo Antão. A universidade possui 100 cursos de graduação presenciais regulares, sendo 83 cursos de graduação no campus Recife, 11 em Caruaru e seis em Vitória de Santo Antão. Além da excelência de seus recursos humanos, a Universidade se destaca por sua infraestrutura física, que está em franca expansão. No Campus Recife, são mais de 40 prédios, entre eles a Reitoria, nove Centros Acadêmicos, oito Órgãos Suplementares, Centro de Convenções, Concha Acústica, Clube Universitário, Creche, Casas dos Estudantes Masculina e Feminina e o Restaurante Universitário. Fora do campus, no Recife, encontram-se o Centro de Ciências Jurídicas, o Núcleo de Televisão e Rádios Universitárias, o Centro Cultural Benfica, o Memorial de Medicina e o Núcleo de Educação Continuada. No Interior, estão o Centro Acadêmico do Agreste, em Caruaru, e o Centro Acadêmico de Vitória de Santo Antão, localizado na Zona da Mata Norte. Atualmente, são oferecidos 128 cursos de pós-graduação stricto sensu (sendo 69 Mestrados Acadêmicos, dez Mestrados Profissionais e 49 Doutorados), além de 54 cursos de pós-graduação lato sensu - especializações. A Universidade manteve o conceito 4, pelo sétimo ano consecutivo, no Índice Geral de Cursos (IGC) e conseguiu o índice de 3,7468 no IGC contínuo, calculado com base no CPC e na nota Capes dos cursos da pós-graduação, sendo o maior IGC contínuo já obtido pela UFPE desde que o índice foi criado em 2007. Ao todo, foram avaliados 42 cursos no Enade e 38 obtiveram conceito CPC, sendo quatro cursos com conceito 5, 17 cursos com conceito 4, 16 cursos com conceito 3 e um curso com conceito 2.

UFPE é a oitava melhor universidade do País em número de grupos de pesquisa, totalizando 656 grupos de pesquisa na Universidade, que representam 1,9% do total nacional. Do total de 4.030 pesquisadores da UFPE, 3.153 são doutores. Ao todo, foram inventariados 35.424 grupos de pesquisa no país. Nas últimas avaliações realizadas pelo CNPq, a UFPE registrou um aumento do número de grupos cadastrados, passando de 164, em 1997, para 273, em 2000; chegando a 334, em 2002. Em 2004, havia 354 grupos de pesquisa na Universidade. Em 2006, havia 387 grupos de pesquisa. Em 2008, eram 464 grupos de pesquisa. Em 2010, eram 523 grupos. Reitor Professor Anísio Brasileiro de Freitas Dourado Telefone: (81) 2126.8001 - 2126.8002 e-mail: gabinete@ufpe.br Secretária do Reitor Clédia Rita Ribeiro Teixeira Telefone: (81) 2126.8001 - 2126.8002 Vice-Reitor Professora Florisbela de Arruda Camara e Siqueira Campos Telefone: (81) 2126.8001 / 8002 / 8608 e-mail: gabinete@ufpe.br Pró-Reitorias PDF Print E-mail Pró-Reitoria para Assuntos Acadêmicos (Proacad) Pró-Reitor: Paulo Savio Angeiras de Goes E-mail: proacad@ufpe.br Pró-Reitoria para Assuntos de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesq) Pró-Reitor: Ernani Rodrigues de Carvalho Neto E-mail: proreitor.propesq@ufpe.br Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proexc) Pró-Reitora: Maria Christina de Medeiros Nunes E-mail: proext@ufpe.br Pró-Reitoria de Gestão Administrativa (Progest) Pró-Reitora: Niedja Paula S. Veras de Albuquerque E-mail: niedja.albuquerque@ufpe.br Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas e Qualidade de Vida (Progepe) Pró-Reitora: Sonia Maria Medeiros de Menezes E-mail: progepe@ufpe.br Pró-Reitoria de Planejamento, Orçamento e Finanças (Proplan) Pró-Reitor: Thiago José Galvão das Neves E-mail: thiago.neves@ufpe.br Pró-Reitoria para Assuntos Estudantis (Proaes) Pró-Reitor: Ana Maria Santos Cabral E-mail: amsc@ufpe.br Pró-Reitoria de Comunicação, Informação e Tecnologia da Informação (Procit) Pró-Reitor: Décio Fonseca E-mail: decio@ufpe.br.

 

Comissão de Ética da UFPE

Site com todas as informações da comissão de Ética https://www.ufpe.br/cet/ Regimento da Comissão de Ética da UFPE Resolução nº 10, de 29 de Setembro de 2008 —Ficam aprovadas, na forma desta Resolução, as normas de funcionamento e de rito processual, delimitando competências, atribuições, procedimentos e outras providências no âmbito das Comissões de Ética instituídas pelo Decreto nº 1.171, de 22 de junho de 1994, com as alterações estabelecidas pelo Decreto nº 6.029, de 1º de fevereiro de 2007. CAPÍTULO I Decreto nº 1.171, de 22 de Junho de 1994 —Aprova o Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal. Decreto nº 6.029, de 1º de Fevereiro de 2007 —Institui Sistema de Gestão da Ética do Poder Executivo Federal, e dá outras providências. Decreto n° 4.187, de 8 de Abril de 2002 - Regulamenta os arts. 6o e 7o da Medida Provisória no 2.225-45, de 4 de setembro de 2001, que dispõem sobre o impedimento de autoridades exercerem atividades ou prestarem serviços após a exoneração do cargo que ocupavam e sobre a remuneração compensatória a elas devida pela União, e dá outras providências. Lei nº 8.112, de 11 de Dezembro de 1990 —Dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais. Lei nº 8429, de 2 de Junho de 1992 —Dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional e dá outras providências. Lei nº 9.784, de 29 de Janeiro de 1999 —Regula o processo administrativo no âmbito da Administração Pública Federal Lei 12.813, de 16 de Maio de 2013 - Dispõe sobre o conflito de interesses no exercício de cargo ou emprego do Poder Executivo federal e impedimentos posteriores ao exercício do cargo ou emprego; e revoga dispositivos da Lei no 9.986, de 18 de julho de 2000, e das Medidas Provisórias nos 2.216-37, de 31 de agosto de 2001, e 2.225-45, de 4 de setembro de 2001. Código de Conduta da Alta Administração Federal.

 

Licença Creative Commons- Licensing: CC BY

Só é permitido o download dos trabalhos publicados e o compartilhamento desde que atribuam crédito ao(s) autor(es), mas sem que possam alterá-los de nenhuma forma ou utilizá-los para fins comerciais.

 

Taxa de publicação

A RBGF cobra taxa de publicação após o artigo ser aceite. Não há cobrança de taxas de submissão e nem de avaliação dos textos. Informações sobre os procedimentos para pagamento da taxa de publicação pode ser vista no link abaixo: https://periodicos.ufpe.br/revistas/rbgfe/announcement/view/335

 

Normas da RBGF

Todas as diretrizes para autores podem ser encontradas no link abaixo: http://periodicos.ufpe.br/revistas/rbgfe/about/submissions#authorGuidelines

 

Periodicidade

A RBGF publica seis números no ano. Ou seja, possui periodicidade bimensal.

 

Denuncias de más praticas nas publicações

Qualquer usuário pode denunciar más praticas nas publicações da RBGF enviando e-mail para: josicleda@gmail.com. Exemplos:plagios.

 

Queixas dos autores

Os autores podem enviar suas queixas para: josicleda@gmail.com.

 

Fontes de receita

A UFPE dá todo o apoio institucional a Revista Brasileira de Geografia Física. No entanto, o autor precisa pagar taxas.

 

Indexadores

WorldCat

 
 
 
 
 
 
Sumários.org
SUMÁRIOS.ORG: http://www.sumarios.org
 
 
 
 
DRJI
 
 
 
 
DOAJ
 
 
 
 
BASE