PROPOSTA DE MANEJO SUSTENTÁVEL PARA O COMPLEXO ESTUARINO-LAGUNAR MUNDAÚ MANGUABA/AL

Djane Fonseca Silva, Francisco de Assis Salviano Sousa

Resumo


A avaliação de impactos ambientais constitui um instrumento da política ambiental capaz de assegurar a realização de um exame sistemático dos possíveis impactos ambientais decorrentes de uma determinada ação, bem como de suas alternativas. Esse trabalho teve como objetivo revelar ao público e aos responsáveis pela tomada de decisão os resultados levantados, com ênfase nas possíveis conseqüências que a referida ação degradante pode gerar. Os principais impactos detectados resultantes de ações degradantes foram: Deposição de sedimentos, assoreamento, antropização da paisagem, poluição hídrica, desmatamento, erosão e diminuição da biodiversidade. Como forma de amenizar esses impactos foram sugeridas: Macrodrenagem, monitoramento da qualidade hídrica, plantio de espécies arbóreas nativas, reintrodução de espécies nativas, planejamento urbano e turístico, projetos de educação ambiental, deslocamento de indústrias, plantios e construções e controle da especulação imobiliária.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v1.2.p78-94



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License