MANEJO DE RIOS DEGRADADOS: UMA REVISÃO CONCEITUAL

Luiz Carlos da Silva

Resumo


Este estudo se fundamenta no levantamento e análise das bases conceituais de manejo de rios degradados estabelecidas em diferentes propostas metodológicas, as quais se caracterizam por não serem estritamente fundamentadas em obras de “engenharia pesada”, mas sim em aspectos da dinâmica fluvial, nos processos geomorfológicos presentes na bacia hidrográfica, nas especificidades dos ecossistemas envolvidos e nos contextos socioambientais da região na qual estão inseridos. Ele tem como proposta fornecer subsídios aos Comitês de Bacias Hidrográficas na implementação de seus planos de gestão de recursos hídricos, no que diz respeito aos programas e/ou projetos destinados a minimizar ou reverter a atuação dos elementos e processos identificados na degradação dos sistemas hídricos.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v3.1.p23-32



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License