Variabilidade do Processo de Descarga de Água de Degelo Glacial para o Ambiente Glacimarinho da Enseada Martel, ilha Rei George, Antártica (Variability of Water Discharge Process of Melting Ice Environment Glacimarinho of Martel Inlet, Rei George...)

Kátia Kellem da Rosa, Rosemary Vieira, Jefferson Cardia Simões

Resumo


A liberação da água estocada no sistema glacial depende da variabilidade da descarga de água de degelo pelas geleiras para o ambiente glacimarinho. Com o processo de retração das geleiras, torna-se importante o monitoramento destes processos. Neste trabalho, a dinâmica hidrológica de geleiras que drenam para a enseada Martel, ilha Rei George, Shetlands do Sul, Antártica, foi investigada através de informações do aporte de água de degelo para o ambiente glacimarinho. Foram realizadas mensurações de vazão no canal proglacial da geleira Wanda e análises da distribuição espacial dos fluxos de água de degelo das geleiras que drenam para a enseada através de técnicas de processamento de imagem ASTER. Resultados demonstram que esses processos liberam um grande fluxo de água de degelo dentro da circulação estuarina, tanto por fluxos em canais proglaciais, provenientes da fusão de geleiras de término terrestre, quanto das geleiras de maré. Esses podem refletir a variabilidade climática evidenciada na área de estudo. Dados demonstraram que há uma correlação direta entre a variabilidade da descarga de água de degelo, a profundidade do perfil do canal proglacial e o aumento da temperatura média do ar local. Assim, o uso desta metodologia possui potencial para o uso no desenvolvimento de modelos de monitoramento da variabilidade dos processos de estocagem de água de degelo. Flutuações nos fluxos de água de degelo podem acarretar mudanças ambientais na dinâmica glacial, na produção de sedimentos glaciais, no nível médio local do mar e nos níveis de salinidade no ambiente glacimarinho.

Palavras chaves: estocagem hídrica, mudanças ambientais, descarga de água de degelo, ambiente glacimarinho, canais proglaciais 

 

Variability of Water Discharge Process of Melting Ice Environment Glacimarinho of Martel Inlet, Rei George Island, Antarctica 

 

ABSTRACT

The release of water storage in glacial system depends on meltwater discharge variability by glacimarine environment. With the glacial retreat, the monitor these processes become relevant for glaciological studies. In this work, the hydrological dynamic of the glaciers with flow for Martel inlet, King George Island, South Shetlands, Antarctica, was investigated through of meltwater contribution date for glacimarine environment. Was performed discharge measurements in proglacial channel at Wanda glacier and analyzed the spatial meltwater contribution of the glaciers in inlet through Aster image processing techniques. Results show that these processes release significantly meltwater flow for Martel inlet by proglacial channels, provided for proglacial terminus glaciers, and tidewater glaciers. These processes can be consequence of climatic variability evidenced in study area. Date show the correlation between the meltwater discharge variability, the proglacial channel profile depth and the air temperate increase. Thus, the application of methodology has potential for variability glacial water storage monitoring studies. Meltwater discharge fluctuations can provide environmental changes in glacial dynamic, glacial sediment yield, level sea and salinity levels in study area.

Keywords: water storage, environmental change, melting water discharge, glacimarine environmental, proglacial channel


Palavras-chave


estocagem hídrica, mudanças ambientais, descarga de água de degelo, ambiente glacimarinho, canais proglaciais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5935/1984-2295.20110030



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License