Problemática Ambiental dos Rios Urbanos: Vulnerabilidades e Riscos nas Margens do Riacho da Prata na Cidade de Lajedo-PE (Environmental Problems of Urban Rivers: Vulnerabilities and Risks on the Banks of the Silver Creek in the City of Lajedo-PE)

Julio César Félix da Silva, Clélio Cristiano dos Santos

Resumo


A produção do espaço urbano em bacias hidrográficas constitui a problemática ambiental dos rios urbanos, já que os rios são negados pela expansão da malha urbana na medida em que suas margens são ocupadas arbitrariamente. Trata-se de um tema de interesse para os pesquisadores que se dedicam ao estudo da urbanização, processo que quase sempre é marcado por sérios problemas ambientais. Diante desse contexto, a ideia desta pesquisa é analisar a problemática ambiental urbana decorrente da ocupação irregular das margens do Riacho da Prata, visando identificar sua origem, as áreas de vulnerabilidade socioambiental e os possíveis riscos ambientais para moradores ribeirinhos da cidade de Lajedo – PE. Esta pesquisa parte de um viés crítico dialético, através da pesquisa documental, bibliográfica, histórica e de campo. Ao final da pesquisa constatou-se que o Riacho da Prata foi negado pelo processo de crescimento urbano alavancado desde a década de 1960, e por isso se encontra sem vegetação ciliar, assoreado e poluído. Enquanto a população residente em suas margens, isto é, em áreas de risco ambiental, onde desenvolve diversas práticas sócio-espaciais que degradam o rio, e que ao mesmo tempo podem comprometê-las nos que se refere à saúde: são elas: criação de animais, crianças brincando nas margens do rio, acúmulo de lixo nas margens e/ou no leito do rio, dentre outras. Além disso, percebeu-se que as comunidades mais pobres são mais vulneráveis aos riscos ambientais, tanto pela escassez de infra-estrutura básica, como pela menor capacidade de se proteger contra algum desastre, como uma inundação.

Palavras - chave: Problemática ambiental, Rios urbanos, Riacho da Prata, Vulnerabilidade, Risco Ambiental.

 

Environmental Problems of Urban Rivers: Vulnerabilities and Risks on the Banks of the Silver Creek in the City of Lajedo-PE

 

ABSTRACT

The production of urban space in watersheds is the environmental issue of urban rivers, as the rivers are denied by the expansion of the urban fabric in that its banks are occupied arbitrarily. This is a topic of interest to researchers who are dedicated to the study of urbanization, a process that is often marked by serious environmental problems. In this context, the idea of this research is to analyze the environmental problems caused by urban irregular occupation of the shores of Silver Creek, to identify their origin, areas of environmental vulnerability and potential environmental risks to residents bordering the city of Lajedo - PE. This research starts from a critical dialectical bias through desk research, literature, and historical field. At the end of the study it was found that the Silver Creek was denied by the process of urban growth leveraged since the 1960s, so it is no riparian vegetation, silted and polluted. While the resident population on its banks, that is, in areas of environmental risk, which develops various socio-spatial practices that degrade the river, and at the same time may compromise them in relation to health: they are: creating animals, children playing on the banks of the river, accumulation of garbage in the margins and / or in the riverbed, among others. Moreover, it was noticed that the poorest communities are more vulnerable to environmental risks, both by the lack of basic infrastructure, such as poorer ability to protect against a disaster, like a flood.

Keywords: Environmental Issues, Urban Rivers, Silver Creek, Vulnerability, Environmental Risk.


Palavras-chave


Problemática ambiental, Rios urbanos, Riacho da Prata, Vulnerabilidade, Risco Ambiental

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v5.3.p488-508



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License