Avaliação Geoquímica da Variabilidade das Concentrações de Molibdênio Distribuídas em um Perfil Pedológico na Bacia do Rio Tatuoca, Ipojuca-Pernambuco (Geochemistry of Variability Assessment of Concentrations of Molybdenum Distributed in a Pedological...)

Ivaneide Oliveira Santos, Enjolras de Albuquerque Medeiros Lima, Edmilson Santos de Lima, José Geilson Alves Demetrio

Resumo


A bacia hidrográfica do rio Tatuoca faz parte do grupo de pequenos rios litorâneos do Estado de Pernambuco e na sua área de drenagem encontra-se o Complexo Industrial Portuário de Suape - CIPS. O estudo das concentrações de elementos-traço em solos é um importante instrumento na gestão ambiental do meio físico de bacias hidrográficas, uma vez que pode contribuir para diferenciar as concentrações de base geogênica e as contribuições antrópicas em sua área de drenagem. Dentro desse contexto, o estudo teve como objetivo identificar os agentes causadores da variação das concentrações médias do Mo ao longo de um perfil pedológico localizado na bacia do Rio Tatuoca. O perfil de solo foi coletado através de sondagem rotativa testemunhada, denominado CTP2, com 17 metros de profundidade. Este foi seccionado a cada 50 centímetros compondo um total de 34 amostras, que foram inicialmente preparadas no Laboratório de Preparação de Amostras do Departamento de Geologia da Universidade Federal de Pernambuco e posteriormente enviadas para análises químicas no Laboratório da Geosol (MG). Tais análises foram efetuadas por Espectrometria de Emissão Atômica (ICP-AES) para 29 elementos. Os resultados foram tratados estatisticamente através de análise multivariada (Análise de Componentes Principais) e por Fator de Enriquecimento. A base de dados foi gerada a partir das concentrações dos 16 elementos com as concentrações mais relevantes resultantes das análises das 34 amostras coletadas. A interpretação dos resultados estatísticos permitiu identificar alterações nas concentrações ao longo do perfil de solo estudado. Os resultados obtidos a partir da equação de Gresens para o Fator de Enriquecimento para Mo foi de 1,3 na seção mais superficial do solo, classificado como pouco enriquecido segundo alguns autores. Entretanto, os resultados dos valores absolutos obtidos através do ICP/AES para a seção mais superficial do perfil estudado, apresentaram concentração de 5,5 ppm, indicando um aumento pontual, levando em consideração a prevalência dos valores intermediários do perfil situados em torno de 0,5 ppm e do valor da camada mais basal de 3,4 ppm. Diante disto, pode-se afirmar que o valor absoluto de 5,5 ppm referente à seção superficial do perfil não o caracteriza como um perfil anômalo, uma vez que o fator de enriquecimento apresentou-se de forma moderada. Desta forma, a diferença que há entre os valores das amostras de superfície e das amostras que foram coletadas no intervalo que abrange a seção intermediária até a seção mais basal do perfil, indica uma alteração referente a eventos ambientais localizados, os quais podem ter inferido nestas concentrações de Mo apenas na seção superficial (até 1,5m de profundidade). Os eventos ambientais marcantes ocorridos na área em questão estão relacionados primeiramente ao intenso cultivo da cana-de-açúcar, comumente associado ao uso de defensivos agrícolas por um grande período de tempo; Em segundo plano, outro grande evento marcante na área foi o processo de terraplanagem do solo, decorrente do Projeto de implementação da Refinaria Abreu e Lima e outros empreendimentos industriais circunvizinhos, culminaram na supressão vegetal. Desta forma, o aumento pontual das concentrações do Mo em uma profundidade de 0 a 0,5 está fortemente relacionado a atividades antrópicas de supressão vegetal e o uso por um longo período de tempo de defensivos agrícolas, o que, para alguns autores se classifica como anomalia significativa. Sendo assim, em solos com característica geogênica ácida, afetados por áreas industriais onde haja atividade que inferem maior intensidade no uso de compostos químicos associadas a intensa supressão vegetal merecem ser monitoradas, tendo em vista a possibilidade de um enriquecimento de moderado a alto de Mo, e possivelmente de outros elementos-traço.

 

 

The Tatuoca river basin belongs to the group of small coastal rivers of the State of Pernambuco and its drainage area is completely within the Suape Port Industrial Complex Suape - CIPS. The study of concentrations of trace elements in soils is an important tool in environmental management of the watershed, as it can contribute to differentiate between baseline geogenic concentrations from anthropogenic contributions in their catchment area. Within this context, the study aimed to characterize the trace elements geochemical variation in soils, in order to visualize possible anthropogenic contributions as well as support geochemical studies of active stream sediments in the Tatuoca river basin. soil profile was collected by percussion drilling, and named CTP4, with 17 meters deep. Both was cut every 50 cm for a total of 34 samples, which was initially prepared in Sample Preparation Laboratory, Department of Geology, Federal University of Pernambuco and later sent for chemical analysis at the Laboratory Geosol. These samples were analyzed by atomic emission spectrometry (ICP-AES) for 29 elements. The results were statistically analyzed by multivariate analysis (Principal Component Analysis) and Enrichment Factor. The database was generated from the concentrations of 16 trace elements resulting from analysis of 34 samples. The interpretation of statistical results allowed us to identify geochemical change in the soil profile studied. Lead presented an enrichment factor of 1.5, classified as slightly enriched according to some authors. However, in the most superficial layer of the profile studied, the absolute concentration of 5.5 ppm showed, indicating an increase timely, considering the prevalence of intermediate values of the profile around 0.5 ppm and the value of the basal layer 3.4 ppm.

 

 

Keywords: Pedologic soil, enrichment factor, Tatuoca basin, principal component analysis

 


Palavras-chave


solo residual, variabilidade geoquímica, Bacia do Rio Tatuoca, fator de enriquecimento, análise de componentes principais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v9.1.p237-249



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License