ESTUDO OBSERVACIONAL DA CONVECÇÃO DE MESOESCALA EM DIFERENTES SUPERFÍCIES NO ESTADO DO PARÁ (Study of mesoscale convection in different areas in Pará state)

Giordani Rafael Sodré, Maria Isabel Vitorino, Júlia Clarinda Paiva Cohen, Bergson Calcanti Moraes

Resumo


Este estudo se propõe realizar uma análise observacional dos sistemas convectivos de mesoescala circular (MCSC), visando identificar como as diferentes características da superfície interferem na gênese destes sistemas. Para alcançar este objetivo, a Amazônia oriental foi divida em quatro regiões distintas: região A (nordeste), região B (sudeste), região C (sudoeste), região D (noroeste), onde, com o uso de dados de sensoriamento remoto, foram selecionados os eventos e calculado a excentricidade, tamanho, tempo de vida e o horário preferencial de surgimento dos MCSC. Os resultados mostraram que as regiões A e D concentraram 66% da ocorrência de MCSC. O horário preferencial, de formação dos sistemas, sofre variação de acordo com as características da superfície local. Na região litorânea, os sistemas tendem a se formar no meio da tarde, com pico máximo no início da noite. Nas regiões mais distantes do litoral e de topografia elevada, os MCSC tendem a se formar no final da tarde com pico máximo no início da madrugada, foi observado como a topografia da região litorânea favorece a formação de sistemas convectivos. Contudo, o fator comum encontrado em todas as regiões foi à preferência dos sistemas pelas zonas de transição entre vegetação e áreas desmatadas, principalmente ao longo da região do Arco do Desmatamento.

 

 

A B S T R A C T

This study proposes to conduct an observational analysis of circular mesoscale convective systems (MCSC), to identify how the different surface characteristics influence the genesis of these systems. To accomplish this, the eastern Amazon was divided into four distinct regions: region A (northeast), region B (southeast) region C (southwest), D region (northwest), where, with the use of satellite images, the FORTRACC application and data technical CMORPH, we selected the events and calculated the eccentricity, size, lifespan and the preferred time of gênesis of MCSC. The results showed that regions A and D concentrated the 66% occurrence of MCSC. The preferred moment of formation of the systems suffers variation according to the local characteristics of the surface. In the coastal region, the systems tend to form in the middle of the afternoon, with maximum peak in the early evening. In the regions more distant of coastal and of high topography, the MCSC tend to form in the late afternoon with peak early in the morning. However, the common factor found in all regions was the preference of systems by transition zones between vegetation and cleared areas, especially along the Arc of Deforestation region.

Keywords: Mesoscale Convective System Circular, Topography, Eastern Amazon.

 


Palavras-chave


Sistema Convectivo de Mesoescala Circular, Tipo de cobertura do solo, Amazônia Oriental.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v8.5.p1281-1293



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License