Evolução da Linha de Costa da Praia do Iguape, Aquiraz, Ceará, Brasil (Evolution of the Shoreline of the Iguape Beach, Aquiraz, Ceará, Brazil)

Marisa Ribeiro Moura, João Capistrano de Abreu Neto

Resumo


Esta pesquisa buscou por meio de métodos diretos e indiretos analisar a evolução da linha de costa da praia do Iguape, no litoral do município de Aquiraz, identificando os processos erosivos atuantes na área no período de 2004 a 2012. Localizada a aproximadamente 28 km de Fortaleza, a praia do Iguape possui diversos usos, seja para atividades turísticas, seja para atividades tradicionais como a pesca por jangadas. Contudo, devido o aceleramento da urbanização e de áreas de lazer, iniciadas na década de 1970 em ambientes de faixa praial e campo de dunas, a paisagem local passou a mudar tornando este espaço geográfico um ambiente de tensão ambiental. Estas mudanças provocaram alteracões na morfodinâmica e hidrodinâmica da área, que passou a experimentar processos erosivos, atribuído ao recuo da linha de costa e a diminuição do suporte sedimentar com a ocupação de dunas. Por conseguinte, muros residenciais, barracas, restaurantes e estruturas de proteção foram destruídos pela ação das ondas na área. Diante disso, através de monitoramento da morfodinâmica e da hidrodinâmica e de estudos de geoprocessamento na análise de (re)ordenamento, caracterização física e processos de uso e ocupação do espaço, a presente pesquisa teve como objetivo caracterizar a evolução dos processos erosivos na praia do Iguape. A metodologia contemplou pesquisa bibliográfica, trabalhos de campo e laboratório utilizando materiais específicos e imagens aéreas dos anos de 2004, 2009 e 2011. Verificou-se que os problemas costeiros como o avanço do mar, fortes ondas, destruição de dunas móveis e a diminuição da faixa praial provocaram a erosão pontual que ocasionou na destruição dos estabelecimentos localizados na faixa praial e pós-praia, atingindo um recuo de média de -0,76 m/ano, acarretando no recuo de 6,08 m nos últimos oito anos.

 

 

 

A B S T R A C T

This research sought through direct and indirect methods to analyze the evolution of the shoreline Iguape Beach, on the coast of the municipality of Aquiraz, identifying erosion processes active in the area in the period of  2004 to 2012. Located approximately 28 km from Fortaleza, the Iguape beach  has many uses, whether for tourism activities, whether for traditional activities such as fishing by jangadas. However, due to the acceleration of urbanization and recreation areas, initiated in the 1970s in environments praial track and dune field, the local landscape began to change making this geographical space an environment of environmental stress. These changes led to changes in hydrodynamics and morphodynamics of the area, which is now experiencing erosion, attributed to the retreat of the shoreline and reduced sediment support because of the occupation of dunes. Therefore, residential walls, stalls, restaurants and protective structures were destroyed by wave action in the area. In front of this, monitoring the morphodynamic and hydrodynamic studies and GIS in the analysis of (re)planning, physical characterization and processes for use and occupation of space, the present study aimed to characterize the evolution of erosion on the Iguape beach. The methodology included literature research, field work and laboratory using specific materials and aerial imagery of the years 2004, 2009 and 2011. It has been found that problems such as the advancement of sea, strong waves, mobile dunes destruction and reduction the strip of beach caused the localized erosion which caused the destruction of outlets located in beach zone and post shore, reaching a mean decrease of -0.76 m/year, resulting in a decrease of 6.08 m in the last eight years.

Keywords: shoreline, geoprocessing, Iguape beach, use and occupation, erosion processes. 


Palavras-chave


linha de costa; geoprocessamento; praia do Iguape; uso e ocupação; processos erosivos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v7.1.p044-053



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License