Fluxo de Calor do Solo e Saldo de Radiação Dentro de uma Área de Mata Atlântica em Comparação com uma Área de Cana-de-Açúcar (Heat Flux and in the Soil and Radiation Balance Inside in Area of Atlantic Forest in Comparison with an Area of Sugarcane)

Rayonil Gomes Carneiro, Marcos Antonio Lima Moura, Roberto Fernando da Fonseca Lyra, Antônio Marcos Delfino de Andrade, Aurilene Barros dos Santos, Ruany Gomes Xavier Maia

Resumo


Este estudo buscou analisar a variação do fluxo de calor no solo (FCS) e do saldo de radiação (Rn) em uma área de floresta atlântica, e a diferença em relação a uma cultura de cana-de-açúcar. O fragmento de Mata Atlântica está localizado no município de Coruripe, Alagoas (10°00’37”S; 36°17’60”W; alt.160m). Estes dados foram obtidos através de uma torre micrometeorológica com altura de 26 m instalada dentro da floresta, correspondentes ao período de dezembro/2009 a agosto/2010. O segundo ambiente de estudo foi um cultivo de cana-de-açúcar (Saccharumofficinarum L.), variedade SP – 701143, localizado no município de Pilar, Alagoas (09°36’12”S, 35°53’46”W; alt. 107 m). Os dados meteorológicos foram obtidos através de uma estação meteorológica automática. Neste trabalho foram utilizados dados referentes ao período entre dezembro/1998 e agosto/1999. As chuvas descaracterizaram o perfil de FCS, que sempre apresentou máximos maiores durante os períodos secos e mínimos menores nos período chuvosos. A área de canavial apresentou valores de Rn e FCS muito maiores do que os ocorrentes dentro da Mata. O Rn foi cerca de 100 vezes maior, enquanto que FCS foi entre 10 e 20 vezes o valor encontrado na floresta.

Palavras-chave


Fluxo de calor no solo, saldo de radiação, floresta atlântica

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v6.3.p555-565



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License