Cobertura Vegetal no Estado de Pernambucano sob Distintos Regimes de Precipitação Pluvial (Vegetation Cover in Pernambuco State Under Distinct Pluvial Precipitation Regimes)

Milena Dutra Silva, Josiclêda Domiciano Galvíncio, Rejane Magalhães de Mendonça Pimentel, José Augusto Ribeiro da Silveira

Resumo


A cobertura da vegetação indica a quantidade de biomassa que recobre o solo é uma informação mais relevante que a densidade ou frequência dos indivíduos vegetais. A precipitação pluvial atua como regulador da dinâmica de ocupação vegetacional, influenciando na sua espacialização e densidade. Este estudo analisou o comportamento da cobertura vegetal em uma área do agreste pernambucano, em dois períodos distintos de concentração pluvial ao longo do ano, através de dados de acúmulo diário de precipitação para a distinção dos períodos. Imagens do satélite CBERS‑2/CCD, de épocas distintas, foram processadas e analisadas com técnica de componentes principais para detecção de mudanças (perda e/ou ganho de vegetação) na paisagem entre os períodos e estimado IVDN para a confirmação da presença e densidade da vegetação. O comportamento da vegetação mostrou relação linear com a precipitação, apresentando paisagem distinta entre os períodos de estiagem e posterior à máxima de precipitação pluvial.

Palavras-chave: paisagem; estiagem; vegetação; Brejo da Madre de Deus.


Palavras-chave


paisagem; estiagem; vegetação; Brejo da Madre de Deus

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5935/1984-2295.20140007



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License