Demanda Hídrica Bruta da Palma Forrageira em Cenários Futuros de Mudanças Climáticas no Estado de Pernambuco (Gross Water Demand of Forage Cactus on Future Scenarios of Climate Change in the State of Pernambuco)

Silvio André de Freitas Bezerra, Thieres George Freire da Silva, Luciana Sandra Bastos de Souza, Magna Soelma Beserra de Moura, José Florentino de Morais, Wellington Jairo da Silva Diniz, Maria Gabriela de Queiroz

Resumo


Objetivou-se avaliar a demanda de água de irrigação da palma forrageira em cenários futuros B2 e A2 de temperatura do ar, projeções dos níveis de precipitação pluviométrica e de dióxido de carbono (CO2) em Pernambuco. Foram utilizados 292 postos de observação de Pernambuco e Estados circunvizinhos com dados observados e estimados. Consideraram-se projeções de aumento e redução de 10 e 20% da precipitação pluviométrica em relação a normal climatológica local, associadas a dois cenários de mudanças climáticas (B2 e A2) das variáveis meteorológicas (temperatura máxima e mínima do ar), influenciando na duração do ciclo da cultura e a demanda atmosférica. Além disso, assumiu-se o efeito da concentração de CO2 na atmosfera, afetando em 22% a resistência estomática e 4% no índice de área de foliar da superfície de referência (gramada), e os seus efeitos foram extrapolados para a palma, por meio do coeficiente de cultura. O aumento da temperatura do ar em função dos cenários futuros de mudanças climáticas reduziu a duração do ciclo da palma forrageira (12,03% e 17,89% para os cenários B2 e A2, respectivamente). O aumento do déficit de pressão de vapor e da concentração de CO2 promoveram diminuição da evapotranspiração da palma (entre 2,44% e 4,67% e entre 2,88% a 4,90% nos cenários B2 e A2, respectivamente). Os cenários futuros de mudanças climáticas, B2 e A2, sob o efeito das diferentes simulações de precipitações pluviométricas, promoveram redução na necessidade hídrica bruta da palma forrageira em 20% dos cenários avaliados, com maior intensificação para o cenário A2.

 

 

ABSTRACT

Objective to evaluate the water demand for irrigation of forage cactos in future scenarios B2 and A2 of air temperature, rainfall and carbon dioxide levels (CO2) in State of Pernambuco. 292 observation posts of Pernambuco and surrounding States with observed and estimated data were used. Increased projections were considered and reduction of 10 and 20% of the rainfall about local normal climatological, associated with two climate change scenarios (B2 and A2) of the meteorological variables (maximum and minimum air temperature), influencing the duration of the crop cycle and atmospheric demand. In addition, it was assumed the effect of concentration of CO2 in the atmosphere, affecting in stomatal resistance 22% and 4% on leaf area index of the reference surface (grass), and their effects were extrapolated to the forage cactus, through the crop coefficient. The increase of air temperature in the light of the future scenarios of climate change has reduced the duration of the cycle of forage cactus (12.03% and 17.89% for the scenarios B2 and A2, respectively). The increase in vapour pressure deficit and CO2 concentration promoted decreased forage cactos evapotranspiration (2.44% and 4.67% among and between 2.88% 4.90% in the scenarios B2 and A2, respectively). The climate change future scenarios, B2 and A2, under the effect of the different simulations of rainfall promoted reduction in gross water need of forage cactos in 20% of the scenarios assessed, with greater intensification for scenario A2.

Key-words: A2 and B2 future scenarios. Carbon dioxide concentration. Evapotranspiration. Irrigation 


Palavras-chave


Cenários futuros B2 e A2; Concentração de dióxido de carbono; Evapotranspiração; Irrigação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v8.6.p1628-1643



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License