Análise de Condições Ambientais em Comunidades Ribeirinhas de Porto Velho, Rondônia, Brasil (Analysis of Environmental Conditions in Riverine Communities of Porto Velho, Rondônia, Brazil)

Carlos Alexandre Rodrigues Pereira, Mirko Severin Winkler, Sandra de Souza Hacon

Resumo


O interesse pela exploração econômica dos recursos ambientais na Amazônia revigorou o debate sobre as condições ambientais de grupos mais vulneráveis a modificações ambientais na região, como é o caso das comunidades ribeirinhas. Está sendo realizado um projeto de avaliação dos impactos à saúde humana decorrentes da instalação da usina hidrelétrica (UHE) Santo Antônio em Porto Velho, que incluiu em seus objetivos o estudo das condições ambientais de comunidades ribeirinhas, abordando os principais problemas que podem interferir na qualidade ambiental e na saúde dos ribeirinhos. O estudo das condições ambientais das comunidades ribeirinhas inseridas no referido projeto, visa à construção de um índice que refletisse os principais problemas ambientais da área em estudo. Foram construídos quatro indicadores que, agregados, formaram o índice de problemas ambientais: (i) vulnerabilidade a inundações, (ii) ocorrência de focos de queimadas, (iii) densidade populacional e (iv) distância da comunidade em relação à área urbana da cidade de Porto Velho. Foram utilizadas as técnicas de densidade Kernel e buffer. As análises e os mapas foram construídos no ArcMap10. Verificou-se que os maiores valores do índice ambiental incidiram sobre áreas com alta ocorrência de focos de queimadas, média distância da área urbana da cidade de Porto Velho, média vulnerabilidade a inundações e alta concentração de pessoas. Essas áreas poderiam ser priorizadas na alocação de medidas de gestão socioambiental. A análise espacial, da forma como foi realizada, favoreceu a verificação da variabilidade das condições ambientais dentro de cada comunidade, sem influência da divisão administrativa do território em estudo.

Palavras-chave


Análise espacial; Índice de Problemas Ambientais; Indicadores ambientais; Amazônia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v9.2.p440-455



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License