Extração Automática de Drenagem: uma Análise Comparativa a Partir de Diferentes Ferramentas e Bases de Dados (Draining automatic extraction: a comparative analysis of different from the tools and databases )

Reurysson Chagas de Sousa Morais, Marta Celina Linhares Sales

Resumo


A necessidade de planejamento e gerenciamento de bacias hidrográficas tem incitado pesquisa que buscam compreender sua dinâmica hidrológica. Em regiões que apresentam carência de mapeamento topográfico em grande escala, é comum o uso de modelos digitais de elevação (MDE) para extração automática da rede de drenagem, delimitação de bacias hidrográficas e obtenção de parâmetros hidrográficos e morfométricos. Diante deste cenário o presente trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência de duas ferramentas computacionais (Hydrology e TauDEM) e três bases de dados (SRTM, AGEDM e AW3D) para a extração de rede de drenagem e cálculo de parâmetros hidrográficos. Concluiu-se que o software TauDEM representa a melhor solução da extração de drenagem, pois minimiza a geração de drenagem retilínea e paralela em áreas de relevo plano. Dentre as bases de dados, a drenagem extraída dos dados AW3D apresentaram maior correspondência com drenagem de referência do IBGE. De modo geral, os parâmetros morfométricos calculados para a Bacia Hidrográfica do Alto Gurguéia (BHAG), a partir das três bases de dados selecionadas, não apresentaram diferenças significativas, indicando o potencial das ferramentas e bases de dados para análises hidrográficas de médias e grandes bacias. Em todo caso, recomenda-se a inspeção e correção manual da rede de drenagem ao aplicar qualquer método de extração automática, com o intuito de reduzir os erros decorrentes das limitações dos softwares.

 

 

A B S T R A C T

The need for planning and management of river basins has prompted research that seek to understand their hydrological dynamics. In regions with lack of topographic mapping on a large scale, it is common to use digital elevation models (DEM) for automatic drainage network extraction, delineation of watersheds and obtain hydrographic and morphometric parameters. Against this background the present study aimed to evaluate the efficiency of two computational tools (Hydrology and TauDEM) and three databases (SRTM, AGEDM and AW3D) for drainage network extraction and calculation of hydrographic parameters. It was concluded that the TauDEM software is the best solution drain extraction, because it minimizes the generation of rectilinear and parallel drainage in flat terrain areas. Among those databases, the drainage extracted of the AW3D data had higher correlation with the IBGE reference drainage. Overall, the morphometric parameters calculated for the basin of the Upper Gurguéia (BHAG), from the three selected databases, no show significant differences, indicating the potential of tools and databases for hydrographic analysis of averages and large basins. In any case, it is recommended to inspection and manual correction of the drainage network when applying any automatic extracting method, in order to reduce errors due to limitations of the software.

Keywords: Drainage Neytwork. Digital Elevation Model. Geoprocessing.

 


Palavras-chave


Rede de Drenagem; Modelo Digital de Elevação; Geoprocessamento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v9.6.p1849-1860



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License