Modelagem de variáveis dendrométricas em povoamentos florestais utilizando imagens de média resolução espacial (Modeling of biophysical variables in forest stands using medium spatial resolution images)

Elisiane Alba, Emanuel Araújo Silva, Juliana Marchesan, Letícia Pedrali, Rudiney Soares Pereira, Josiclêda Domiciano Galvíncio

Resumo


Objetivou-se avaliar as imagens Landsat 8/OLI na obtenção de estimativas do volume florestal e densidade populacional de plantios de E. grandis. Para tanto, utilizaram-se 42 unidades amostrais de povoamentos com 18 e 25 anos, mensurando-se os parâmetros dendrométricos Diâmetro à Altura do Peito (DAP), altura total e densidade de árvores. Foi realizada a correção radiométrica da imagem Landsat 8/OLI, obtendo a reflectância de superfície das bandas e índices de vegetação, a qual foi relacionada com as variáveis florestais, ajustando equações de estimativas por meio do método forward. Para os plantios com 18 anos, a equação ajustada explicou 87% da variabilidade do volume com as variáveis SAVI e NDVI presentes no modelo. A densidade populacional foi explicada pelo SR e DVI (R²=0,56). Aos 25 anos, o modelo contendo a banda do infravermelho próximo (B5) e o índice SR respondeu a 92% da variação total do volume florestal.  Nesta idade, a densidade populacional não apresentou correlação positiva. As propriedades espectrais da imagem apresentaram sensibilidade às variáveis dendrométricas, permitindo o monitoramento do desenvolvimento dos povoamentos florestais, justificando a aplicabilidade deste método.

 

 

 

A B S T R A C T

This study aims at evaluate Landsat 8/OLI images in obtaining of estimates of the volume and tree density in plantations E. grandis. Therefore, was used 42 sampling unities of stands with 18 e 25 years, measurand the dendrometric parameters Diameter at Breast Height, total height and tree density. Was performed the radiometric correction of the Landsat 8/OLI image, obtaining the surface reflectance of the bands and vegetation indexes, which was related with variables forestry, adjusting equation of estimates through of the method forward. For plantations with 18 years, adjusting equation explained 87% of the volume variability with the variables SAVI and NDVI present in the model. Already the population density was explained by indexes SR and DVI (R²= 0.56). At 25 years, the model containg the near infrared band (B5) and the SR index responded to 92% of the total variation of the volume forestry. This age, the population density showed no positive correlation. The spectral properties of the image demonstrated sensitivity to variables dendrometric, allowing the monitoring of the development of forest stands, justifying the applicability of this method.

Keywords: index vegetation, spectral reflectance, wood volume.

 

 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v9.6.p1969-1977



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License