Avaliação das estimativas de irradiação solar do BRAMS e desenvolvimento de uma técnica estatística de pós-processamento para o Norte do Brasil (Evaluation of solar irradiation estimates of the BRAMS and development of a statistical post-processing...)

Francisco José Lopes de Lima, Rodrigo Santos Costa, André Rodrigues Gonçalves, Ana Paula Paes do Santos, Fernando Ramos Martins, Enio Bueno Pereira

Resumo


Este trabalho propõe uma metodologia para obtenção de dados de irradiação solar incidente na superfície da região Norte do Brasil utilizando o modelo numérico regional de mesoescala BRAMS em conjunto com uma técnica de remoção de viés. Este tipo de solução se faz necessário em virtude dos erros sistemáticos inerentes às simulações, ocasionados, por exemplo, pela dificuldade na representação da variabilidade da cobertura de nuvens. A técnica estatística de remoção de viés foi desenvolvida utilizando dados observacionais de irradiação solar de estações meteorológicas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) operando na área de estudo ao longo do ano de 2009. Verificou-se que o modelo BRAMS é capaz de reproduzir satisfatoriamente os ciclos mensais e diários da irradiação solar, mas existe uma clara tendência de superestimar os valores em relação aos dados observados. A validação com dados de superfície mostrou que a técnica estatística de remoção do viés conseguiu reduzir significativamente estes erros, aproximando os valores simulados daqueles observados em superfície.

 

 

a b s t r a c t

This study presents a methodology to get surface incoming solar irradiation at the Brazilian Northern region by using the regional mesoscale model BRAMS together with a statistical correction for bias removal. This methodology is required to get solar irradiation forecasts due to the systematic errors in solar data provided by numerical simulations related to the cloud variability. The statistical technique proposed for bias removal was developed using observational data acquired at automated weather stations of operated by the Brazilian Institute of Meteorology (INMET)  in the study area for the whole year of 2009. The results showed that BRAMS model can simulate monthly and daily cycles of solar radiation satisfactorily, but there is a clear tendency to overestimate values when compared to the observational data. Validations from surface data showed that this statistical technique can significantly reduce these errors, approaching the simulated values to those observed in surface.

Keywords: Solar Energy, Solar Irradiation, BRAMS.

 

 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5935/1984-2295.20170005



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License