Qualidade das águas e hemerobia da bacia do córrego do Mineirinho, São Carlos, SP (Water quality and hemeroby of Mineirinho Stream basin, São Carlos, SP)

Fabio Leandro da Silva, Geisy Cândido da Silva, Ângela Terumi Fushita, Irineu Bianchini Junior, Marcela Bianchissi da Cunha-Santino

Resumo


O monitoramento limnológico auxilia no diagnóstico da qualidade dos recursos hídricos e pode ser utilizado como uma ferramenta de gestão ambiental, fornecendo subsídios para a tomada de decisão e no planejamento ambiental de bacias hidrográficas. A qualidade da água das nascentes e da foz do córrego do Mineirinho, localizado na área urbana do município de São Carlos, SP, foi avaliada por 11 variáveis limnológicas e pelo índice de qualidade da água, no período de cheia e de seca, sendo enquadrada como regular a ruim. Dentre os indicadores ambientais da água que apresentaram maior influência sobre sua qualidade, os coliformes fecais e a DBO5 foram os que mais contribuíram para a diminuição da qualidade da água nesse ambiente lótico. Tanto as variáveis limnológicas quanto o índice de qualidade da água se relacionaram com os elevados graus de hemerobia no entorno do córrego do Mineirinho, que caracteriza a área estudada com baixa capacidade de autorregulação e alta dependência do manejo humano para a manutenção de suas funções ecossistêmicas.

 

 

A B S T R A C T

The limnological monitoring can be used as an environmental management tool, since it assists the diagnosis of the quality of water resources providing support for decision-making and support the watershed environmental planning. Thus, the quality of the spring waters and the mouth of the Mineirinho stream (São Carlos, SP) were assessed by 11 limnological variables and the water quality index in both hydrological periods (rainy and dry); the quality was characterized as medium to bad. Among the environmental indicators of water that presented the greater influence on their quality, the fecal coliforms and BOD5 were the main contributors to the observed decline in water quality. Both limnological variables as the water quality index were related to the high levels of hemeroby in the adjacent surrounding of the stream Mineirinho that characterized the studied area as predominantly urban use.

Key words: limnological variables, land use and occupation, water quality index.


Palavras-chave


variáveis limnológicas, uso e ocupação da terra, índice de qualidade da água.

Texto completo:

PDF

Referências


Agência Nacional de Águas, 2016. GeoNetwork - o portal para informações e dados espaciais. Disponível: http://metadados.ana.gov.br/geonetwork/srv/pt/main.home?uuid=fe192ba0-45a9-4215-90a5-3fba6abea174. Acesso: 16 nov. 2016.

Ashbolt, N.J., Grabow, W.O., Snozzi, M., 2001. Indicators of microbial water quality. IWA Publishing, 289-316.

Abbt-Braun, G., Lankes, U., Frimmel, F.H., 2004. Structural characterization of aquatic humic substances - The need for a multiple method approach. Aquat. Sci. 66, 151.

APHA, American Public Health Association. AWWA. WPCF. American Water Works Association and Water Pollution Control Federation Standard methods for the examination of water and wastewater. Washington D.C., 1998.

Benini, R de. M., Martioli, C., Mendiondo, E.M., 2004. Uso de SIG Associado ao Método Racional para Previsão de Vazões na Bacia do Córrego do Mineirinho, São Carlos-SP. In: III Simpósio de Recursos Hídricos. 11p.

BRASIL. 1997. Lei nº 9.433, de 8 de janeiro.

CEPAGRI. Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas a Agricultura, 2014. Clima dos municípios Paulistas: a classificação climática de Köppen para o estado de São Paulo. Disponível: http://www.cpa.unicamp.br/outras-informacoes/clima-dos-municipios-paulistas.html. Acesso: 24 set. 2016.

CETESB. Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, 1978. Determinação de resíduos em águas - Método gravimétrico. Normalização Técnica L5.149. São Paulo.

CETESB. Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, 2009. Significado ambiental e sanitário das variáveis de qualidade das águas e dos sedimentos e metodologias analíticas e amostragem. Disponível: http://cetesb.sp.gov.br/aguas-interiores/wp-content/uploads/sites/32/2013/11/variaveis.pdf. Acesso: 16 fev. 2016.

CETESB. Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, 2014. Índices de qualidade da água. Disponível: http://www.cetesb.sp.gov.br/userfiles/file/agua/aguas-superficiais/aguas-interiores/documentos/indices/04.pdf. Acesso: 08 nov. 2014.

CONAMA. Conselho Nacional do Meio Ambiente, 2005. Ministério do Meio Ambiente. Resolução nº 357, de 17 de março.

Daniel M.H.B., Montebelo, A.A., Bernardes, M. C., Ometto, J.P.H.B., Camargo, P.B., Krusche, A.V., Ballester, M.V., Victoria, R.L., Martinelli, L. A. 2002. Effects of urban sewage on dissolved oxygen, dissolved inorganic and organic carbon, and electrical conductivity of small streams along a gradient of urbanization in the Piracicaba River basin. Water, Air and Soil Pollution 136, 189 - 206.

Descy, J. P., Leporcq, B., Viroux, L., François, C., Servais, P., 2002. Phytoplankton production, exudation and bacterial reassimilation in the River Meuse (Belgium). Journal of Plankton Research 24, 161-166.

Dornfeld, C.B., 2006. Utilização de Chironomus sp (Diptera, Chironomidae) para avaliação da qualidade de sedimentos e contaminação por metais. Dissertação (Doutorado). São Carlos, Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo.

ESRI. Environmental Systems Research Institute, 2013. ArcGIS for the desktop 10.2. California.

Fushita, A.T., 2011. Padrão espacial e temporal das mudanças de uso da terra e sua relação com indicadores da paisagem. Estudo de caso: bacia hidrográfica do médio rio Mogi-Guaçu superior (SP). Tese (Doutorado). São Carlos - SP. Universidade Federal de São Carlos.

Gudasz, C.S., Sobek, D., Bastviken, B., Koehler, Tranvik, L.J., 2015. Temperature sensitivity of organic carbon mineralization in contrasting lake sediments. J. Geophys. Res. Biogeosci. 120, 1215–1225.

Haridasan, M., 2008. Nutritional adaptations of native plants of the cerrado biome in acid soils. Brazilian Journal of Plant Physiology, 20, 183-195.

Henze, M., Comeau, Y., 2008. Wastewater characterization. In: M. Henze, M.C.M. Van. Loosdrecht, G.A. Ekama and D. Brdjanovic. (eds). Biological Wastewater Treatment: Principles, Modelling and Design. IWA Pub, Londres.

Holtan, H., Kamp-Nielsen, L., Stuanes, A.O., 1988. Phosphorus in soil, water and sediment: an overview. Hydrobiologia. 170, 19 – 34.

Johnston, A.E., Dawson, C.J., 2005. Phosphorus in Agriculture and in Relation to Water Quality. Peterborough: Agricultural Industries Confederation, 71p.

Klein, R.D., 1979. Urbanization and stream quality impairment. Water Resource Bulletin, 15, 948–963.

Larondelle, N., Haase, D., 2013. Urban ecosystem services assessment along a rural–urban gradient: A cross-analysis of European cities. Ecological Indicators, 29, 179 - 190.

Maier, W.J., Swain, W.R., 1978. Organic carbon - A nonspecificwater quality indicator for Lake Superior, Water Research,12, 523–529.

Margalef, R. 1983. Limnologia. Ediciones Omega,. S.A., Barcelona.

Penn, M.R., Pauer, J.J., Mihelcic, J.R., 2009. Biochemical oxygen demand. Environmental and ecological chemistry 2, 278

Petersen Jr, R.C., 1992. The RCE: a Riparian, chennle, and environmental inventory for small strems in the agricultural landscape. Freshwater Biology, 27, 295-306.

Santos, R.M., Moreira, R.A., Rocha, O., 2013. Composição e abundância do zooplâncton em um córrego urbano. Fórum Ambiental da Alta Paulista, 9,18 - 32.

SÃO PAULO, 1977. Decreto n° 10.755, de 22 de novembro.

SÃO PAULO, 2009. Resolução SMA n° 64, de 10 de setembro.

Siqueira, G.W., Arile, F., Miguéis, A.M., 2012. Diagnóstico da qualidade da água do Rio Parauapebas (Pará - Brasil). Acta Amazonica, 42, 413-422.

Silva, G.C., Silva, F.L., Printes, L.B., Cunha-Santino, M.B. de, 2014. Avaliação da degradação ambiental na microbacia do córrego do mineirinho São Carlos-SP. In: V Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental. Anais: IBEAS, Belo Horizonte - MG, 8 p.

Silva, M.P., Picharillo, C., Silva, G.C., Silva, F.L., Gonçalves, J.C., 2015. Análise da influência dos aspectos sociais na percepção ambiental da população residente na microbacia do Córrego Mineirinho, município de São Carlos-SP. Revista Eixo, 4, 91 - 99.

Spellman, F.R., 2010. Spellman’s Standard Handbook for Wastewater Operators, 2 ed. CRC Press, Boca Raton-FL.

Strickland, J. D, Parson, T.R., 1960. A manual of sea water analysis, 2 ed. Bull. Fish. Res. Bd, Ottawa-CA.

Tarpani, R.R.Z e Bradão, J.L.B., 2009. Análise ambiental da bacia hidrográfica do córrego do Mineirinho - São Carlos/SP. Anais: VI Congresso de Meio Ambiente da Associação de Universidades Grupo de Montevidéu – AUGM. São Carlos: UFSCar/AUGM.

Teixeira, J.C., Oliveira, G.S., Viali, A.M., Muniz, S.S., 2014. Estudo do impacto das deficiências de saneamento básico sobre a saúde pública no Brasil no período de 2001 a 2009. Eng Sanit Ambient, 19, 87-96

Tundisi, J.G. e Matsumura-Tundisi, T., 2008. Limnologia. Oficina de Textos, São Paulo.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v10.6.p1921-1933

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License