Uso agrícola e atributos físico-hídricos de solo coeso (Agricultural use and physical-hydric attributes of cohesive soil)

Rodolfho de Aquino Lira , Maria do Socorro Bezerra Araújo, Brivaldo Gomes Almeida, Valério Ferreira Marcelo

Resumo


Os Tabuleiros Costeiros ocupam uma extensa área no litoral brasileiro e devido a seu relevo plano favorável à mecanização, precipitação pluvial alta e proximidade com os grandes centros consumidores, são as áreas de uso agrícola intensificado. Os solos predominantes nessa área são em geral, profundos, de baixa fertilidade natural e às vezes apresentam uma camada adensada, configurando os solos coesos. Esta coesão afeta propriedades físicas, químicas e hídricas do solo, que interferem diretamente na produtividade das culturas e na renda dos agricultores. Os objetivos deste trabalho foram avaliar o efeito do uso agrícola sobre a resistência do solo à penetração de raízes em horizonte coeso de solo cultivado com cana-de-açúcar e estimar teores de água capazes de minimizar a coesão do solo. Foram coletadas amostras do horizonte coeso em perfil de solo de uma área cultivada e de uma com mata nativa. Nelas foram determinadas porosidade total (macro, meso, micro e criptoporosidade), densidade do solo, curva característica de retenção de água no solo e resistência do solo à penetração de raízes. O solo cultivado apresentou maior capacidade de retenção de água, indicando que o manejo influenciou na distribuição do tamanho dos poros. A resistência do solo à penetração de raízes foi um parâmetro sensível para medir diferenças de grau de coesão e a área com cultivo apresentou os maiores valores. Na área com mata nativa, a variação da umidade do solo não promoveu valores restritivos de resistência do solo à penetração das raízes.

 

 

A B S T R A C T

Coastal Tablelands occupy an extensive area in the Brazilian coast and due to their flat relief favorable to mechanization, high rainfall precipitation and proximity to the large consumer centers, are intensively used with agriculture. The predominant soils in this area are generally deep, of low natural fertility and sometimes present a hard dense soil layer, configuring the cohesive soils. This cohesion affects soil physical, chemical and water properties, which directly interfere with crop productivity and farmers' income. The aims of this work were to evaluate the effect of the agricultural use on the soil resistance to root penetration into cohesive horizon of soil cultivated with sugarcane and to estimate water levels able to minimize soil cohesion. Samples were collected from the cohesive horizon in soil profile of one area cropped and one under native forest. In them were determined total porosity (macro, meso, micro and cryptoporosity), soil bulk density, water retention characteristic curve and soil resistance to root penetration. The cropped soil showed higher water retention capacity than the soil under forest, indicating that the management influenced the distribution of pore size. Soil resistance to root penetration was a sensitive parameter to measure differences in degree of and the area under cultivation had the highest values. In the area under native forest, soil moisture variation did not promote restrictive values ​​of soil resistance to root penetration.

Keywords:  sugar cane, water retention capacity, soil bulk density, soil resistance to root penetration, soil porosity



 


Palavras-chave


cana-de-açúcar; capacidade de retenção de água; densidade do solo; resistência do solo à penetração de raízes; porosidade do solo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5935/1984-2295.20160162



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License