Avaliação da Ação Urbana no Canal Água Cristal em Belém, Pará, um Estudo Sobre Qualidade da Água

Eduardo Ribeiro Marinho, Fernanda da Silva de Andrade Moreira, Wedlas Júnior Pereira Brito, Fábio Luiz Baia Barreto Moreira, Emerson Renato Maciel da Silva, Letícia Furtado dos Santos

Resumo


O presente estudo tem por objetivo analisar os padrões principais dos parâmetros físico-químicos de qualidade de água, associados à influência antrópica no canal Água Cristal. Para isso foram realizadas coletas de água em dois meses distintos quanto à sazonalidade de chuvas na Amazônia; Julho e Novembro de 2014. As coletas de água foram feitas em seis pontos distintos ao longo do canal, P1, P2, P3, P4, P5 e P6, em uma análise das características da vegetação e do solo da região, foram divididos os pontos P1, P2 e P3 pertencentes ao primeiro perímetro e P4, P5 e P6 ao segundo perímetro. Foram analisados os parâmetros físico químicos de qualidade de água: pH, Oxigênio Dissolvido (OD), Condutividade Elétrica (CE), Sólidos Totais Dissolvidos (STD), Temperatura da Água (T.Água) e Turbidez (Turb) e comparados com a legislação 357/05 do conselho nacional de meio ambiente – CONAMA para águas doces classe II e classe IV. Na análise estatística, teste Tuckey (95%), foi verificado que os parâmetros com diferença estatística significativa entre os ponto de coleta foram CE, STD e Turb, posteriormente os mesmos foram analisados através da metodologia multivariada das Componentes Principais (CPS), destacando, sobretudo a existência de forte correlação em componentes positivas. O presente estudo mostra-se pioneiro na análise da qualidade de água do canal Água Cristal utilizando a metodologia das componentes principais, servindo como importante ferramenta no diagnostico da situação ambiental precária existente na região.

 

Evaluation of urban action on the Água Cristal canal Belém, Pará, a study on water quality

 

A B S T R A C T

The present work aims to analyze the main patterns of the physical-chemical water quality parameters, associated to the anthropic influence in Água Cristal channel in Belém - PA. For this purpose, water samples were collected in two distinct months in terms of rainfall seasonality in the Amazon; July and November 2014.The water samples were taken at six distinct points along the channel. The following chemical parameters of water quality were analyzed: pH, Dissolved Oxygen (DO), Electrical Conductivity (EC), Dissolved Total Solids (DTS), Water Temperature and Turbidity (Turb). They were compared to the national environmental council's legislation 357/05 - CONAMA for class II and class IV fresh waters. In the statistical analysis, Tuckey test (95%), the parameters EC, DTS and Turb had significant statistical difference between the collection points. Later they were analyzed through the multivariate analysis of Principal Components (PCS), high lighting the existence of strong correlation in positive components. The present study is pioneer in the analysis of Água Cristal channel water quality using the Principal Components methodology. It serves as an important tool in the diagnosis of precarious water quality situation in the region.

Keywords: Water Quality, Água Cristal Channel, Principal Components, Chemical Parameters.


Palavras-chave


Qualidade de água, Canal água Cristal, Componentes Principais, Parâmetros Físico Químicos

Texto completo:

PDF

Referências


ALVARENGA, Lívia Alves et al. Estudo da qualidade e quantidade da água em microbacia, afluente do rio Paraíba do Sul–São Paulo, após ações de preservação ambiental. Revista Ambiente e Água, 2012, v. 7, n. 3.

ALVES, Igor Charles et al. Qualidade das águas superficiais e avaliação do estado trófico do Rio Arari (Ilha de Marajó, norte do Brasil). Acta Amazonica, 2012, v. 42, n. 1

BORGES, Mauricio José; GALBIATTI, João Antonio; FERRAUDO, Antonio Sergio. Monitoramento da qualidade hídrica e eficiência de interceptores de esgoto em cursos d’água urbanos da bacia hidrográfica do córrego Jaboticabal. Revista Brasileira de Recursos Hídricos, 2003, v. 8, n. 2, p. 161-171.

BRASIL. Guia de vigilância epidemiológica. 6ª ed. Ministério da Saúde, Brasília, 2017.

BUENO, Lara F.; GALBIATTI, Joao Antonio; BORGES, Maurício J. Monitoramento de variáveis de qualidade da água do Horto Ouro Verde-Conchal-SP. Engenharia Agrícola, 2005, p. 742-748.

CETESB. http://www.cetesb.sp.gov.br, acessada em Junho 2017.

COHEN, J. C. P.; Silva Dias, M. A.; Nobre, C. A. Environmental conditions associated with Amazonian squall lines: a case study. MonthlyWeatherReview, 1995.

CONAMA. http://www.mma. gov.br/conama, acessada em Junho 2017.

CORNELLI, R.; Schneider, V. E.; Bortolin, T. A. Cemin, G.; Santos, G. M.Análise da Influência do Uso e Ocupação do Solo na Qualidade da Água de Duas Sub-Bacias Hidrográficas do Município de Caxias do Sul. Scientia Cum Industria (sci. cum ind.), 2016, v.4, n. 1, p. 1-14.

CUNHA, Hillândia Brandão da; PASCOALOTO,Domitila. Hidroquímica dos rios da Amazônia. Centro cultural dos povos da Amazônia, 2006.

DE ALBUQUERQUE, Monik Fernandes et al. Precipitação nas mesorregiões do estado do pará: climatologia, variabilidade e tendências nas últimas décadas (1978-2008). Revista Brasileira de Climatologia, 2010, v. 6.

DE SOUZA, E. B.; CARMO, A. M. C.; MORAES, B. C. Nacif, A. FERREIRA, D. B. S. ROCHA, E. J. P. SOUZA, P. J. O. P. Sazonalidade da precipitação sobre a Amazônia Legal Brasileira: clima atual e projeções futuras usando o modelo REGCM4. Revista Brasileira de Climatologia, 2016, v. 18.

ESTEVES, F.A. Fundaments of Limnology, 2 ed., Interciência: New York, 1998

FERREIRA, D. B. S.; DE SOUZA, E. B.; DE MORAES, B. C.; MEIRA FILHO, L. G., 2015. Spatial and Temporal Variability of Rainfall in Eastern Amazon during the Rainy Season. The Scientific World Journal, 2015, 1-9.

FINKLER, Nícolas Reinaldo et al. Qualidade da água superficial por meio de análise do componente principal. Ambiente & Água-An Interdisciplinary Journal of Applied Science, 2015, v. 10, n. 4, p. 782-792.

GALVÃO MIRANDA, Rafaella et al. Qualidade dos recursos hídricos da Amazônia-Rio Tapajós: avaliação de caso em relação aos elementos químicos e parâmetros físico-químicos. Ambiente & Água-An Interdisciplinary Journal of Applied Science, 2009, v. 4, n. 2.

GOMES, L. H. Alterações de propriedades físico químicas da água tratada com preparados homeopáticos de carbonato de cálcio. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Viçosa, Brasil, 2009.

LIMA, E. B. N. Modelação integrada para gestão da qualidade da água na bacia do rio Cuiabá. Tese de Doutorado, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil, 2001.

MARQUES, Rosângela Francisca de Paula Vitor et al. Impacts of urban solid waste disposal on the quality of surface water in three cities of Minas Gerais-Brazil. Ciência e Agrotecnologia, 2012, v. 36, n. 6, p. 684-692.

MOLION, L.C.B. Climatologia dinâmica da região amazônica: mecanismos de precipitação. Revista Brasileira de Meteorologia, 1987, v. 2, p.107-117.

MORAES, D.; Filho, M. Contribuição das chuvas do período da tarde em belém e possíveis relações com a normal climatológica. Revista Brasileira de Climatologia. 2018, v. 23, p. 17-32.

PEREIRA-SILVA, Erico Fernando Lopes et al. Avaliação da qualidade da água em microbacias hidrográficas de uma Unidade de Conservação do Nordeste do estado de São Paulo, Brasil. Revista Brasileira de Biociências, 2011,v. 9, n. 3, p. 371.

PIMENTEL, Márcia Aparecida da Silva et al. A ocupação das várzeas na cidade de Belém: causas e consequências socioambientais. Revista Geonorte, Edição Especial, 2012, v. 2, n. 4, p. 34-45.

PINTO, A. Luiz. Saneamento básico e qualidade das águas subterrâneas. Moretti, Edvaldo C. E Calixto, Maria José MS (Org.), p. 11, 2003.

PIRATOBA, Alba Rocio Aguilar et al. Caracterização de parâmetros de qualidade da água na área portuária de Barcarena, PA, Brasil. Ambiente & Água-An Interdisciplinary Journal of Applied Science, 2017, v. 12, n. 3, p. 435-456,.

PONTE, J.P.X. Belém do Pará: Cidade e água. Cadernos Metrópole, v.33, p.41-60, 2015.

Prefeitura Municipal De Belém. Anuário estatístico de Belém, 2012.

SÁ FILHO, JAR de. Avaliação qualitativa das águas no sistema da macrodrenagem da Bacia do Tabuleiro do Martins-Maceió/AL. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Alagoas, Brasil, 2010.

SILVA, Ana Elisa Pereira et al. Influência da precipitação na qualidade da água do Rio Purus. Acta amazônica, 2008, v. 38, n. 4, p. 733-742.

SODRÉ, G. R. C.; Vitorino, M. I.; Cohen, J. C. P.; Moraes, B. C. Estudo observacional da convecção de mesoescala em diferentes superfícies no Estado do Pará. Revista Brasileira de Geografia Física. 2015, V. 8, p. 45-55.

TRINDADE JÚNIOR, S-C. C. Formação metropolitana de Belém (1960-1997). Paka-Tatu:Belém, 2016.

TUNDISI, J. G. Recursos hídricos. Parcerias estratégicas, 2005, v. 20, p. 727-746.

VON SPERLING, Marcos. Estudos e modelagem da qualidade da água de rios. Editora UFMG, 2007.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v13.1.p322-335

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License