Avaliação da Gestão dos Recursos Hídricos do Estado do Pará: Uma Proposta Metodológica à Outorga de Diluição de Lançamento de Efluentes – Estudo de Caso da Bacia Hidrográfica do Rio Paracuri em Belém do Pará.

Helden Vasconcelos Martins, Eduardo Ribeiro Marinho, Ivan Carlos da Costa Barbosa, Lucas Jully Miranda Modesto, Silvana do Socorro Veloso Sodré

Resumo


O desafio para gestão dos recursos hídricos em meio ao crescimento populacional e industrial é encontrado tanto em regiões em estresse hídrico, quanto em regiões com ampla disponibilidade hídrica como por exemplo, a região amazônica. Com isso, o objetivo geral deste trabalho foi avaliar a gestão dos recursos hídricos do Estado do Pará, apresentando uma proposta metodológica para análise de processos, no qual solicitam outorga para diluição de lançamento de efluentes, utilizando como estudo de caso a bacia do Paracuri, localizado em Icoaraci, Belém-Pará. Para tanto, a caracterização da atual situação da gestão dos recursos hídricos foi realizada a partir de aplicação de questionários aos gestores da SEMAS/PA, responsáveis pela formulação e execução das resoluções e leis referentes aos recursos hídricos.

 

 

Evaluation of the management of water resources in the state of Pará: a methodological proposal for analysis of dilution of effluent release - Case study of the hydrographic basin of the Paracuri river in Belém do Pará

 

A B S T R A C T

The challenge for the management of water resources between of population and industrial growth is found both in regions under water stress and in regions with wide water availability, such as the Amazon region. Therefore, the general objective of this work was to evaluate the management of the water resources of the State of Pará presenting a methodological proposal for process analysisin which they request granting for dilution of effluent releases using as a case study the Paracuri basin located in Icoaraci, Belém-Pará. Thus, the characterization of the current situation of water resources management was carried out through the application of questionnaires to the managers of SEMAS/PA responsible for the formulation and execution of resolutions and laws related to water resources.

Key words: water resources, hydrographic basin, environmental epidemiology.

 


Palavras-chave


Recursos hídricos, Bacia hidrográfica, Epidemiologia Ambiental

Texto completo:

PDF

Referências


ANA – Agência Nacional das Águas. Conjuntura dos recursos hídricos no Brasil: informe 2012. Ed. Especial. DF, 2012. 215 p.

BRASIL. Lei n. 9.433 de 8 de janeiro de 1997. Institui a Política Nacional de Recursos Hídricos, cria o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos. Brasília, DF, 1997. Brasilia: Ministerio da Saude, 1993. 21 p.

CONAMA. 2005. Resolução 357, de 17 de março de 2005. Diário Oficial da União. 53(1): 58 63. Brasília, 18 de março de 2005. Disponível em: Acesso em jan. 2018.

CORRÊA, F.; SILVA, D.; SILVA SANTOS, M. Problemas socioambientais no espaço urbano e regional da bacia hidrográfica do Paracuri II. In: VI CongresoIberoamericano de EstudiosTerritoriales y Ambientales. São Paulo: 2014. P. 1146-1164.

COUCEIRO, S. R. M.; HAMADA, N. Os Instrumentos da Política Nacional de Recursos Hídricos na Região Norte do Brasil. OecologiaAustralis. Dezembro, 2011. Disponível em: . Acesso em: dez. 2017.

DIAS, L.S.O.; ROCHA, G.A.; BARROS, E.U.A.; MAIA, P.H.P. Utilização do radar interferométrico para delimitação automática de bacias hidrográficas. Bahia Análise & Dados. Salvador: v. 4, n.2, p.265-271, 2004.

EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema brasileiro de classificação de solos. 2. ed. – Rio de Janeiro : EMBRAPA-SPI, 2006.

FEWTRELL, L.; PRUSS-USTUN, A. BOS, R.; GORE, F.; BARTRAM, J. Water, sanitation andhygiene. Quantifyingthehealth impactat national land local levels in contrieswithincompletewatersupplyandsanitationcoverage. 2007.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍTISCA. Atlas de saneamento 2011. Censo demográfico de2010.Disponível em Acesso em: fev. 2018.

MINISTÉRIO DAS CIDADES. SNIS. 2015. Diagnóstico dos serviços de águas e esgotos – 2015. Ministério das Cidades, Brasília. . (Acesso em 20/02/2018).

______. Epidemiológicas e de Morbidade. Departamento de Informática do SUS.

______. Informacoes de Saude (TABNET). Departamento de Informática do SUS.

______. Lei Estadual n. 8.096, de 1º janeiro de 2015. Dispõe sobre a estrutura da Administração Pública do Poder Executivo Estadual, e dá outras providências. Belém: ALEPA, 2015.

______. Pagina inicial. Departamento de Informática do SUS. 2015d. Disponível em: . Acesso em: 10 de fevereiro de 2018.

PARÁ. Instrução Normativa n. 31 de 7 de outubro de 2009. Dispõe sobre os procedimentos e critérios para a concessão da Outorga Prévia e da Outorga de Direito de Uso de Recursos Hídricos. Belém: SEMA, 2009.

PELLETIER, Greg; CHAPRA, Steve. A modeling framework for simulating river and stream water quality. Environmental Assessment Program: Olympia, Washington, p. 98504-7710, 2006.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELÉM. Anuário Estatístico de Belém. Belém: SEGEP, 2006.

SEMA. Política de Recursos Hídricos do Estado do Pará: Lei nº6.381/01 e legislação complementar. Secretaria de Estado de Meio Ambiente. Belém: SEMA, 2014.

SEMA. Política de Recursos Hídricos do Estado do Pará: Lei nº6.381/01 e legislação complementar. Secretaria de Estado de Meio Ambiente. Belém: SEMA, 2014.

SILVA, L. F. Epidemiologia ambiental: fundamentos para engenharia. 1. Ed. Rio de janeiro: Elsevier, 2016.

STREETER, H. W.; PHELPS, E. B. A studyofthepollutionand natural purificationodthe Ohio River. Public Health Bulletin, 146. Washington.

TUCCI, C. E. M. Inundações urbanas. Porto Alegre: ABRH/RHAMA, p. 393. 2007.

TUCCI, C.E.M.; BERTONI, J.C. Inundações Urbanas na América do Sul. 1. ed. Porto Alegre: Associação Brasileira de Recursos Hídricos, 2003.

VON SPERLING, M. Estudos e modelagem da qualidade da água de rios. 2. Ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v13.5.p%25p

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License