Correlação linear entre a precipitação e o Índice de Área Foliar do bioma Caatinga

Josiclêda Domiciano Galvíncio, Sandra Maria Mendes, Weronica Meira Souza, Magna Soelma Beserra de Moura, Wanderson Santos

Resumo


Sabe-se que a precipitação é uma variável de difícil estimativa em especial nas regiões semiáridas. Mesmo com os diversos estudos e avanços já obtidos ainda se necessita desenvolver modelos que possam proporcionar estimativas mais reais. Com o intuito de contribuir nessa linha de pesquisa, este estudo teve como objetivo avaliar a relação existente entre a precipitação e o índice de área foliar no bioma caatinga. Para tanto se faz necessário uma boa distribuição espacial da precipitação uma vez que com o uso do sensoriamento remoto é possível obter uma boa estimativa de índice de área foliar espacialmente. Os dados de precipitação utilizados neste estudo foram obtidos pelo o modelo ETA. Os dados de índice de área foliar foram obtidos pelo o sensor MODIS. Utilizou-se o método de correção linear simples. As relações estatísticas mostraram uma boa correlação entre o índice de área foliar e a precipitação.  Assim, conclui-se que o entendimento da dinâmica do índice de área foliar espacial e temporal pode ajudar no entendimento da dinâmica espacial e temporal da precipitação na caatinga. Acredita-se que a estimativa da precipitação pelo modelo ETA pode ser melhorada com o uso do índice de área foliar.

Palavras-chave: sensoriamento remoto, LAI, modelo ETA, precipitação, caatinga.

 

Linear correlation between rainfall and Leaf Area Index of the Caatinga biome

 

A B S T R A C T

It is known that rainfall is a variable that is difficult to estimate, especially in semiarid regions. Even with the various studies and advances already obtained, it is still necessary to develop models that can provide more real estimates. In order to contribute to this line of research, this study aimed to assess the relationship between rainfall and the leaf area index in the caatinga biome. Therefore, a good spatial distribution of precipitation is necessary since with the use of remote sensing it is possible to obtain a good estimate of the spatial leaf area index. The precipitation data used in this study were obtained using the ETA model. The leaf area index data were obtained by the MODIS sensor. The simple linear correction method was used. The statistical relationships showed a good correlation between the leaf area index and precipitation. Thus, it is concluded that understanding the dynamics of the spatial and temporal leaf area index can help in understanding the spatial and temporal dynamics of precipitation in the caatinga. It is believed that the precipitation estimate by the ETA model can be improved with the use of the leaf area index.

Keywords: remote sensing, LAI, ETA model, rainfall, caatinga.


Texto completo:

PDF

Referências


Brito, P. V. S.; Morais, Y. C. B ; Ferreira, H. S ; Silva, J.F ; Galvíncio, J. D. 2017. Análise comparativa da umidade da vegetação de áreas de caatinga preservada, agricultura irrigada e sequeiro. Journal of Environmental Analysis and Progress, 2, 493-498.

França, L. M. A.; Costa, V. S. O.; Galvíncio, J. D. 2020. Relação entre o conceito de natureza e sequestro de carbono - aplicações em área de semiárido. Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais, 9, 18-26.

Galvíncio, J. D. 2020. Estimation of surface temperature with images obtained with drones. Journal of Hyperspectral Remote Sensing, 9, 397-406.

Galvíncio, J. D., Naue, C. R. 2020. Estimation of NDVI with visible images (RGB) obtained with drones. Journal of Hyperspectral Remote Sensing, 9, 407-420.

Galvíncio, J. D. 2017. Relation of leaf water content with real evapotranspiration and biomass in Caatinga biome, using remote sensing data. Revista Brasileira de Geografia Física, 10, 1545-1551.

Galvíncio, J. D.; França, L. M. A. Pereira, J. A. S. 2012. Climate Characterization Using Water Balance and NDVI for City of Paulista-PE. Journal of Hyperspectral Remote Sensing, 2, 25-36.

Lacerda, A. C.; Galvíncio, J. D.; Morais, Y. C. B.; Pimentel; Moura, M. S. B. 2020. Influência topoedafoclimática na produção primária bruta no semiárido. Revista Brasileira de Geografia Física, 13, 3119-3135.

Lins, C. J. C.; Albuquerque, M. J. C. 2001. A região semiárida do Nordeste do Brasil. In: Revista do Instituto Brasileiro de Edições Pedagógicas. Área de conhecimento Geografia. Ano 1, 14.

Lopes, P. M. S. 2005. Metodologias de Calibração e validação do modelo de simulação climática CLIGEN de apoio à modelação de perda do solo. Dissertação de Mestrado em Engenharia do Solo e da Água.

Miranda, R. Q., Nóbrega, R. L. Moura, M. S. B.; Srinivasan, R., Galvíncio, J. D. 2020. Realistic and simplified models of plant and leaf area indices for a seasonally dry tropical forest. International Journal of Applied Earth Observation and Geoinformation, 85, 101992.

Miranda, R. Q.; Galvíncio, J. D.; Morais, Y. C. B.; Moura, M. S. B. ; Jones, C. A. ; Srinivasan, R. . 2018. Dry forest deforestation dynamics in Brazil?s Pontal basin. Revista Caatinga, 31, 385-395.

Miranda, R. Q.; Galvíncio, J. D.; Moura, M. S. B.; Jones, C. A.; Srinivasan, R. 2017. Reliability of MODIS Evapotranspiration Products for Heterogeneous Dry Forest: A Study Case of Caatinga. Advances in Meteorology, 2017, 1-14.

Medeiros, S. Silva, E.; Machado, C. C. C.; Galvíncio, J. D.; Moura, M. S. B.; Araujo, H. F. P. 2019. Data of plant diversity, spectral reflectance at specie level and satellite spectral variables from the largest dry forest nucleus in South America. Data in brief, 25, 104335.

Morais, Y. C. B.; Araújo, M. S. B., Moura, M. S. B. Galvíncio, J. D.; Miranda, R.Q. 2017. Análise do Sequestro de Carbono em Áreas de Caatinga do Semiárido Pernambucano. Revista Brasileira de Meteorologia, 32, 585-599.

PERNAMBUCO. 2006. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente. Atlas de bacias hidrográficas de Pernambuco. Simone Rosa da Silva (Org.), Recife: Ed. A Secretaria.

Pinheiro, K. R.; Alves, E. R.; Alves, M. V.; Galvíncio, J. D. 2020. Impacto da precipitação e do uso e ocupação do solo na cobertura vegetal na Caatinga. Journal of Environmental Analysis and Progress, 5, 221.

Silva, E. R. A. C.; Galvíncio, J. D.; Nascimento, K. R. P. ; Santana, S. H. C. ; Souza, W. M.; Costa, V. S. O. 2018. Análise da tendência temporal da precipitação pluviométrica interanual e intra-anual no semiárido Pernambucano. Revista Brasileira de Climatologia, 22, 76-98.

Silva, J. N. B.; Silva, J. L. B.; Silva, A. C. ; Santos, A. M.; Galvíncio, J. D. 2017. Índice de vegetação como subsídio na identificação de áreas com potenciais a desertificação. Journal of Environmental Analysis and Progress, 2, 358-367.

Silva, M., de Moura, F., & Jardim, C. 2017. O diagrama de Caixa (Box Plot) Aplicado à Análise da Distribuição Temporal das Chuvas em Januária, Belo Horizonte e Sete Lagoas, Minas Gerais-Brasil (The box diagram (Box Plot) applied to the analysis of the temporal distribution of rainfall in ...). Revista Brasileira de Geografia Física, 10(1), 023-040. doi:https://doi.org/10.5935/1984-295.20170003

Silva, L. G.; Galvíncio, J. D. Comparative 2012. Analysis of Changes in NDVI and SAVI in PELD - 22 - Petrolina - PE, in the First Decade of the XXI Century. Revista Brasileira de Geografia Física, 5, 1446-1456.

SONDA. 2014. Sistema de Organização Nacional de Dados Ambientais. Disponível em: http://sonda.ccst.inpe.br/basedados/petrolina.html>. Acesso em 15 mai. 2014.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v13.07.p3304-3314

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License