Qualidade da água de um parque urbano em Teresina, PI

Hileane Barbosa Silva, Carlos Ernando da Silva

Resumo


A urbanização é um dos principais fatores de degradação dos recursos hídricos. Este trabalho analisou a qualidade da água de uma microbacia urbana drenada por um canal e duas lagoas, que compõem o paisagismo do Parque Ambiental Lagoas do Norte, em Teresina-PI. A qualidade das águas foi determinada mensalmente no período de novembro de 2017 a outubro de 2018 em seis pontos de monitoramento. Interpretou-se os resultados frente ao Índice de Qualidade da Água (IQA) e aos limites estabelecidos pela Resolução CONAMA 357/2005, considerando os aspectos de precipitação, demografia, infraestrutura sanitária e de uso e ocupação do solo. Os pontos de coleta foram agrupados por meio da análise hierárquica quanto à similaridade das variáveis de qualidade da água. A microbacia apresenta elevado percentual de área construída, baixa porcentagem de áreas verdes e ampla cobertura de rede esgoto. A qualidade da água das lagoas foi superior à do canal, apresentando melhor conformidade com legislação e maiores valores de IQA. A variação da qualidade da água entre as estações chuvosa (janeiro-maio) e seca (junho-dezembro) foi mais significativa em relação as variáveis Escherchia coli, fósforo total, turbidez, pH, sólidos totais e nitrato total. A análise hierárquica permitiu a associação dos pontos monitorados em três grupos distintos, consoante a interpretação da qualidade da água. O monitoramento contínuo da qualidade das águas destas lagoas se torna importante a fim de verificar a sua adequabilidade para diversos usos, em especial para recreação de contato secundário, considerando o potencial turístico e de lazer da região.



Water quality of an urban park in Teresina, PI

 

A B S T R A C T

Urbanization is one of the main factors that degrade water resources. This study aimed to analyze the water quality of an urban microbasin drained by a canal and two pond that compose the landscaping of the Lagoas do Norte Environmental Park, in Teresina PI. Water quality was determined monthly from November 2017 to October 2018 at six monitoring points. The results were interpreted in relation to the Water Quality Index (WQI) and the limits established by Resolution CONAMA 357/2005, considering the aspects of precipitation, demography, sanitary infrastructure, land use and occupation. The collection points were grouped by hierarchical analysis regarding the similarity of water quality variables. The microbasin presents a high percentage of built area, low percentage of green areas and wide coverage of sewage network. The water quality of the ponds is superior of the canal, presenting better compliance with legislation and higher WQI values. The variation in water quality between the rainy (January-May) and dry (June-December) seasons was more significant in relation to the variables Escherchia coli, total phosphorus, turbidity, pH, total solids and total nitrate. The hierarchical analysis allowed the association of the monitored points in three distinct groups, consonant to the interpretation of water quality. Continuous monitoring of the quality of the water in these lagoons becomes important in order to verify their suitability for various uses, especially for secondary contact recreation, considering the region's tourist and leisure potential.

Keywords: Water Quality Index. Use and occupation of soil. Urban microbasin.

 



Palavras-chave


Índice de Qualidade da Água; Uso e ocupação do solo; Microbacia urbana.

Texto completo:

PDF

Referências


ABNT. Associação Brasileira de Normas Técnicas, 1987. NBR 9898: preservação e técnicas de amostragem de efluentes líquidos e corpos receptores. Rio de Janeiro.

ANA. Agência Nacional das Águas, 2019. Conjuntura dos recursos hídricos no Brasil 2018: informe anual: versão atualizada. Brasília. Disponível em: https://www.ana.gov.br/acesso-a-informacao/institucional/publicacoes. Acesso: 30 dez. 2019.

Almanza-Marroquin, V., Figueroa, R., Parra, O., Fernandez, X., Baeza, C., Yañez, J.. Urrutia, R., 2016. Bases limnológicas para la gestión de los lagos urbanos de Concepción, Chile. Latin american journal of aquatic research. Valparaíso [online] 44. Disponível: http://dx.doi.org/10.3856/vol44-issue2-fulltext-12. Acesso: 30 dez. 2019.

Amorim, D. G, Cavalcante, P. R. S., Soares, L. S., Amorim, P. E. C., 2017. Enquadramento e avaliação do índice de qualidade da água dos igarapés Rabo de Porco e Precuá, localizados na área da Refinaria Premium I, município de Bacabeira (MA), Engenharia Sanitária e Ambiental [online] 22. Disponível: http://dx.doi.org/10.1590/s1413-41522016131212. Acesso: 30 dez. 2019.

APHA. American Public Health Association, 2005. Standard Methods for the Examination Water and Wastewater, 21. ed., Washington.

Araujo, P. L., Hamburguer, D. S., Jesus, T. De J., Benassi, R. F., Cicco, V., 2018. Relação entre a qualidade da água e o uso do solo em microbacias do reservatório Billings, na Região Metropolitana de São Paulo – SP. Revista de Gestão de Água da América Latina [online] 15. Disponível: http://dx.doi.org/10.21168/rega.v15e3. Acesso: 18 jun. 2020.

Barros, A., Guimarães, V., Santana, W., 2018. Aplicação de um índice de qualidade de água em dois trechos (urbano e rural) da bacia do córrego Guanandy, Aquidauana–MS. Caderno de Geografia [online] 28. Disponível: https://doi.org/10.5752/P.2318-2962.2018v28n54p630-649. Acesso: 18 jun. 2020.

Bastos, S., Betarelli Junior, A., Gomes, B., Diniz, J., 2018. Evidências entre a Qualidade das Bacias Hidrográficas e as Características dos Municípios de Minas Gerais. Revista de Economia e Sociologia Rural [online] 56. Disponível: https://doi.org/10.1590/1234-56781806-94790560109. Acesso: 18 jun. 2020.

Brasil, 2005. Resolução CONAMA nº 357, de 17 de março de 2005.

Carvalho, R., Silva, A.. 2017. Análise espaço-temporal da qualidade da água da lagoa de Jacarepaguá (município do Rio de Janeiro). Revista Uniabeu [online] 10. Disponível: https://revista.uniabeu.edu.br/index.php/RU/article/view/2553/pdf Acesso: 18 jun. 2020.

CETESB. Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, 2018. Qualidade das águas interiores no estado de São Paulo-2017. São Paulo. Disponível: https://cetesb.sp.gov.br/aguas-interiores/wp-content/uploads/sites/12/2018/06/Ap%C3%AAndice-D-%C3%8Dndices-de-Qualidade-das-%C3%81guas.pdf. Acesso: 22 fev. 2020.

Chaves, S., Tavares, A., Andrade, C., 2017. Vulnerabilidade ás inundações em Teresina, Piauí e ações mitigadoras do Poder público. Sociedade e Território [online] 29. Disponível: https://doi.org/10.21680/2177-8396.2017v29n2ID12533. Acesso: 19 jun. 2020.

Costa, F., Oliveira, Y., Silva, P., Ferreira, P., Pacheco, A., Abreu, M., 2018. Avaliação da qualidade hídrica de um rio do semiárido piauiense. Journal of Environmental Analysis and Progress [online] Disponível: https://doi.org/10.24221/jeap.3.2.2018.1828.218-225. Acesso: 19 jun. 2020.

D’Alessandro, E. B., Saavedra, N. K., 2018. Comportamento de uma lagoa de maturação: estudo de caso. Geoambiente On-Line [online] 32. Disponível: https://doi.org/10.5216/revgeoamb.v0i32.49535. Acesso: 19 jun. 2020.

Daneluzzi, N., Gonçalves, V., Freitas, R., 2018. Avaliação da qualidade da água de uma bacia hidrográfica urbana: estudo de caso bacia do rio Pinhalzinho II, Umuarama – PR. Ambiência Guarapuava (PR) [online] 14. Disponível: https://revistas.unicentro.br/index.php/ambiencia/article/view/3984%C2%A0. Acesso: 19 jun. 2020.

Fávero, L., Belfiore, P., Silva, F., Chan, B., 2009. Análise de dados: modelagem multivariada para tomada de decisões, 1 ed., Elsevier, Rio de Janeiro.

Fia, R., Tadeu, H., Menezes, J., Fia, F., Oliveira, L, 2015. Qualidade da água de um ecossistema lótico urbano. Revista Brasileira de Recursos Hídricos [online] 20. Disponível: http://dx.doi.org/10.21168/rbrh.v20n1.p267-275. Acesso: 19 jun. 2020.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2015. Bases e referências. Disponível: ftp://geoftp.ibge.gov.br/organizacao_do_territorio/malhas_territoriais/malhas_municipais/municipio_2015/. Acesso: 22 fev. 2020.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2010. Censo Demográfico 2010. Disponível: https://ww2.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/. Acesso em: fev. 2020.

INMET. Instituto Nacional de Meteorologia, 2018. BDMEP - Banco de Dados Meteorológicos para Ensino e Pesquisa. Disponível: http://www.inmet.gov.br/portal/index.php?r=bdmep/bdmep. Acesso: 22 dez. 2018.

Jenny, J., Normandeau, A., Pierre, F., Taranu, Z., Gregory-Eavez, I., Lapointe, F., Ojala, J., Doroiz, J., Schimmelmann, A., Zolitschka, B., 2016. Urban point sources of nutrients were the leading cause for the historical spread of hypoxia across European lakes. Proceedings of the National Academy of Sciences [online] 45, Disponível: https://www.jstor.org/stable/26472365. Acesso: 19 jun. 2020.

Leira, M., Cunha, L., Braz, M., Melo, C., Botelho, H., Reghim, L., 2017. Qualidade da água e seu uso em pisciculturas. PUBVET [online] 11. Disponível: http://www.pubvet.com.br/artigo/3588/qualidade-da-aacutegua-e-seu-uso-em-pisciculturas#:~:text=Para%20a%20%C3%A1gua%20utilizada%20na,e%20recupera%C3%A7%C3%A3o%20simples%20e%20objetivos. Acesso: 19 jun. 2020.

Lima, S. M. S. A., Lopes, W. G. R., Façanha, A. C., 2019. Desafios do planejamento urbano na expansão das cidades: entre planos e realidade. urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana [online] 11. Disponível: http://dx.doi.org/10.1590/2175-3369.011.e20180037. Acesso: 19 jun. 2020.

Lima, S.. Lopes, W., Façanha, A., 2017. Urbanização e crescimento populacional: reflexões sobre a cidade de Teresina, Piauí. Gaia Scientia [online] 11. Disponível: https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-1268.2017v11n1.34864. Acesso: 19 jun. 2020.

Lopes, A., Gomes, L., Martins, F., Cerqueira, D., Mota Filho, C., Von Sperling, E., Pádua, V, 2017. Dinâmica de protozoários patogênicos e cianobactérias em um reservatório de abastecimento público de água no sudeste do Brasil. Revista de Engenharia Sanitária e Ambiental [online] 22 https://doi.org/10.1590/s1413-41522016143529. Acesso: 19 jun. 2020.

Lyra, G. C., Yabuki, L. N. M., Queluz, J. G. T., & Garcia, M. L., 2020. Avaliação da qualidade da água da lagoa de Marapendi - Rio de Janeiro, RJ. Holos Environment [online] 20. http://dx.doi.org/10.14295/holos.v20i1.12366. Acesso: 19 jun. 2020.

Maranho, L. A., Botelho, R. G., Nogueira, L. D. A., Tornisielo, V. L., 2017. Avaliação da qualidade da água do Ribeirão Samambaia (São Pedro, São Paulo, Brasil) através de parâmetros físicos e químicos, índice de estado trófico e teste de toxicidade com Daphnia magna. Engenharia Sanitária e Ambiental [online] 22. Disponível: https://doi.org/10.1590/s1413-41522017130372. Acesso: 19 jun. 2020.

Marcante, L., Ide, A., Filippe, T., Azevedo, J. 2018. Reservatório de Foz do Areia, Brasil: Aspectos físicos, químicos e cianotoxina. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais [online] 9 Disponível: https://doi.org/10.6008/CBPC2179-6858.2018.004.0003. Acesso: 19 jun. 2020.

Martins, G., Costa, A., Barros, A., Ramalho, F., 2017. Qualidade da água do rio Setúbal em Jenipapo de Minas-MG após construção de barragem. Ambiente & Água [online]. Disponível: https://doi.org/10.4136/ambi-agua.1981. Acesso: 19 jun. 2020.

Medeiros, V. S., Saleh, B. B., Aguiar, A. C. R., Furquim Filho, C. S., dos Santos Alves, W., Miranda, R. A., & Aquino, D. S., 2019. Verificação da conformidade da qualidade do efluente da estação de tratamento de esgotos de Rio Verde–GO. Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental [online] 8. Disponível: 10.19177/rgsa.v8e12019814-831. Acesso: 19 jun. 2020.

Medeiros, W., Silva, C. E., Lins, R. P., 2018. Avaliação sazonal e espacial da qualidade das águas superficiais da bacia hidrográfica do rio Longá, Piauí, Brasil. Revista Ambiente e Água [online] 13. Disponível: https://doi.org/10.4136/ambi-agua.2054. Acesso: 19 jun. 2020.

Menezes, J., Biettencourt, R., Farias, M., Bello, I., Fia, R., Oliveira, L., 2016. Relação entre padrões de uso e ocupação do solo e qualidade da água em uma bacia hidrográfica urbana. Revista de Engenharia Sanitária e Ambiental [online] 21. Disponível: https://doi.org/10.1590/S1413-41522016145405. Acesso: 19 jun. 2020.

Misaghi, F., Delgosha F, Razzaghmanesh M, Myers B., 2017. Introducing a water quality index for assessing water for irrigation purposes: A case study of the Ghezel Ozan River. Science of the Total Environment [online] 589. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.scitotenv.2017.02.22. Acesso: 19 jun. 2020.

Moreira, M., 2007. Fundamentos do sensoriamento remoto e metodologias de aplicação, 3 ed., Editora UFV, Viçosa.

Nogueira, L., Espindola, G., Carneiro, E., 2016. Análise da ocupação urbana na Zona Centro-Norte de Teresina: considerações sobre a região do Encontro dos Rios. Revista Equador (UFPI) [online] 5. Disponível: https://revistas.ufpi.br/index.php/equador/article/view/4963. Acesso: 19 jun. 2020.

Oliveira, E. C., Costa, K. U. D., Reis, W. D., Santos, A. A., Silva, W. T. P., 2018. Diagnóstico temporal e espacial da qualidade da água superficial em uma microbacia urbana. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais [online] 9. Disponível: http://orcid.org/0000-0001-9184-0627. Acesso: 19 jun. 2020.

Oliveira, R., Santos, E., Lima, K., 2017. Avaliação da qualidade da água do riacho São Caetano, de Balsas (MA), com base em parâmetros físicos, químicos e microbiológicos. Eng. Sanit. Ambient., Rio de Janeiro [online] 22. Disponível: http://dx.doi.org/10.1590/s1413-41522017154657. Acesso: 19 jun. 2020.

ONU. Organização Mundial Das Nações Unidas, 2018. Department of Economic and Social Affairs, Population Division, 2018. World Population Prospects: The 2018 Revision. Disponível: https://population.un.org/wup/Publications/Files/WUP2018-KeyFacts.pdf. Acesso: 02 fev. 2020.

PMT. Prefeitura Municipal de Teresina, 2006. Lei Complementar Nº 3560 de 20 de outubro de 2006.

PMT. Prefeitura Municipal de Teresina, 2015. Mapa de zoneamento urbano de Teresina. Disponível: http://semplan.teresina.pi.gov.br/wp-content/uploads/sites/39/2018/09/Teresina-Mapa-de-Zoneamento-2017.pdf. Acesso: 10 fev. 2020.

PMT. Prefeitura Municipal de Teresina, 2014. Relatório de Avaliação Ambiental e Social, volume I, Technum Consultoria, Teresina. Disponível: https://semplan.teresina.pi.gov.br/wp-content/uploads/sites/39/2016/01/RAAS-VERS%C3%83O-FINAL-18nov2014.pdf. Acesso: 20 fev. 2020.

Reis, D., Santiago, A., Nascimento, L., Oliveira, E., Marques, L., Roeser, H., 2017. Influência dos fatores ambientais e antrópicos nas águas superficiais no rio Matipó, afluente do rio Doce. Revista de Gestão de Água da América Latina [online] 14. Disponível: http://dx.doi.org/10.21168/rega.v14e2. Acesso: 19 jun. 2020.

Rio Lima, M., Bruna, G. C., 2017. Teresina, Piauí: Da paisagem verde aos dias de hoje. Revista Thésis [online] 2. Disponível: http://anparq.web965.uni5.net/index.php/revista-thesis/article/view/104. Acesso: 19 jun. 2020.

Rosa, F., Diaz-Becerra, O., Lunkes, R. 2016. Basic Sanitation: Analysis of the Relationship between Public Expenditure and Services to the Population in Brazilian and Peruvian Cities [online] 14. Disponível: http://www.scielo.org.co/pdf/recig/v14n18/v14n18a11.pdf. Acesso: 19 jun. 2020.

Santos, F., 2019. Análise da normal climatológica (mensal e anual) do município de Teresina (Piauí). Cadernos de Ciências & Tecnologia da UECE [online] 1. Disponível: https://revistas.uece.br/index.php/CCiT/article/view/2006. Acesso: 19 jun. 2020.

Santos, L. A., Lima, I. M., 2015. Parque ambiental Lagoas do Norte: saneamento e conservação do ambiente entre os bairros Matadouro e São Joaquim Teresina, Piauí, Brasil. Caminhos de geografia [online] 16. Disponível: http://www.seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/29066. Acesso: 19 jun. 2020.

SEMPLAN. Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação, 2020. SDU Centro-Norte. Disponível: http://semplan.teresina.pi.gov.br/sdu-centronorte/. Acesso: 17 fev. 2020.

Singh, S. K., Singh, P., Gautam, S. K, 2016. Appraisal of urban lake water quality through numerical index, multivariate statistics and earth observation data sets. International journal of environmental science and technology [online] 13. Disponível: https://doi.org/10.1007/s13762-015-0850-x Acesso: 19 jun. 2020.

SNIS. Sistema Nacional de Informações Sobre Saneamento, 2018. Diagnóstico dos Serviços de Água e Esgotos – 2018. Disponível: http://www.snis.gov.br/diagnosticos. Acesso: 23 fev. 2020.

Smith, V., Wood, S., Mcbride, C., Atalah, J.; Hamilton, D.; Abell, J., 2016. Phosphorus and nitrogen loading restraints are essential for successful eutrophication control of Lake Rotorua, New Zealand. Inland Waters [online] 6. Disponível: http://dx.doi.org/10.5268/IW-6.2.998. Acesso: 19 jun. 2020.

Soares, R., Silva, C., Cruz, R, 2019. Qualidade das águas do Parque Lagoas do Norte, Teresina, PI, in: Silva, H. C. da (Org.), Engenharia Ambiental e Sanitária. Interfaces do Conhecimento. Atena Editora [online] 2, Ponta Grossa, pp.131-140. Disponível: http://dx.doi.org/10.22533/at.ed.942190910. Disponível: 21 jun. 2020.

Sousa, M., Peleja, J., Sousa, B., Goch, Y., Ribeiro, J., Pereira, B., Lima. F., Lemos, E., 2018. Índice de Estado Trófico de Lagos de Águas Claras Associados ao Baixo Rio Tapajós, Amazônia, Brasil. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais [online] 9. Disponível: https://doi.org/10.6008/CBPC2179-6858.2018.007.0008. Acesso: 01 jul. 2020.

Souza, L. S. B., Moura, M. S. B., Sediyama, G.C., Silva, T.G. F., 2020. Qualidade física, química e biológica sazonal das águas superficiais da bacia hidrográfica do córrego Moeda em Três Lagoas/MS. Revista Brasileira de Geografia Física [online] 13. Disponível: http://dx.doi.org/10.26848/rbgf.v13.1.p196-210. Acesso: 19 jun. 2020.

Vasconcelos, M., Melo, J.; Demetrio, J., Alves, R., 2018. Avaliação do Potencial Risco de Contaminação das Águas Subterrâneas na Zona Norte de Natal, RN. REGA [online] 15. Disponível: http://dx.doi.org/10.21168/rega.v15e13. Acesso: 19 jun. 2020.

Vieira, B. M., Nadaleti, W. C., Valentini, M. H. K., Santos, G, Viana, F. V., Corrêa, M. G, 2019. Avaliação e comparação da qualidade das águas entre o canal São Gonçalo e a Lagoa Mirim. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais [online] 10. Disponível: https://doi.org/10.6008/CBPC2179-6858.2019.002.0016. Acesso: 19 jun. 2020.

Waajen, G., Van Oosterhout, F., Douglas, G., Lürling, M., 2016. Geo-engineering experiments in two urban ponds to control eutrophication. Water Research [online] 97. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.watres.2015.11.070. Acesso: 19 jun. 2020.

Wiegand, M. C., Piedra, J. I. G., Araújo, J. C., 2016. Vulnerabilidade à eutrofização de dois lagos tropicais de climas úmido (Cuba) e semiárido (Brasil). Revista de Engenharia Sanitária e Ambiental [online] 21. Disponível: https://doi.org/10.1590/s1413-41522016139527. Acesso: 19 jun. 2020.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v13.5.p2371-2387

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License