Estimativa da erodibilidade do solo em áreas sob conversão de floresta em ambientes cultivados na região sul do Amazonas

Alan Ferreira Leite de Lima, Milton Cesar Costa Campos, Thalita Silva Martins, Wildson Benedito Mendes Brito, Fernando Gomes de Souza, Jose Mauricio da Cunha, Wener da Silva Simoes, Flavio Pereira de Oliveira

Resumo


A região amazônica vem sofrendo altas taxas de desflorestamento, que tem acarretado o processo de erosão do solo, nesse sentido é importante avaliar os fatores que estão ligados a esse fenômeno, como a erodibilidade do solo, que é um atributo complexo e intrínseco de cada solo. Diante disto, o objetivo do trabalho foi estimar a erodibilidade do solo em áreas sob conversão de floresta em ambientes cultivados na região sul do Amazonas. O estudo foi realizado em quatro áreas, sendo uma com floresta nativa, e três cultivadas com cupuaçu, guaraná e urucum em Canutama, região Sul do Amazonas. Torrões de solos e anéis volumétricos foram coletados nas profundidades: 0,00-0,10; 0,10-0,20; 0,20-0,30; 0,30-0,40; e 0,40-0,50 m e, então, foram feitas análises de carbono orgânico, textura e de estimativa da erodibilidade do solo. Depois, os dados foram submetidos às análises de estatísticas univariada (com médias comparadas pelo teste de Tukey), de correlação de Pearson, e por último, uma análise fatorial dos componentes principais. Houve predominância da fração areia, sendo encontrado os maiores teores na área de floresta secundária. A argila, GDIS, Kr e Tc apresentaram aumento no decorrer da profundidade, enquanto silte, GFLO e K decresceram com o aumento da profundidade. A área de floresta secundária apresentou os maiores valores de K, Ki e Kr, e menores valores de Tc. A K apresentou correlação positiva com silte, GFLO e correlação negativa com argila, GDIS, Kr e Tc.

 

Estimative of soil erodibility in areas under forest conversion in cultured environments in the southern Amazon region

 

A B S T R A C T

The Amazon region has been suffering high rates of deforestation, which has led to the process of soil erosion, so it is important to evaluate the factors that are linked to this phenomenon, such as soil erodibility, which is a complex and intrinsic attribute of each soil. Given this, the objective of this work was to estimate soil erodibility in areas under forest conversion in cultivated environments in southern Amazonas. The study was conducted in four areas, one with native forest, and three cultivated with cupuaçu, guarana and annatto in Canutama, southern Amazon region. Clods of soil and volumetric rings were collected at depths: 0.00-0.10; 0.10-0.20; 0.20-0.30; 0.30-0.40; and 0.40-0.50 m, and then organic carbon, texture and soil erodibility estimates were analyzed. Afterwards, the data were submitted to univariate statistical analysis (with means compared by Tukey test), Pearson correlation, and finally, a factor analysis of the main components. There was a predominance of sand fraction, being found the highest contents in the secondary forest area. Clay, GDIS, Kr and Tc increased during depth, while silt, GFLO and K decreased with increasing depth. The secondary forest area presented the highest values of K, Ki and Kr, and lowest values of Tc. K showed positive correlation with silt, GFLO and negative correlation with clay, GDIS, Kr and Tc.


Palavras-chave


Degradação do Solo; Erosão do Solo Granulometria.

Texto completo:

PDF

Referências


Barbosa, R.S., Marques Júnior, J., Barrón, V., Martins Filho, M.V., Siqueira, D.S., Peluco, R.G., Camargo, L.A., Silva, L.S., 2019. Prediction and mapping of erodibility factors (USLE and WEPP) by magnetic susceptibility in basalt-derived soils in northeastern São Paulo state, Brazil. Environmental Earth Sciences 78, 1-12. doi: 10.1007/s12665-018-8015-0

Bellezoni, R.A., Iwai, C.K., Elis, V.R., Paganini, W.S., Hamada, J., 2014. Small‑scale landfills: impacts on groundwater and soil. Environmental Earth Sciences 71, 2429–2439. doi: 10.1007/s12665-013-2643-1

Bertoni, J., Lombardi Neto, F., 1999. Conservação do Solo, 4. ed. Ícone, São Paulo.

Brasil. Ministério das Minas e Energia, 1957. Projeto Radambrasil - Folha SB. Rio de Janeiro.

Burak, D.L., Passos, R.R., Sarnaglia, S.A., 2010. Utilização da análise multivariada na avaliação de parâmetros geomorfológicos e atributos físicos do solo. Enciclopédia Biosfera 6, 1-11.

Castro, W.J., Lemke-De-Castro, M.L., Lima, J.O., Oliveira, L.F.C., Rodrigues, C., Figueiredo, C.C., 2011. Erodibilidade de solos do cerrado goiano. Revista em Agronegócios e Meio Ambiente 4, 305-320. Disponível em: https://periodicos.unicesumar.edu.br/index.php/rama/article/view/1656

Corrêa, E.A., Moraes, I.C., Pinto, S.A.F., Lupinacci, C.M., 2016. Perdas de solo, razão de perdas de solo e fator cobertura e manejo de canade-açúcar: primeira aproximação. Revista do Departamento de Geografia 32, 72-87. doi: 10.11606/rdg.v32i0.116671

Denardin, J.E., 1990. Erodibilidade de solo estimada por meio de parâmetros físicos e químicos. Tese (Doutorado). Piracicaba, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz.

Embrapa. Centro Nacional de pesquisas de solo, 1997. Avaliação da aptidão agrícola de áreas de cerrados em municípios do estado do Amazonas. Brasília.

Embrapa. Empresa Brasileira De Pesquisa Agropecuária, 2017. Manual de métodos de análise de solo. Brasília.

Embrapa. Empresa Brasileira De Pesquisa Agropecuária, 2018. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Brasília.

Flanagan, D.C., Livingston, S. J., 1995. Usda - Water erosion prediction project: WEEP user summary. West Lafayette: National Soil Research Laboratory & USDA - Agricultural Research Service.

Franco, Â.M.P., Cassol, E.A., Pauletto, E.A., Inda, A.V., 2012. Erodibilidade do solo em entressulcos determinada experimentalmente e por modelos matemáticos em um argissolo vermelho. Current Agricultural Science and Technology 18. doi: 10.18539/CAST.V18I2.2561

Freitas, L., Casagrande, J.C., Oliveira, I.A., Campos, M.C.C., Silva, L.S., 2015. Técnicas multivariadas na avaliação de atributos de um Latossolo vermelho submetido a diferentes manejos. Brazilian Journal of Agricultural Sciences/Revista Brasileira de Ciências Agrárias 10, 17-26. doi: 10.5039/agraria.v10i1a3928

Huang, T.C.C., Lo, K.F.A., 2015. Effects of Land Use Change on Sediment and Water Yields in Yang Ming Shan National Park, Taiwan. Environments 2, 32-42. doi: 10.3390/environments2010032

Ibm Corp. Released, 2012. IBM SPSS Statistics for Windows, Version 21.0. Armonk, NY:IBM Corp.

Klein, C., Klein, V.A., 2014. Influência do manejo do solo na infiltração de água. Revista Monografias Ambientais 13, 3915-3925. doi: 10.5902/2236130814989

Lima, C.G., Marques, S.M., Lollo, J.A., Costa, N.R., Carvalho, M.P., 2019. Inter-relationships among erodibility, soil tolerance and pysical-chemical attributes in northwestern of São Paulo state. Journal of Urban and Environmental Engineering 13, 102-114. doi: 10.4090/juee.2019.v13n1.102114

Lima, J.S.S., Souza, G.S.D., & Silva, S.D.A., 2013. Distribuição espacial da matéria orgânica, grau de floculação e argila dispersa em água em área de vegetação natural em regeneração e pastagem. Revista Árvore 37, 539-546. doi: 10.1590/S0100-67622013000300017

Lourenço, I.H., Brito Filho, E.G., Campos, M.C C., Soares, M.D.R., Brito, W.B.M., & Cunha, J. M., 2020. Avaliação da erodibilidade do solo em áreas de terra preta arqueológica com pastagem e floresta nativa no sul do Amazonas. Acta Iguazu 9, 90-98. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/22028

Manly, B.J.F., 2008. Métodos estatísticos multivariados: uma introdução. 3nd ed. Bookman. Porto Alegre.

Nunes, J.G., Campos, M.C.C., Nunes, J.C., Mantovanelli, B.C., Cunha, J.M., Soares, M.D.R., 2017. Aplicação da equação universal de perdas de solo na região sul do Amazonas. Revista da Universidade Vale do Rio Verde 15, 548-557. doi: 10.5892/ruvrd.v15i2.2991

Nunes, M.C.M., Cassol, E.A., 2008. Estimativa da erodibilidade em entressulcos de Latossolos do Rio Grande Do Sul. Revista Brasileira Ciência do Solo 32, 2839-2845. doi: 10.1590/S0100-06832008000700030

Oliveira, A.P.P., Lima, E., Anjos, L.H.C., Zonta, E., Pereira, M.G., 2014. Sistemas de colheita da canade-açúcar: Conhecimento atual sobre modificações em atributos de solos de tabuleiro. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental 18, 939–947. doi: 10.1590/1807-1929/agriambi.v18n09p939-947

Prado, R.M., Natale. W., 2003. Alterações na granulometria, grau de floculação e propriedades químicas e de um Latossolo Vermelho Distrófico, sob plantio direto e reflorestamento. Acta Scientiarium: Agronomy 25, 45-52. doi: 10.4025/actasciagron.v25i1.2344

Salvati, L., Bajocoo, S., Ceccarelli, T., Perini, L., 2013. Amplifying (or reversing) the territorial disparities in land vulnerability to soil degradation: The Case of Italy. The Professional Geographer 65, 647–663. doi: 10.1080/00330124.2012.724351

Santos, L.A.C.D., Campos, M.C.C., Aquino, R.E.D., Bergamin, A.C., Silva, D.M.P.D., Marques Junior, J., França, A.B.C., 2013. Caracterização de terras pretas arqueológicas no sul do estado do Amazonas. Revista Brasileira de Ciência do Solo 37, 825-836. doi: 10.1590/S0100-06832013000400001

Silva, L.F.S., Andrade Marinho, M., Oliveira Rocco, E., Walter, M.K.C., Boschi, R. S., 2016. Métodos indiretos de estimativa da erodibilidade de um latossolo vermelho da região de Campinas, SP. Revista Ciência, Tecnologia & Ambiente 3, 51-58. Disponível em: http://www.revistacta.ufscar.br/index.php/revistacta/article/view/25

Soares, M.D.R., Campos, M.C.C., Souza, Z.M., Brito, W.B.M., Franciscon, U., Castione, G.A., 2015. Variabilidade espacial dos atributos físicos do solo em área de Terra Preta Arqueológica sob pastagem em Manicoré, AM. Revista de Ciências Agrárias 58, 434-441. doi: 10.4322/rca.1975

Taleshian Jeloudar, F., Ghajar Sepanlou, M., Emadi, S.M., 2018. Impact of land use change on soil erodibility. Global Journal of Environmental Science and Management 4, 59-70. doi: 10.22034/GJESM.2018.04.01.006

Vale Júnior, J.F., Souza, M.I.L., Nascimento, P.R.R., Cruz, D.L.S., 2011. Solos da Amazônia: Etnopedologia e desenvolvimento sustentável. Revista Agro@mbiente 5, 158-165. doi: 10.18227/1982-8470ragro.v5i2.562

Wang, B., Zheng, F., Römkens, M.J., Darboux, F., 2013. Soil erodibility for water erosion: A perspective and Chinese experiences. Geomorphology 187, 1-10. doi: 10.1016/j.geomorph.2013.01.018

Wang, X., Zhao, X., Zhang, Z., Yi, L., Zuo, L., Wen, Q., Liu, F., Xu, J., Hu, S., Liu, B., 2016. Assessment of soil erosion change and its relationships with land use/cover change in China from the end of the 1980s to 2010. Catena 137, 256-268. doi: 10.1016/j.catena.2015.10.004

Watanabe, M., Oliveira, F.A., Nunes, D.D., Silva Nunes, A.C., Aguiar Cavalcante, M.M., Aguiar, T. C., 2018. Análise do impacto do desmatamento no aporte sedimentar de bacias pareadas na Amazônia ocidental:

bacias do rio mutum-paraná, Rondônia (Brasil). Revista Brasileira de Geomorfologia 19. doi: 10.20502/rbg.v19i3.1287

Wischmeier, W.H., Johnson, C.B. & Cross, B.V., 1971. A soil erodibility nomograph for farmland and construction sites. J. Soil Water Conserv 26, 189-193.

Yeomans, J.C., Bremner, J.M., 1988. A rapid and precise method for routine determination of organic carbon in soil. Communication in Soil Science and Plant Analysis 19, 1467-1476. doi: 10.1080/00103628809368027




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v13.07.p3336-3350

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License