A ocupação humana antiga (11-7 mil anos atrás) do Planalto Meridional Brasileiro: caracterização geomorfológica, geológica, paleoambiental e tecnológica de sítios arqueológicos relacionados a três distintas indústrias líticas

Pedro Michelutti Cheliz, João Carlos Moreno de Sousa, Gabriela Sartori Mingatos, Maria Mercedes Okumura, Astolfo Araujo

Resumo


Buscando ponderar conexões entre quadros naturais e a ocupação humana pré-colonial, caracterizou-se os artefatos e a contextualização geomorfológica e ambiental de quatro sítios líticos vinculados a antigos registros de grupos caçadores-coletores do sul e sudeste do Brasil, associados a três distintas indústrias líticas. Elencou-se associação dos sítios com terrenos de baixos declives e altimetrias em seus respectivos contextos (terrenos mais estáveis para fixação humana), adjacentes a córregos e próximos de faixas do terreno que registram maiores inclinações e desníveis verticais, mais propensas a apresentarem afloramentos rochosos (fontes potenciais de matérias-primas para a confecção de ferramentas lascadas). Caracterizou-se fontes de matérias-primas nos entornos de cada sítio e as matérias-primas associadas aos artefatos, e ponderou-se a correlação entre os dois conjuntos de dados. Analisou-se a relação dos padrões tecnológicos de artefatos líticos com a caracterização petrográfica das matérias-primas, verificando-se quais matérias-primas semelhantes foram usadas para produção de artefatos distintos. Ainda, verificou-se que alguns dos produtos líticos de um dos sítios analisados mostram padrões tecnológicos semelhantes, mesmo quando obtidos a partir de matérias-primas distintas. Caracterizou-se ausência de variação significativa dos atributos tecnológicos dos artefatos registrados em diferentes posicionamentos verticais nos perfis das unidades de escavação nas quais foram registrados, mesmo quando mostram-se associados a registros paleoambientais distintos (mudanças de climas mais secos que os atuais para outros caracterizados por incrementos de umidade).


Palavras-chave


geomorfologia; sítios arqueológicos líticos; Holoceno Inicial, paleoclimas, aprovisionamento de matérias-primas líticas

Referências


Ab`Saber, A.N. 1949 Áreas de circudesnudação periférica pós-cretácea. In: Boletim Paulista de Geografia.

______. Participação das Depressões Periféricas e Superfícies Aplainadas na Compartimentação do Planalto Brasileiro. Revista IG-São Paulo. São Paulo, 1998.

_____. A Geomorfologia do Estado de São Paulo. In: CONSELHO NACIONAL DE GEOGRAFIA (Brasil). Aspectos geográficos da Terra Bandeirantes. Rio de Janeiro: IBGE, 1954. p. 1-97.

_____. 1956. A terra paulista. Boletim Paulista de Geografia, São Paulo, n. 23, p. 05-38, jul. ALMEIDA, Fernando Flávio Marques de. 1964 Fundamentos geológicos do relevo paulista. Instituto de Geociências, Universidade de São Paulo.

Afonso, M.C. 1989. Ocupação de grupos caçadores-coletores pré-históricos no Vale Médio do Rio Pardo (estado de S. Paulo). Revista de Pre-Historia, São Paulo, v. 7 , p. 67-86.

Almeida, F.F.M. 1964 Fundamentos geológicos do relevo paulista. Boletim do Instituto Geográfico e Geológico, no 41.

Araujo, A.G.M. 1991. As rochas silicosas como matéria-prima para o Homem Pré-Histórico: variedades, definições e conceitos. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, 1, 105-111.

Araujo, A.G.M. 2015. On vastness and variability: cultural transmission, historicity, and the Paleoindian record in Eastern South America. Anais da Academia Brasileira de Ciências, 87(2), 1239-1258.

Araujo, A; Moreno de Sousa, J; Correa, L; Okumura, M. 2017. O sítio arqueológico Alice Boer, Rio Claro-SP. Processos de formação e novos dados cronológicos e arqueológicos. Anais do XVI Congresso da Abequa. 1p

Araujo, A.G.M.; Feathers, J.; Hartmann, G.; Ladeira, F.B.; Valezio, E.; Nascimento, D.; Ricci, O.; Marum, V.; Trindade, R.F. s/d. Revisiting Alice Boer: Site formation processes and dating issues of a supposedly Pre-Clovis site in Southeastern Brazil. Ms. submetido a Geoarchaeology.

Araujo, A.G.M; Moreno de Sousa, J; Correa, L; Okumura, M. 2017 O sítio Arqueológico Alice Boer (SP), processos de formação e novos dados cronológicos e arqueológicos. In: Anais do XVI Congresso da ABEQUA.

Araujo, A. G.M.; Pugliese Jr., F. A. ; Santos, R. O; Okumula, M. 2018. Extreme cultural persistence in eastern-central Brazil: the case of Lagoa Santa Paleaeoindians. ANAIS DA ACADEMIA BRASILEIRA DE CIENCIAS, v. 90, p. 2501-2521

Araujo, A.G.M.; Neves, W.A.; Piló, L B..;

Atui J. P. 2005. Holocene dryness and human occupation in Brazil during the “Archaic Gap". Quaternary Research. 64:298-307.

Batalla, N., Correa, L. C., & Araujo, A. G. (2019). Lithic Landscapes and Early Inhabitants in Southeastern Brazil: First Perspectives from a Case Study in Dourado, São Paulo State. PaleoAmerica, 5(1), 44-61.

Becker, M.C. 1966. Quelques donees nouvelles sur les sites prehistoriques de Rio Claro, etat de São Paulo. Atas XXXVI congresso Internacional dos Americanistas. Vol I: 445-450.

Beltrão, M.C 1974. Datações arqueológicas mais antigas do Brasil. Anais da Academia Brasileira de Ciências. 46: 211-251.

______. 2000. Ensaio de Arqueologia: Uma Abordagem Transdisciplinar. Rio de Janeiro, ZIT Gráfica e Editora: 167 p.

Besser, M; Vasconcellos, E; Nardy, A. 2015. Platô de São Joaquim, Província Magmática do Paraná:Feições de Campo e Questões Genéticas. Boletim Paranaense de Geociência. Volume 77 (1).

Buchanan, B & Collard, M. 2007. Investigating the peopling of North America through cladistic analyses of Early Paleoindian projectile points. Journal of Anthropological Archaeology, 26: 366-393. doi: 10.1016/j.jaa.2007.02.005

______. 2010. A geometric morphometrics-based assessment of blade shape differences among Paleoindian projectile point types from western North America. Journal of Archaeological Science, 37: 350-359. doi: 10.1016/j.jas.2009.09.047

Buchanan, B; Johnson, E; Strauss, R & Lewis, P. 2007. A morphometric approach to assessing Late Paleoindian projectile point variability. Plains Anthropology, 52: 279- 299. doi: 10.1179/pan.2007.019

Cardillo, M. 2009. Variabilidad en la manufactura y diseño de artefactos en el área costera patagónica. Un enfoque integrador. Tesis de doctorado, Universidad de Buenos Aires: 489 p.

______. Some applications of geometric morphometrics to archaeology. IN: ELEWA, Ashraf [Ed]. Morphometrics to Nonmorphometricians. New York, Springer. 325-341.

Castiñela, C; Cardillho, , Marcelo; Charlin, J; Fernicola, J.C & Baeza, J. 2007. Análisis morfométrico de los cabezales líticos “cola de pescado” del Uruguay. 2do Congreso Argentino y 1er Congreso Latinoamericano de Arqueometría. Buenos Aires.

Cheliz, P. Implicações Quaternárias da Geomorfogênese de um Segmento das Cuestas Basálticas – Aspectos Geomorfológicos e Arqueológicos. IN: Anais do XIII Congresso da Associação Brasileira de Estudos do Quaternário ABEQUA. III Encontro do Quaternário Sulamericano. XIII ABEQUA Congress - The South American Quaternary: Challenges and Perspectives. Búzios, ABEQUA, 2011.

_________. (2013). Bases físico-ambientais da pesquisa arqueológica: o Estado de São Paulo. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (23), 49-60. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2013.106835

_________. Interface Entre Quadros de Relevo Cuestiformes e Registros Arqueológicos Líticos: cercanias de Araraquara, Nordeste Paulista, São Paulo, Brasil. Buenos Aieres, Meridiano - Revista de Geografía, n. 4, 2015.

__________. Aspectos Geomorfológicos da Antiga Araraquara, Com Ênfase em Subsídios para Interface Entre Quadros de Relevo e Sítios Arqueológicos Líticos. C 115f. Trabalho de Conclusão de Curso. Campinas, Universidade Estadual de Campinas, 2016.

Cheliz, P.M.; Oliveira, Regina C. 2011A Antiguidade da Presença Humana em São Paulo: uma Discussão Interdisciplinar. 1f. Sumário de Relatório de Iniciação Científico. Campinas, Universidade Estadual de Campinas.

Cheliz, P; Ladeira, F. 2016 Contextualização de Aspectos Geomorfológicos e da Cobertura Superficial do Sítio Boa Esperança II (Interior Paulista), Como Subsídio Para a Discussão de Sua Antiguidade. In: Anais do XVII Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada. Campinas, 2016.

Cheliz, P.M; OLIVEIRA, R.C. 2019. Landscape formation, environmental changes and prehistoric occupation (Jacaré-Guaçu River Lowlands, Araraquara area, Southeast Brazil, Late Pleistocene-Holocene interval): correlation between geomorphological,pedological, geochronological and archaeological data. Quaternary and Environmental Geosciences. 10 (1): 44-61. doi: http://dx.doi.org/10.5380/abequa.v10i1.57594

Chmyz, I, Sganzerla, E. M., Volcov, J. E., Bora, E., & Ceccon, R. 2008. A Arqueologia da Área da LT 750kV Ivaiporã - Itabera III, Paraná - São Paulo. Arqueologia, Número especial 5, 1-305.

Cruz, F.W., Burns, S.J., Karmann, I., Sharp, W.D., Vuille, M., Cardoso, A.O., Ferrari, J.A., Silva Dias, P.L., Viana Jr., O., 2005. Insolation-driven changes in tmospheric circulation over the past 116 ky in subtropical Brazil. Nature, 434, 63-66p.

Da Silva J. L; Menegotto, E. 2002. ASPECTOS MINERALÓGICOS DE SILICIFICAÇÕES EM ROCHAS SEDIMENTARES MESOZÓICAS NO RIO GRANDE DO SUL. Revista Brasileira de Geociências. V. 32 N.3

Eisenberg, J. F. & Redford, K. H. (Eds.) 1999. Mammals of the neotropics – The central Neotropics, volume 3. University of Chicago press, 609 p.

Emmons, L.H. 1997. Neotropical rainforest Mammals: a field guide. University of Chicago Press.

Ferrari, C. A. 2005. Abundancia, uso del habitat y horarios de actividad de la corzuela roja (Mazama Americana) e La corzuela enanna (M. nana) em La selva Paranaense. Monografia de graduação. Argentina, Universidade Nacional de Mar del Plata. 41 p.

Fiorini, P. 2018 Influência da petrotrama, textura e mineralogia sobre parâmetros geomecânicos de arenitos: O caso da formação Piramboia. Dissertação de mestrado. Instituto de Geociências, Universidade de São Paulo.

Franco, N. V.; Castro, A; Cardillo, M. & Charlin, J. 2009. La importancia de las variables morfológicas, métricas y de microdesgaste para evaluar las diferencias en diseños de puntas de proyectil bifaciales pedunculadas: un ejemplo del Sur de Patagonia continental. Magallania, 37, 99-112.

Gesicki, A.L.D. 2007. Evolução diagenéticas das formações Piramboia e Botucatu (Sistema Aquífero Guarani) no Estado de São Paulo. Tese de Doutorrado, Instituto de Geociências de São Paulo. São Paulo. 156p.

Gigliotti, M. 2010 Zoneamento geoambiental da região da baixada santista-SP como subsídio ao uso e ocupação das terras. Dissertação de mestrado Departamento de Geografia. Universidade Estadual de Campinas.

Gobbo, J.P.A; Galvani, E; Wollmann, C. A; Celuppi, M.C. 2015 ESTUDO DE ZONEAMENTO DO CONFORTO TÉRMICO HUMANO PARA O RIO GRANDE DO SUL: A INSERÇÃO DE ANOS-PADRÃO COMO PROPOSTA METODOLÓGICA. Ciência e Natura, Santa Maria, v. 37 n. 4 set-dez. p. 451-470

Hadler, P.; Goin, F.J.; Ferigolo, J. & Ribeiro, A.M. 2009. Environmental change and marsupial assemblages in Holocene successions of Southern Brazil. Mammalian Biology, 74:87–99. doi:10.1016/j.mambio.2008.03.003

Hadler, P.; Dias, A.S. & Bauermann, S.G. 2013. Multidisciplinary studies of Southern Brazil Holocene: archaeological, palynological and paleontological data. Quaternary International, 305:119–126. doi:10.1016/j.quaint.2012.09.02

Hermenegildo, T. 2009. Reconstituição da dieta e dos padrões de subsistência das populações pré-históricas de caçadores coletores do Brasil central através da ecologia isotópica. Dissertação de mestrado. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, USP. 126p .

Hilbert, K. 1991. Aspectos de la Arqueología en el Uruguay. Mainz am Rhien, von Zabern. 137 p.

Ladeira, F.S.B. 2001 Paleossolos Silicificados na Serra de Itaqueri-Itirapina/SP: subsídios para a reconstituição paleoambiental. Tese de Doutorado, USP/São Paulo (mimeo), 362p.

Leal, M.G. & Lorscheitter, M.L. 2007. Plant sucession in a forest on the Lower Northeast Slopes of Serra Geral, Rio Grande do Sul, and Holocene palaeoenvironments, Southern Brazil. Acta Botanica Brasilica 21(1): 1-10.

Ledru, M.-P., Salgado Laboriau, M.L., Lorscheitter, M.L. Vegetation dynamics in Brazil during the last 10,000 yr B. P. Review of Palaeobotany and Palynology, v. 99, p. 131 - 142, 1998a.

Lordeau, A. 2010. Le Technocomplexe Itaparica. Définition Techno-Fonctionelle des Industries à Pièces Façonnées Unifacialement à une Face Plane dans le Centre et le Nord-Est du Brésil Pendant la Transition Pléistocène-Holocène et l'Holocène Ancien. Thèse de doctorat. Université Paris Ouest Nanterre La Defense: 477 p.

Lycett, S. 2007. Is the Soanian techno-complex a Mode 1 or Mode 3 phenomenon? A morphometric assessment. Journal of Archaeological Science, 34: 1434-1440. doi: 10.1016/j.jas.2006.11.001

Lycett, St; Von Cramon-Taubadel, N; Gowlett, J. 2010. A comparative 3D geometric morphometric analysis of Victoria West cores: implications for the origins of Levallois technology. Journal of Archaeological Science, 37: 1110-1117. doi: 10.1016/j.jas.2009.12.011

Mantesso-neto, V, Bartorelli, A, Carneiro, C.D.R & Brito Neves, B.B (Eds.). 2005. Geologia do continente sul-americano: evolução da obra de Fernando Flávio Marques de Almeida, São Paulo, Beca.

Marsh, E; Bruno Maria; Fritz, Sherilyn; Backer, Paul; Capriles, J; Hastorf, C. 2018. Intcal, Shcal, or A Mixed Curve? Choosing a 14C Calibration Curve For Archaeological And Paleoenvironmental Records From Tropical South America. Radicarbon, 60 (3): 925-940. DOI:10.1017/RDC.2018.16

Medici E.P., Flesher K., Beisiegel B.M., Keuroghlian A., DesbiezA.L.J., Gatti A., Pontes A.R.M., Bueno de Campos C.,Tófoli C.F., Moraes Junior E.A., Cavalcanti de Azevedo F., Medeiros de Pinho G., Cordeiro J.L.P., Santos Júnior T.S.,Morais A.A., Mangini P.R., Rodrigues L.F., Almeida L.B. Avaliação do risco de extinção da anta brasileira Tapirus terrestris Linnaeus, 1758, no Brasil. Biodiversidade Brasileira (2012) Ano II, Nº 3, 103-116.

Mentz Ribeiro, , P & Ribeiro, C. 1999. Escavações Arqueológicas no Sítio RS-TQ-58: Montenegro, RS, Brasil. Série Documentos da FURG, 10: 1-86.

Miller jr., T.O. 1969. Sítios arqueológicos da região de Rio Claro, Estado de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Rio Claro: 81 p.

Mingatos, G. 2018. Análise zooarqueológica de sítios do sul do Brasil. Relatório parcial da pesquisa de doutorado (não publicado). Instituto de Biociências, Universidade de São Paulo.

Moreno de Sousa, J.C. 2019a. Tecnologia de Ponta a Ponta: Em busca de mudanças culturais durante o Holoceno em indústrias líticas do Sudeste e Sul do Brasil. Tese de doutorado. Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro: 445 p.

Moreno de Sousa, J.C. 2019b. Bringing Experimental Lithic Technology to Paleoamerican Brazilian Archaeology: Replication Studies on the Rioclarense and Garivaldinense Industries. EXARC Journal, 2019 (3). Persistent Identifier: https://exarc.net/ark:/88735/10440

Moreno de Sousa, J.C. 2020. The Technological Diversity of Lithic Industries in Eastern South America during the Late Pleistocene-Holocene Transition. In: Pleistocene Archaeology – Migration, Technology, and Adaptation, edited by Rintaro Ono and Alfred Pawlik. IntechOpen, London. IN PRESS. doi: 10.5772/intechopen.89154

Moreno de Sousa, J.C & Araujo, A.G.M. 2018. Microliths and Polished Stone Tools during the Pleistocene-Holocene Transition and Early Holocene in South America: The Lagoa Santa Lithic Industry. PaleoAmerica, 4 (3): 219-238. doi: 10.1080/20555563.2018.1531350

Moreno de Sousa, J.C & Okumura, M. 2018. The association of palaeoindian sites from Southern Brazil and Uruguay with the Umbu Tradition: Comments on Suárez et al. (2017). Quaternary International, 467: 292-296. doi: 10.1016/j.quaint.2017.11.056

Okumura, M. 2018. Boundaries and identities in prehistory: the relation between raw material and shape of lithic bifacial points in southeastern and southern Brazil. In Alcántara, Manuel; Monteiro, Mercedes García, López, Francisco Sánchez. Arqueología, Actas del 56º Congreso Internacional de Americanistas, Salamanca. Ediciones Universidad de Salamanca y los autores. ISBN 978-84-9012-913-5

Okumura, M. & Araujo, A. G. M. 2013. Pontas Bifaciais no Brasil Meridional: Caracterização Estatística das Formas e suas Implicações Culturais. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, 23. 111-127. doi: 10.11606/issn.2448-1750.revmae.2013.106842

Okumura, M. & Araujo, A. G. M. 2014. Long-term cultural stability in hunter-gatherers: A case study using traditional and geometric morphometric analysis of lithic stemmed bifacial points from Southern Brazil. Journal of Archaeological Science, 45(1): 59-71. doi: doi.org/10.1016/j.jas.2014.02.009

Okumura, M & Araujo, A. G. M. 2015. Contributions to the Dart versus Arrow Debate: New Data from Holocene Projectile Points from Southeastern and Southern Brazil. Anais da Academia Brasileira de Ciências, 87 (4): 2349-2373. doi: 10.1590/0001-3765201520140625

Okumura, M. & Araujo, A.G.M. 2016. The Southern Divide: Testing morphological differences among bifacial points from southern and southeastern Brazil using geometric morphometrics. Journal of Lithic Studies, 3 (1): 107-131. doi: 10.2218/jls.v3i1.1379

Okumura, M & Araujo, A.G.M.. 2017. Fronteiras sul e sudeste: Uma análise morfométrica de pontas bifaciais de Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul (Brasil). Journal of Lithic Studies, 4 (3): 163-188. doi: 10.2218/jls.v4i3.1619

Parolin, M; Domiciliano, R; Guerreiro, R; Caxambu, M. 2017. PRIMEIRAS CONSIDERAÇÕES PALINOLÓGICAS E PALEOCLIMÁTICAS DO PLEISTOCENO TARDIO NA REGIÃO DE CAMPO MOURÃO, PARANÁ, BRASIL. XIII Congresso da Associação Brasileira de Estudos do Quaternário ABEQUA

Queiroz, A. N. 2004. Étude des vertébrés du site archéologique RS-TQ-58, Montenegro, RS, Brésil: aspects archéozoologiques et taphonomiques. In: Zooarcheology of South America (Mengoni Goñalons, G. L. ed.). BAR International Series, p. 153-176.

Queiroz A.; De Carvalho O. A. 2008. Problems in the interpretation of Brazilian archaeofaunas: Different contexts and the important role of taphonomy. Quaternary International V. 180. P. 75-89

Queiroz, A. N. 2004. Étude des vertébrés du site archéologique RS-Tq-58, Montenegro, RS, Brésil: aspects archéozoologiques et taphonomiques. In: Zooarcheology of South America (Mengoni Goñalons, G. L. ed.). BAR International Series, p. 153-176.

Raith, M; Raase, P; Reinhardt, J. GUIA PARA MICROSCOPIA DE MINERAIS EM LÂMINAS DELGADAS. Tradução: Gastal, M; Gomes, M.

Rasbold, G; Parolin, M; CAXAMBU, M. 2016. RECONSTRUÇÃO PALEOAMBIENTAL DE UM DEPÓSITO SEDIMENTAR POR ANÁLISES MULTIPROXY, TURVO, ESTADO DO PARANÁ, BRASIL. Revista Brasileira de Paleontologia v. 19. N.2.

Rosa, A. O. 2009. Análise zooarqueológica do Sítio Garivaldino (RS-Tq-58), Município de Montenegro, RS. Antropologia, São Leopoldo: Instituto Anchietano de Pesquisas, 67: 133-172

SOUSA, M. Palinologia em sedimentos quaternários, localizados na Estação do Instituto Florestal de Jataí, SP. Instituto de Geociências, Unicamp. 2010

Souza, M; Ricardi-Branco, F; JASPER, A; Pessenda, L. 2013. Paleoenvironmental evolution during the Holocene in the Northeast of São Paulo State, Brazil. Revista Brasileira de Paleontologia 16(2):297-308

Stutz, Narla. Estudo dos roedores sigmodontíneos (Rodentia: cricetidae: sigmodontinae) do holoceno do sítio rs-tq-58: Afonso Garivaldino Rodrigues, munícipio de Brochier, Rio Grande do Sul, Brasil.

Stutz, N; Cherem, J; Pardiñas, U; Hadler, P. 2017. PARDIROEDORES SIGMODONTÍNEOS (MAMMALIA, RODENTIA, CRICETIDAE) HOLOCÊNICOS DO RIO GRANDE DO SUL, BRASIL – O SÍTIO RS-TQ-58: AFONSO GARIVALDINO RODRIGUES. Revista Brasileira de Paleontologia v. 20 n.1.

Suárez, R. 2003. Paleoindian Components of Northern Uruguay: New Data for Early Human Occupations of the Late Pleistocene and Early Holocene. IN: MIOTTI, Laura; SALEMME, Monica & FLEGENHEIMER, Nora. [Eds.] Where the South Winds Blow: Ancient Evidence of Paleo South Americans. Center for the Study of the First Americans, Texas A&M University Press, College Station: 29-36.

________. 2015. The Paleoamerican Occupation of the Plains of Uruguay: Technology, Adaptations, and Mobility. PaleoAmerica, 1 (1): 88-104. doi: 10.1179/2055556314Z.00000000010

Suárez, R; Piñeiro, Gustavo & Barceló, F. 2018a. Living on the river edge: The Tigre site (K-87) new data and implications for the initial colonization of the Uruguay River basin. Quaternary International, 473 (B): 242-260. doi: 10.1016/j.quaint.2017.08.024

Thiery, M. & Millot, G. 1987. Mineralogical forms of silica and their sequence of formation in silcretes. Journal of Sedimentary Petrology, 57:343-352.

Troncoso, L. P. S.; Correa, Â & Zanettini, P. 2016. Paleoíndios em São Paulo: nota a respeito do sítio Caetetuba, município de São Manuel, SP. Palaeoindian Archaeology, 1 (1): 50-71.

Turcq, B.; Pressinotti, M. M. N.; Martin, L. 1997. Paleohydrology and paleoclimate of the Past 33,000 years at the Tamanduá River, Central Brazil. Quaternary Research,47: 284-294

Zanettini Arqueologia. 2016. Programa de resgate arqueológico e educação patrimonial. Áreas de expansão da usina açucareira São Manoel S/A. Municípios de São Manuel, Botucatu, Pratânia, Areiópolis e Igaraçu do Tietê, Estado de São Paulo. Relatório de pesquisa: 457 p.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v13.5.p%25p

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License