Proposta de Zoneamento Ambiental para a Reserva Biológica das Araucárias com Base em Atributos Topográficos

Ronaldo Ferreira Maganhotto, Luis Claudio De PAula Souza, Jairo Calderari De Oliveira Junior, Marciel Lohmann

Resumo


O consumo dos recursos naturais trouxe à tona questionamentos sobre o que pode ser feito para evitar prejuízos cada vez maiores à natureza. Sendo assim, as Unidades de Conservação (UCs) passam a exercer papel primordial no processo de proteção ambiental. Soma-se a isso o plano de manejo, instrumento que estabelece o zoneamento da UC e as normas que devem presidir o uso da área. Nesse contexto, este trabalho objetivou propor o zoneamento ambiental da REBIO das Araucárias a partir do processamento de atributos topográficos e das suas correlações com o uso do solo. Para tanto, foram gerados diversos atributos topográficos derivados do Modelo Digital do Terreno (MDT). Como resultados, verificou-se que a utilização dos atributos topográficos possibilitou o entendimento das informações pedológicas e de limitação de uso (susceptibilidade ambiental). Logo, para o zoneamento, realizou-se tabulação cruzada entre a Limitação de Uso e o Uso do Solo, sendo delineadas as Zonas de Manejo da unidade.

 

Environmental zoning proposal for the Araucária Biological Reserve based on topographic attributes

 

A B S T R A C T

The consumption of natural resources has raised questions about what can be done to avoid increasing damage to nature. Thus, Conservation Units (PAs) play a major role in the process of environmental protection. Add to this the management plan, an instrument that establishes the zoning of the CU and the norms that should govern the use of the area. In this context, this work aimed to propose the environmental zoning of REBIO das Araucárias from the processing of topographic attributes and their correlations with land use. For this, several topographic attributes derived from the Digital Terrain Model (DTM) were generated. As results, it was verified that the use of the topographic attributes made possible the understanding of the pedological information and of limitation of use (environmental susceptibility). Therefore, for the zoning, a cross-tabulation was performed between the Use Limitation and the Land Use, and the Management Areas of the unit were delineated.

Keywords: Geotechnology; Topographic Attributes; Protected Áreas.


Palavras-chave


Geotecnologia; Atributos Topográficos; Áreas Protegidas

Texto completo:

PDF

Referências


Böhner, J., Köthe R., Conrado, O., Gross J., Ringeler A., Selige T., 2002. Soil Regionalization by Means of Terrain Analysis and Process Parameterisation. In: Micheli, E.; Nachtergale, F.; Montanarella. L. (Eds.), Soil Classification 2002. European Soil Bureau - Research Report, Luxembourg, pp. 213-222.

Bortolini, W., Silveira, C. T., Silveira, R. M. P., 2017. Emprego de técnicas geomorfométricas na identificação de padrões de relevo. Ra’ega [online] 41. Disponível: https://revistas.ufpr.br/raega/article/view/51724. Acesso: 20 nov. 2019.

Carvalho Junior, W., Lagacherie P., Chagas, C. S., Calderano Filho, B., Bhering S. B., 2014. A regional-scale assessment of digital mapping of soil attributes in a tropical hillslope environment. Geoderma [online], 2014. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.geoderma.2014.06.007. Acesso: 23 jul. 2019.

Conrad, O., Bechtel, B., Bock, M., Dietrich, H., Fischer, E., Gerlitz, L., Wehberg, J., Wichmann, V., Böhner, J., 2015: System for Automated Geoscientific Analyses (SAGA), [online] 8. Disponível: https://doi:10.5194/gmd-8-1991-2015. Acesso: 10 jun. 2019.

Galante, M. L.V.; Beserra, M. M. L.; Menezes, E. O / IBAMA. 2002. Roteiro metodológico de planejamento: Parque Nacional, Reserva Biológica e Estação Ecológica [online] 1. Disponível: http://ava.icmbio.gov.br/mod/data/view.php?d=17&rid=2634. Acesso: 10 ago. 2019.

Grieve, S. W. D., Mudd S. M., Hurst M. D., Milodowski D. T., 2016. A nondimensional framework for exploring the relief structure of landscapes. Earth Surf. Dynam [online] 4. Disponível: https://doi.org/10.5194/esurf-4-309-2016. Acesso: 12 jan. 2019.

Hudson, B. D. 1992. The soil survey as a paradigm-based science. Soil Science Society of America Journal [online] 56. Disponível: https://doi.org/10.2136/sssaj1992.03615995005600030027x. Acesso: 23 jun. 2019.

Ippoliti, R. G. A.; Costa, L. M.; Schaefer, C. E. G. R.; Filho, E.I.F.; Gaggero, M. R.; Souza, E. 2005. Análise digitalde terreno: Ferramenta na identificação de pedoformas em microbacia na região de “mar de morros” (MG). Revista Brasileira de Ciência do Solo [online] 29. Disponível: http://dx.doi.org/10.5380/rsa.v9i3.11517. Acesso: 05 mar. 2018.

Lepsch, I. F.; Espindola, C. R.; Vischi Filho, O. J.; Hernani, L. C.; Siqueira, D. S. 2015. Manual para levantamento utilitário e classificação de terras no sistema de capacidade de uso, 1 ed. SBCS, Viçosa.

Lin H.S, Kogelmann W., Walker C., Bruns M.A., 2006. Soil moisture patterns in a forested catchment: A hydropedological perspective. Geoderma [online] 131. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.geoderma.2005.03.013. Acesso: 20 ago. 2019.

Maganhotto, R. F.; Santos, L. J. C.; Souza, L. C. P. Miara. M. A.; Lemes, P. H. S., 2013. A aplicação dos Índices de Representação do Relevo como ferramenta de suporte no planejamento ambiental de unidades de conservação. Revista Geografar [online] 8. Disponível: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v8i2.32334. Acesso: 13 jan. 2019.

Maganhotto, R. F.; Lohmann, M.; Souza, L. C. P.; Santos, L. J. C., 2016. Os Índices de Representação do Relevo Como Suporte Para o Zoneamento Ambiental de Unidades de Conservação - Estudo de Caso da Floresta Nacional de Irati. Geografia Ensino & Pesquisa [online] 20. Disponível: http://dx.doi.org/10.5902/2236499422036. Acesso: 08 set. 2018.

Maganhotto, R. F.; Lohmann, M.; Souza, L. C. P.; Oliveira Junior, J. C. O uso de geotecnologias no planejamento ambiental de unidades de conservação: estudo de caso Reserva Biológica das Araucárias, in: PEREZ FILHO, A., AMORIM, R. R. (Org.), Os Desafios da Geografia Física na Fronteira do Conhecimento. UNICAMP, Campinas, pp. 4821-4833. Disponível: http://dx.doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2191. Acesso: 05 maio 2019.

Maganhotto, R., Lohmann, M., & Souza, L., 2019. The Re-adaptation of the Environmental Zoning of the Irati Flona from the Relief Representation Indexes. Geosaberes [online] 11. Disponível: http:// dx.doi. org/10.26895/geosaberes.v11i0.864. Acesso: 16 out. 2019.

Mckenzie, N. J.; Gallant, J. C., 2007. Digital soil mapping with improved environmental predictors and models of pedogenesis. In: Lagacherie, P.; Mcbratney, A.; Voltz, M (Org.). Digital Soil Mapping. Editor Elsevier, Amsterdan, pp. 327-349.

Massad, E.; Menezes, R. X.; Silveira, P.S.P.; Ortega, N.R.S., 2004. Métodos quantitativos em Medicina, Manole, São Paulo.

Miara, M. A, Oka-Fiori, C., 2012. Proposta de modelo metodológico para identificação de áreas potenciais a conservação - um estudo de caso: entorno do Parque Nacional dos Campos Gerais-PR. Ra’ega [online] 25. Disponível: http://dx.doi.org/10.5380/raega.v25i0.28015. Acesso: 04 fev. 2019.

Moore, I. D., Gessler, P.E., Nielsen, G. A., Peterson, G.A. Soil attribute prediction using terrain analysis. Soil Science Society of America Journal [online] 57. Disponível: https://doi.org/10.2136/sssaj1993.03615995005700020026x. Acesso: 10 jun. 2019.

Nowatzki, A.; Santos, L. J. C., 2014. Mapeamento Preliminar de Solos por Pedometria com Base em Atributos Topográficos da Bacia Hidrográfica do Rio Pequeno-PR. Raega [online] 32. Disponível: http://dx.doi.org/10.5380/raega.v32i0.33769. Acesso em: 21 jun 2019.

Neto, P.V., 2004. Estatística descritiva: Conceitos básicos. São Paulo.

Oliveira Junior, J. C., Melo, V. F., Souza, L. C. P., Rocha, H. O., 2014. Terrain attributes and spatial distribution of soil mineralogical attributes. Geoderma [online]. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.geoderma.2013.08.020. Acesso: 07 jan. 2019.

Pineda M. J. E., Robaina, L. E. S., Trentin R., Partida R. D. L., 2017. Clasificación de Unidades Geomorfológicas en la Cuenca del Río Neverí, Venezuela. Ra’ega [online] 41. Disponível: http://dx.doi.org/10.5380/raega.v41i0. Acesso: 10 nov. 2019.

Prates, V.; Souza, L.C.P., Oliveira Junior, J.C., 2012. Índices para a representação da paisagem como apoio para levantamento pedológico em ambiente de geoprocessamento. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental [online] 16. Disponível: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662012000400011. Acesso: 03 fev. 2019.

Ross, J.S., 2012. Landforms and environmental planning: potentialities and fragilities. Revista do Departamento de Geografia [online] Volume Especial. Disponível: https://doi.org/10.7154/RDG.2012.0112.0003. Acesso: 11 jul. 2019.

Saaty, T. L.; Vargas, L.G., 1991. Prediction, Projection and Forecasting, Kluwer, Boston.

Santos, U. G. et al., 2013. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 3 ed. EMBRAPA, Brasília.

Silveira, C. T., Oka-Fiori C.; Santos L. J. C; Sirtoli, A. E.; Silva A. 2012. Pedometria apoiada em atributos topográficos com operações de tabulação cruzada por álgebra de mapas. Revista Brasileira de Geomorfologia [online] 13. Disponível: http://dx.doi.org/10.20502/rbg.v13i2.180. Acesso: 15 jul. 2019.

Silveira, C. T., Fiori, A. P., Ferreira, A. M., Góis, J. R., Mio. G., Silveira, R. M. P., Massulini, N. E. B., Leonardi, T. M. H., 2013. Emprego de atributos topográficos no mapeamento da susceptibilidade a processos geoambientais na bacia do rio Jacareí/Paraná. Sociedade & Natureza [online] 25. Disponível: http://www.seer.ufu.br/index.php/sociedadenatureza/article/view/21016. Acesso: 20 nov. 2019.

Silveira, C. T., 2010. Análise digital do relevo na predição de unidades preliminares de mapeamento de solos: Integração de atributos topográficos em Sistemas de Informações Geográficas e redes neurais artificiais. Tese (Doutorado). Curitiba, UFPR.

Sofia G. 2019. Combining geomorphometry, feature extraction techniques and Earthsurface processes research: The way forward. Geomorphology [online] 341. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.geomorph.2020.107055. Acesso: 10 jan. 2019.

Strapazzon, M. C.; Mello, N. A., 2015. Um convite à reflexão sobre a categoria de unidade de conservação refúgio de vida silvestre. Ambiente & Sociedade [online]. 4. Disponível: http://dx.doi.org/10.1590/1809-4422ASOC1001V1842015. Acesso: 02 set. 2019.

Szymanowski, M., Jancewicz, K., Rózycka M., Migon P., 2019. Geomorphometry-based detection of enhanced erosional signal in polygenetic medium-altitude mountain relief and its tectonic interpretation, the Sudetes (Central Europe). Geomorphology [online] 341. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.geomorph.2019.05.022. Acesso: 10 jan. 2019.

Zhang, Y., Slingerland, R., Duffy, C., 2016. Fully-coupled hydrologic processes formodeling landscape evolution. Environ. Model. Softw. 82, 89–107. Disponível: https://doi.org/10.1016/J.

ENVSOFT.2016.04.014. Acesso: 13 fev. 2019.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v13.6.p3025-3041

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License