Feminismos Latino-americanos: um cruzamento de identidades ampliando os horizontes de luta

Lília Maria Silva Macêdo

Resumo


O presente artigo volta-se para o feminismo latino-americano, buscando compreender os significados gerais que estão por traz desse enquadramento específico da luta e pensamento feministas. Em primeiro lugar, elucida-se um pouco a respeito da crítica ao etnocentrismo, por meio de algumas concepções de Mohanty e Spivak. Em seguida, a atenção é voltada para a contribuição de Francesca Gargallo que busca estabelecer uma vinculação profunda entre o feminismo e a realidade latino-americana. Por fim, esses laços são pensados a partir das dinâmicas de articulação dos próprios movimentos sociais, com bases em alguns estudos seminais sobre o assunto.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista de Estudos AntiUtilitaristas e PosColoniais - ISSN: 2179-7501

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Creative Commons CC Atribuição Não comercial, sem derivação 4.0.