Três "raças" e uma nação? A propósito de África no Brasil e Brasil na África

Lorenzo Gustavo Macagno

Resumo


O tráfico de escravos ligou o Brasil à África de forma definitiva. A partir da abolição da escravatura em 1888, os desafios da construção do Brasil, como República e como nação, estiveram vinculados a esse passado. Assim, os porta-vozes daquilo que seria o “povo brasileiro” – intelectuais, homens políticos, médicos – tiveram que refletir, ora negando, ora afirmando, o “fator” africano na imaginação nacional. Este artigo apresenta algumas interrogações e dilemas a respeito do futuro dos “estudos africanos” no Brasil e ao mesmo tempo reflete sobre alguns debates contemporâneos sobre as “imaginações” nacionais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 REALIS | Revista de Estudos AntiUtilitaristas e PosColoniais - ISSN: 2179-7501



Creative Commons CC Atribuição Não comercial, sem derivação 4.0.