Situação da educação em Moçambique face aos objectivos 2 e 3 de desenvolvimento do milénio

Mónica Frederico

Resumo


O artigo apresenta o resultado da pesquisa sobre a Situação da educação em Moçambique face aos Objectivos 2 e 3 de Desenvolvimento do Milénio. O estudo centrou-se na análise descritiva bivariada dos dados dos censos 1997 e 2007. Os indicadores analisados foram frequência escolar, níveis concluídos, saber ler e escrever e paridade de género. Os resultados mostram que em 1997 apenas (36.9%) de crianças em idade escolar frequentavam um estabelecimento de ensino. Em 2007, (60.6%) de crianças em idade escolar frequentavam um estabelecimento de ensino. Em relação a conclusão de níveis verificou-se que no censo 1997 havia mais crianças com o nível primário do 1˚grau concluído (acima de 80%) do que o 2˚ grau do mesmo ensino. Em 2007, (78.1%) desta população tinha concluído o primeiro grau e (29.3%) o segundo grau do ensino primário. Em 1997 apenas (29.7%) sabiam ler e escrever, (65.6%) não sabia ler nem escrever. Em 2007 (41.9%) sabia ler e escrever e (54.1%) não sabia ler nem escrever. Entretanto em todos indicadores as raparigas continuam sendo as que menos avançam. Os factores como desistência escolar, entrada tardia na primeira classe e a área de residência podem justificar a existência ainda de muitas crianças que não se beneficiam da escola e consequentemente não cumprimento dos objectivos 2 e 3 do milénio.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 REALIS | Revista de Estudos AntiUtilitaristas e PosColoniais - ISSN: 2179-7501



Creative Commons CC Atribuição Não comercial, sem derivação 4.0.