A gratuidade obrigatória: Caridade como sacrifício e mimesis do Deus. Algumas implicações teóricas

Roberta Bivar Carneiro Campos

Resumo


Este artigo insere-se na discussão clássica sobre as bases da vida social, tomando-se criticamente a literatura antropológica tradicional sobre dádiva e reciprocidade em termos de suas implicações para a incompreensão da caridade e do altruísmo. Acredito que o fenômeno da caridade nos oferece a oportunidade para pensarmos o papel de certas noções e sentimentos morais tais como generosidade e solidariedade – como opostos à rivalidade e à troca – na constituição do tecido social 

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 REALIS | Revista de Estudos AntiUtilitaristas e PosColoniais - ISSN: 2179-7501



Creative Commons CC Atribuição Não comercial, sem derivação 4.0.