Colonialismo como estrutura de longa duração constituinte do capitalismo: Uma reflexão a partir de Caio Prado Júnior e Pablo González Casanova.

Vinicius Limaverde Forte

Resumo


Este artigo apresenta uma abordagem comparativa sobre os conceitos de sentido da colonização de Caio Prado Júnior e colonialismo interno de Pablo González Casanova. Essa comparação propicia uma compreensão não eurocêntrica da Modernidade, na medida em que indica o colonialismo como uma estrutura de longa duração do capitalismo. A ideia do colonialismo como uma estrutura de longa duração no capitalismo refuta análises internalistas da modernidade e do capitalismo, ao indicar o papel do colonialismo na formação e manutenção do sistema-mundo moderno.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 REALIS | Revista de Estudos AntiUtilitaristas e PosColoniais - ISSN: 2179-7501



Creative Commons CC Atribuição Não comercial, sem derivação 4.0.