Cauinagens e bebedeiras: os índios e o álcool na história do Brasil

João Azevedo Fernandes

Resumo


Um dos aspectos mais interessantes – e menos estudados – do assim chamado “contato” interétnico é o lugar ocupado neste processo pelas bebidas alcoólicas, especialmente no que se refere ao seu impacto nas sociedades indígenas colhidas pelo expansionismo ocidental. A partir de uma forma de utilização eminentemente ritual, fortemente relacionada às atividades xamanísticas e ao papel social e meta-físico das mulheres, as bebidas alcoólicas assumem, com a chegada dos europeus, uma dimensão que, em muitos casos, mostrou-se catastrófica e desagregadora para as sociedades indígenas, servindo mesmo como uma arma conscientemente utili-zada pelos agentes do colonialismo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista ANTHROPOLÓGICAS
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br