Kitoko Maxakali: a criança indígena e os processos de formação, aprendizagem e escolarização

Myriam Martins Alvares

Resumo


Pretendo aqui refletir sobre os processos próprios de aprendizagem
e transmissão do conhecimento e sobre a formação e o desenvolvimento infantil, considerando as possíveis inter-relações e interpenetrações com os processos escolares de ensino/aprendizado, como
concebidos e praticados pelos Maxakali, grupo indígena do nordeste
de Minas Gerais. Busco também compreender a concepção sobre a
infância a partir de algumas noções presentes na etnologia sul-americana sobre a pessoa e a corporalidade expressas nas relações entre
a cosmologia e a sociabilidade e recentemente, reconstruídas no
processo de escolarização da sociedade Maxakali.
Palavras-chave: antropologia da infância, socialização, transmissão
de conhecimento, educação escolar.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista ANTHROPOLÓGICAS
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br