"Deixarás pai e mãe": Notas sobre Lévi-Strauss e a família

Cynthia Andersen Sarti

Resumo


O texto ressalta a contribuição da teoria de Lévi-Strauss sobre o parentesco – a teoria da aliança – para os estudos sobre a família. Uma inflexão no pensamento antropológico, esta teoria fez a discussão sobre família e parentesco entrar definitivamente no terreno da cultura. Argumenta-se que o autor não se atém à análise da família como grupo social concreto, mas ao que esta revela do mundo social, dentro da concepção estruturalista da sociedade como um
sistema de relações. Ele desloca o foco da família como unidade para o sistema de parentesco como um todo, evidenciando o caráter cultural das relações familiares. Ele parte do tabu do incesto, visto como imposição da troca como forma de comunicação entre os
seres humanos, fundamento de toda sociabilidade humana. Sua teoria constitui referência básica, sobretudo, na análise da tensão entre consangüinidade e afinidade, estrutural nas relações familiares.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista ANTHROPOLÓGICAS
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br