A família brasileira diante de transformações no cenário histórico global

Parry Scott

Resumo


Este estudo aborda a inserção da nação brasileira no cenário global. Ao longo deste trabalho ressaltam-se algumas relações entre as perspectivas enfatizadas para falar da família e as diferentes épocas nas quais ocorrem desde o final do século XIX até o presente. Tece
considerações sobre a relação da identidade da população e a construção da nação em contextos mundiais. Procede para identificar cinco períodos sucessivos no pensamento brasileiro sobre a família. É feita uma associação entre períodos do auge dos impérios europeus, de processos de centralização política e conflito, de euforia do desenvolvimentismo pós-guerra, do acirramento da divisão do mundo em blocos capitalistas e comunistas, e da intensificação da
globalização unificada contemporânea. Referindo-se às obras nacionais neste contexto internacional, examinam-se algumas dos detalhes mais importantes que repercutem em perspectivas diferentes sobre as famílias brasileiras ao longo destes anos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista ANTHROPOLÓGICAS
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br