A destruição da Parte e a (re)construção do Todo: Identidade e corpo na experiência do câncer de mama

Waleska Araújo Aureliano

Resumo


Este trabalho procura mostrar como a mulher mastectomizada
negocia a representação e a apresentação de seu corpo nos espaços
público e privado após o diagnóstico do câncer, observando os
aspectos relacionais envolvidos neste processo. Serão abordados
especificamente os aspectos relacionados à mastectomia e ao tratamento
de quimioterapia, que torna a doença visível através da queda
do cabelo. O objetivo é mostrar como se dão certas relações, estratégias
e disputas em torno do corpo mutilado, o controle sobre a
informação corporal e, com isso, a construção de novas identidades
após a doença.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista ANTHROPOLÓGICAS
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br