A interpretação da doença e a busca de sentido: Um estudo com pacientes em tratamento de câncer

Silvano Aparecido Redon

Resumo


Este artigo traz resultados gerais de uma pesquisa realizada entre
os acompanhantes e pacientes em tratamento ambulatorial de
quimioterapia e radioterapia do Hospital do Câncer de Londrina e
que fazem uso da Casa de Apoio destinada a pacientes do Sistema
Único de Saúde (SUS). O objetivo é retraçar o sistema interpretativo
elaborado por eles para dar sentido à doença. Trata-se, portanto,
de, a partir das categorias nativas, mostrar a busca de significados
em torno da doença e a tentativa de interpretar sua etiologia,
bem como a terapêutica oferecida pela medicina oncológica.
Visa, também, a traçar as representações em torno das transformações
corporais advindas dos tratamentos oncológicos, que podem
impossibilitar a plena utilização do corpo. Para a análise teórica
do objeto, foi selecionada uma das vertentes da Antropologia
da Saúde, aquela que retoma a tradição da Escola Sociológica
Francesa acerca da importância das representações sociais como
chave analítica para se compreender os fenômenos sociais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista ANTHROPOLÓGICAS
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br