O dom dos índios Kapinawá: Ensaio sobre uma noção nativa de autoria

Marcos Alexandre dos S. Albuquerque

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar a noção nativa de autoria presente
na comunidade indígena Kapinawá, localizada no sertão de
Pernambuco, Nordeste do Brasil. A partir de uma “antropologia
histórica” (Oliveira 1988), analiso a autoria como uma “tradição
inventada” (Hobsbawn 1983) resultante de um processo político
de emergência étnica. Através da etno-história do grupo, apresento o contexto de construção de uma tradição indígena (o ritual
do Toré), que se legitima ao explorar categorias de uma tradição
religiosa do Nordeste, conhecida como ‘o complexo da jurema’.
Procuro, assim, apresentar a relação que se forma entre a instauração
do ritual do Toré e a emergência de uma noção nativa de
autoria construída nele.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista ANTHROPOLÓGICAS
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br