‘Ambientalização dos conflitos’, indigenismo e lutas sociais no Médio Solimões: As terras indígenas e o projeto Mamirauá1

Priscila Faulhaber

Resumo


O presente trabalho focaliza a emergência das mobilizações sociais produzidas na crescente ‘ambientalização dos conflitos’ verificada principalmente a partir dos anos 1990 com a criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (RDSM). Os gestores da RDSM tornam-se interlocutores dos movimentos indígenas que apresentaram no campo político local suas reivindicações de direi-tos especiais ao uso da terra e dos recursos naturais, mas cujos pleitos territoriais e patrimoniais encontraram suporte no campo da política indigenista. Trata-se de pensar efeitos das controvérsias entre pesquisadores envolvidos com a política indigenista e a polí-tica ambiental no processo de emergência de categorias e redes sociais, no estudo dos conflitos e ambientais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista ANTHROPOLÓGICAS
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br