Fazendo parte: seqüências musicais e bons sentimentos

Anthony Seeger

Resumo


Pesquisadores e pesquisadoras provavelmente têm focado as suas análises demasiadamente em peças musicais individuais e têm prestado pouca atenção na organização destas peças em sequências. Em grande parte, o impacto da música para com o seu público é alcançado através da organização de sequências de peças. A partir de um insight de Rafael José de Menezes Bastos sobre a música indígena do Alto Xingu, este artigo examina quatro tipos diferentes de sequências, baseados na experiência do autor: sequências de melodias de rabeca em Cape Breton, no Canadá; a sequência de músicas num show de Pete Seeger, de 1980 na Universidade de Harvard, em que a participação do público foi fundamental; as sequências de músicas nas performances num acampamento de verão infantil; e as considerações de sequências em gravações de LP e CD pela gravadora Smithsonian Folkways, entre 1988 e 2000. A atenção à sequência de peças nas performances pode oferecer uma nova perspectiva da qual possamos repensar as nossas análises musicais e textuais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista ANTHROPOLÓGICAS
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br