A Adesão ao Islã: o discurso da ruptura e da continuidade

Cecília Mariz & Vitória Peres de Oliveira

Resumo


Os brasileiros sem ascendência árabe nem islâmica, que aderiramao islamismo, relatam experiências de rupturas com valores e estilode vida de suas famílias e da sociedade mais ampla. Ainda, descrevemchoques culturais com os árabes da comunidade islâmica.Porém, vários desses indivíduos destacam que sempre se sentiramcomo islâmicos e vivenciam um ‘retorno’. Com base em revisãoda literatura e dados secundários, esse texto discute o valor dado àideia de ruptura e de continuidade nos discursos dos novos adeptos.Inicialmente aponta para as similaridades entre as falas dosnovos adeptos e conteúdo das pregações de divulgação da fé, queafirma a ideia de ‘reversão’. Também, destaca que o discurso do‘retorno’ pode ganhar um sentido especial para os indivíduos quechegaram ao Islã após trajetória religiosa plural em busca de individuaçãoe ruptura com suas próprias tradições e origens culturais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista ANTHROPOLÓGICAS
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br