Das Dimensões Mobilizadas na Construção de uma Nova Identidade Religiosa

Lívia A. Fialho Costa

Resumo


O propósito deste artigo é o de ponderar sobre o sentimento depertencer a denominações religiosas evangélicas, em particularsobre os efeitos desta ‘escolha’ na família. Embora o ‘corpo’ sejatomado como importante recurso à compreensão das transformaçõesdo self – processo inaugurado com a conversão ou adoção devalores religiosos – os conflitos, acusações e tensões gerados pelopertencimento religioso na rede familiar são fonte interessantepara o entendimento da conversão na contemporaneidade. Apartir da análise de três histórias contadas por membros de umamesma família – e apoiada em uma dezena de outros dados etnográficoscoletados em campo – aponto para a dimensão formativadas narrativas de conversão: ao narrar seus percursos de conversãoas pessoas estão contando histórias de um processo formativo de traduçãode ‘si’ e de uma condição biográfica, de compreensão dasua própria trajetória de vida através de uma leitura que as leva aassumir a condição de atores.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista ANTHROPOLÓGICAS
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br