Desenvolvimento, Sexualidade de Mulheres Jovens, Políticas de Educação e Práticas Educativas: entre ausências, silenciamentos e invisibilizações

Marion Teodósio de Quadros

Resumo


Este trabalho aborda a sexualidade no cotidiano de mulheres jovens e nas políticas nacionais e estaduais de educação, analisando a efetivação de direitos sexuais e processos de empoderamento das
jovens numa situação de crescimento econômico acentuado e sucesso em indicadores sociais como a que ocorreu em Pernambuco (2008 a 2012). Teve como base etnografias em 3 comunidades (1 em Recife e 2 em Caruaru), entrevistas em profundidade realizadas com 22 jovens e pesquisa documental em sites do governo e movimentos sociais. Apesar de serem fundamentais para tratar de processos e projetos de desenvolvimento, os direitos sexuais e as jovens não aparecem visivelmente como pauta a ser considerada, por causa de mecanismos de ausência, silenciamento e invisibilização. Em diferentes setores governamentais e comunitários as ações práticas reafirmam a perspectiva controlista sob novas roupagens, apesar de todos os esforços dos movimentos sociais e outros setores governamentais em favor dos diretos sexuais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista ANTHROPOLÓGICAS
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br